Prefeitura aumenta número de viagens de ônibus para o jogo Sampaio X Palmeiras

Foto Reprodução

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), vai disciplinar e reordenar o trânsito nesta quarta-feira (22), nos pontos que dão acesso ao Estádio Castelão. A ação se dá em função do jogo entre Sampaio Corrêa e Palmeiras pela Copa do Brasil 2019 e que ocorre às 19h. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior, visando adequar o quantitativo de ônibus para atender à demanda decorrente do jogo, estimada em um público de 40 mil pessoas, determinou ainda o aumento de viagens dos coletivos para o local do jogo.

Para a ação de disciplinamento do tráfego serão disponibilizados 30 agentes de trânsito em viaturas e motocicletas que, a partir das 15h, realizarão o reordenamento do trânsito em pontos estratégicos no intuito de gerar maior fluidez na área. Entre os pontos de ações dos agentes, destacam-se as vias no entorno do Viaduto Alcione Nazaré, Ponte do Caratatiua e toda a área de acesso no entorno do Estádio Castelão, tanto pela Avenida dos Franceses, quanto nas vias de acesso pela Avenida João Pessoa.

Quanto à frota de ônibus, a SMTT determinou que as empresas concessionárias deverão aumentar número de viagens das 18h às 22h30 desta quarta-feira (22), visando atender a necessidade excepcional de transporte e com isso oferecer melhores condições de locomoção e conforto aos torcedores.

Segurança 

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, enfatizou a importância das interdições para a segurança dos torcedores. “Na via de acesso ao Castelão e na via superior que rodeia o estádio, somente veículos credenciados poderão transitar. Isso para garantir com segurança a circulação dos torcedores”.

Outro aspecto referente ao trânsito, diz respeito ao apoio dado no deslocamento dos times. Para tanto, serão deslocadas equipes especiais de motociclistas batedores de trânsito que farão a escolta dos clubes nos deslocamentos hotel/estádio e estádio/hotel.

Pavão Filho volta a defender Osmar Filho como candidato do PDT à prefeitura de São Luís

Foto Divulgação

O vereador Pavão Filho voltou a defender Osmar Filho como Líder do governo Edivaldo Holanda Júnior na Câmara Municipal de São Luís, e como candidato do PDT à prefeitura da capital maranhense, em 2020.

Em entrevista recente ao programa Resenha, da TV Difusora, Pavão foi questionado pelo jornalista John Cutrim acerca do posicionamento do seu partido com vistas a sucessão do prefeito pedetista.

De acordo com ele, Osmar figura, hoje, como o principal nome da legenda para participar da disputa.

“O PDT tem uma tradição de ter participado [da eleição majoritária] com candidato a prefeito. O PDT, hoje, está no governo, com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior. O PDT tem que ter nome para colocar na mesa de negociação. Eu sugeri o nome do vereador Osmar Filho, que é um jovem entusiasmado; uma pessoa que está com uma motivação muito grande; começando uma carreira brilhante já no seu terceiro mandato de vereador; presidente da Câmara Municipal e já imprimindo uma marca dinâmica à frente do Parlamento Municipal. Temos que apostar na juventude; uma juventude bem preparada e responsável. Osmar tem todas as características, todas as condições de ser um jovem prefeito de nossa cidade”, disse.

No mês passado, o ex-deputado estadual já havia publicizado sua preferência pelo seu colega de partido durante entrevista a Rádio Timbira.

Pesquisa aponta crescimento na área hoteleira de São Luís durante o Carnaval

Foto Divulgação

O Observatório do Turismo do Maranhão, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em parceria com a Prefeitura de São Luís, via Secretaria Municipal de Turismo (Sectur), Governo do Estado, Instituto Federal de Educação (IFMA) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA) realizou levantamento que aponta, em pesquisa sobre ocupação durante o Carnaval (entre os dias 2 a 6 de março), que a área da hotelaria obteve crescimento de 22% em relação a 2018. Os dados refletem o aumento do fluxo de turista na capital maranhense fomentado por uma série de ações realizadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Os dados do início do ano, em uma das principais festas de São Luís, são animadores para a área do turismo. “A gestão do prefeito Edivaldo continuará trabalhando o turismo em diversas frentes: dentro de São Luís e em outras cidades do Brasil para atrair cada vez mais pessoas”, explica a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

A pesquisa abrange um universo de 31 pontos de hospedagens que inclui pousadas e hotéis da faixa de diárias entre R$ 50,00 e acima de R$ 200,00, das regiões do Centro Histórico, São Francisco e Litorânea. O estudo também indica as principais áreas procuradas neste período para se hospedar: Ponta d’Areia (81%), seguido por Calhau/Litorânea (80%), Olho d´Água (67%), Centro Histórico (62,5%) e Lagoa da Jansen (50%).

Diagnóstico 

A partir dos dados coletados pelo Observatório do Turismo, a Setur traça um diagnóstico sobre o setor hoteleiro, perfil do turista que visita São Luís e trabalha o fluxo deste. Este ano, a Setur inclui mais um item nesta pesquisa estatística do Observatório do Turismo: a diária média de permanência do turista, com objetivo de obter conhecimento sobre o comportamento do visitante em relação a outros destinos. Os dados estão captados junto aos hotéis e será aplicado excepcionalmente no dia 6 de fevereiro nos terminais rodoviários e aeroporto. Os questionários estão sendo aplicados também na Central de Informações Turística da Prefeitura, na Praça Benedito Leite.

Segundo a secretária Socorro Araújo, as pesquisas são instrumentos importantes na orientação da política estratégica do turismo. “Estamos mais uma vez aplicando os questionários nos terminais e pontos de entrada, na central de informação turística e nos hotéis. O Observatório do Turismo nos fornece os dados que necessitamos para deliberarmos sobre estas estratégias”, assinala Socorro Araújo.

De acordo com Brenda Leite, coordenadora de análises mercadológica da Setur, no mês de julho é o período considerado ponto de alta estação, mas dezembro vem se projetando como melhor mês na movimentação do turismo da cidade. No réveillon deste ano, a ocupação dos hotéis chegou a 98%, um recorde.

Para Brenda Leite, a pesquisa aplicada no dia 6 de março tem objetivo de prospectar as impressões do turista da cidade. “Quanto ele gastou, os lugares que visitou e sua aprovação destes locais. São informações que não se consegue obter antes, mas apenas após este concluir a visita”, ressalta a coordenadora da Setur.

Pesquisas

O professor Dr. Saulo Ribeiro dos Santos, coordenador do Observatório do Turismo do Maranhão, explica que monitorar, acompanhar e medir as taxas de ocupação hoteleira em períodos festivos e/ou feriados são fundamentais para compreender a busca pelo destino em determinadas épocas do ano. “Nós realizamos pesquisas durante o ano inteiro para sabermos a evolução da área. É um trabalho ininterrupto”, ressalta o professor.

Na principal plataforma online de reserva utilizada pelos turistas que visitam São Luís, o Booking, constatou-se que 47% dos estabelecimentos têm reserva para o período do Carnaval. “Essas pessoas que chegam na cidade, se hospedam nos estabelecimentos, consomem nossos produtos e aproveitam o Carnaval. Elas acabam, por consequência, aquecendo a economia local, contribuindo, dessa maneira, para tornar o turismo uma atividade ainda mais lucrativa para a capital maranhense”, ressalta Socorro Araújo.

Hospedagem

Outro dado relevante é o valor da diária média de 26 empreendimentos hoteleiros pesquisados em São Luís no ano de 2018 e que ficou em R$ 163,77, enquanto que a média brasileira em 2017 foi de R$ 228,00, conforme estudo realizado pela empresa de consultoria JLL Hotels & Hospitality Group. Ou seja, a capital do Maranhão continua sendo um destino barato no Brasil no quesito hospedagem, fator que pode contribuir para atrair uma quantidade maior de turistas para a cidade.

O aeroporto de São Luís também registrou crescimento na comparação entre os meses de janeiro de 2018 para 2019, com um aumento de 1,54% no desembarque de passageiros. Para os meses de fevereiro e março espera-se também um aumento entre 2% e 3%, afirma dados do Observatório.

Prefeitura altera trânsito e reforça frota de ônibus no período de Carnaval

Foto Divulgação
Foto Divulgação

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), tendo em vista a realização das festividades do Carnaval de São Luís 2019, realizado pelo Governo do Estado e Prefeitura, realizará ações de disciplinamento, orientação e interdições de vias. O poder público municipal também reforçará a frota operante do transporte coletivo nos dias de festa. O objetivo é garantir mobilidade urbana e o deslocamento dos foliões com segurança. As ações estão programadas para acontecer no circuito Madre Deus, Avenida Beira-Mar e na Passarela do Samba onde haverá pontos de interdição para tráfego de veículos (veja mapa).

Nesta temporada carnavalesca, a Prefeitura alerta aos condutores e comunidade em geral, quanto ao valor da vida, aliada ao respeito às leis de trânsito. Obedecer às interdições, a sinalização e as ordens do agente de trânsito, assim como, se caso ingerir bebida alcoólica, não dirigir, são algumas práticas que geram segurança, evitando acidentes.

Circuito Madre-Deus

Na Madre Deus a interdição será nas seguintes vias de entorno da Vila Gracinha, Praça da Saudade, Largo do Caroçudo e Beco das Minas; Rua do Passeio (trecho compreendido entre a Rua das Cajazeiras e Praça da Saudade); Rua do Norte (trecho compreendido entre a Avenida do Gavião e a Rua das Cajazeiras); Avenida Rui Barbosa (trecho compreendido entre a Avenida do Gavião e Rua Lúcio Mendonça); Rua São Pantaleão (trecho compreendido entre a Rua das Cajazeiras e Rua Lúcio Mendonça). A interdição será de sexta-feira (1º) a terça (5), das 11h às 3h.

Passarela do Samba

A interdição do trânsito na Passarela do Samba, será localizada na Avenida Vitorino Freire e Fonte do Bispo e garantirá a realização do Carnaval de passarela em São Luís. Ocorrerá de sexta-feira (1º) a terça (5), no horário das 17h às 5h e compreenderá da Fonte do Bispo até a Capela de São Pedro (antiga rotatória do Bacanga). Será interditada apenas a via mais próxima da passarela (sentido Bacanga). O desvio será pela Rua das Cajazeiras e Avenida Guaxembuba.

Beira-Mar

Na Beira-Mar, a SMTT irá restringir a circulação de veículos, a partir do sábado (2) até a terça-feira de Carnaval (5), a partir das 12h. A interdição ocorrerá em cinco pontos distintos. Na Ponte Bandeira Tribuzzi e Avenida Camboa todos os acessos à Avenida Beira-Mar serão fechados, assim como na Rua Barão de Itapary (acesso à Praça Maria Aragão) e na Rua do Egito com Rua dos Afogados (no acesso à Ponte do São Francisco).

No sentido Beira-Mar pela Praia Grande, a interdição ocorrerá na rampa de acesso ao Palácio dos Leões, e o trânsito será desviado pela Praça Pedro II. No São Francisco, haverá interdição da Avenida Castelo Branco e o trânsito sentido Centro será desviado pela Rua das Paparaúbas seguindo pela Ponte Bandeira Tribuzzi.

Transporte Coletivo

Em relação ao transporte coletivo, a SMTT informa que no período de Carnaval 2019 todas as linhas e serviços do Sistema Municipal de Transportes Coletivo deverão operar a partir das 12h do domingo (3) até às 12h de quarta-feira (6) com frota total prevista para os dias de sábado. A frota de apoio dos terminais será mesma prevista para os dias úteis.

A SMTT, considerando a necessidade de manter a oferta de transporte coletivo urbano, durante as comemorações dos eventos que serão realizados no Carnaval 2019, em São Luís, informa que o serviço de ônibus terá alterações nos horários e nos trajetos do Centro da cidade.

Em função do fechamento parcial da Avenida Beira-Mar, Anel Viário e Ponte do São Francisco as rotas das linhas de ônibus que passam nesses locais serão alteradas da seguinte forma:

· Linhas que operam pela Ponte do São Francisco destino Terminal da Praia Grande e Centro devem desviar pela Rua das Paparaúbas, Ponte Bandeira Tribuzzi, Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

· Linhas que operam pela Avenida Getúlio Vargas (Monte Castelo) destino Terminal da Praia Grande devem passar pela Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

· Linhas que operam pela Ponte Ponte Bandeira Tribuzzi, devem desviar Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

· Linhas que operam pela Avenida Beira Mar sentido Bacanga/Areinha/Avenida dos Africanos, devem desviar na Fonte do Bispo, Rua das Cajazeiras, Avenida Guaxenduba, Areinha e segue itinerário normal. (devido a interdição na Passarela do Samba).

A SMTT informa ainda que durante o período de Carnaval as equipes de plantão de trânsito e transportes estarão trabalhando 24 horas e solicitações de apoio podem ser acionados por meio do telefone da Central de Operações SMTT: 3214-1123.

Urgente! TRT-MA manda suspender greve de ônibus em São Luís

Foto Reprodução

O Tribunal Regional do Trabalho concedeu nesta quinta-feira, dia 28, o pedido de liminar formulado pela Procuradoria Geral do Município e determinou a suspensão do movimento grevista dos rodoviários, sob pena de multa, diária, no valor de R$ 5 mil.

O pedido foi formulado pela Procuradoria do Município em sede de Tutela Cautelar Antecedente (ação de caráter preparatório a uma eventual petição inicial) tendo como argumentos principais o fato de que a greve foi deflagrada de forma ilegal e abusiva, porque não foram observados os requisitos legais cabíveis para essa medida, como por exemplo, não foi informado o percentual de trabalhadores que permaneceriam em atividade, bem como não houve comunicação prévia à coletividade pelos meios de comunicação disponíveis, em especial, face à essencialidade do serviço público de transporte coletivo.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão – STTREMA, por sua vez, justificou que o movimento se deu ao fato de que o Sindicato Patronal não teria cumprido a Convenção Coletiva de Trabalho e um Acordo Judicial firmados nos autos de outro processo. Acerca dessa alegação, a Justiça Trabalhista afirmou que está apreciando o caso para adotar as providências cabíveis e que diante disso, não merece prosperar o movimento grevista.

“Entendemos como legítimo o direito dos trabalhadores exercitarem a greve, mas neste caso específico não estão presentes os requisitos que autorizam essa medida, uma vez que o suposto descumprimento de acordo e da convenção já se encontrarem sob apreciação judicial. Dessa forma, agimos para preservar o interesse dos milhares de cidadãos de São Luís que todos os dias precisam utilizar o transporte público”, afirmou o Procurador Geral do Município, Marcos Braid.

Justiça do Trabalho e Prefeitura de São Luís pressionam empresários a cumprirem acordo

Secretário Canindé Barros
Secretário Canindé Barros

A medida partiu do Desembargador Gerson de Oliveira, do Tribunal Regional do Trabalho, que determinou que em 72 horas, os empresários apresentem informações sobre o cumprimento ou não do acordo, celebrado em dezembro de 2018, no que se refere à nova Convenção Coletiva de Trabalho, que garante inúmeros direitos aos Rodoviários. Se essas informações não forem prestadas no período estipulado, os patrões pagarão multa diária de R$ 5 mil.

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, também já se posicionou sobre o impasse. De acordo com o Secretário Canindé Barros, os empresários que não cumprirem o acordo, correm o risco de serem expulsos do sistema. O Sindicato dos Rodoviários, inclusive, já está repassando a Procuradoria Geral do Município, detalhes sobre quais empresas de ônibus, constantemente, descumprem a Convenção, para que medidas sejam adotadas, como forma de punir os representantes legais.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, mantém a palavra, no que se refere ao anúncio feito na última terça-feira (26). O prazo de 72 horas está correndo e ao final dele, se nenhum posicionamento for dado pelos patrões, na manhã de sábado (02), a Grande São Luís amanhecerá sem ônibus circulando pelas avenidas.

“Primeiro é preciso esclarecer a toda a população, que em hipótese alguma, não é interesse da entidade causar qualquer tipo de transtorno aos usuários do transporte público, em pleno período carnavalesco. Toda essa situação está sendo provocada pelos próprios empresários, que além de não respeitarem os trabalhadores, não estão nem aí para a Justiça do Trabalho, onde esse acordo foi celebrado no fim do ano passado, tão pouco para a Prefeitura de São Luís, que é quem regulamenta o serviço e principalmente, não demonstram a menor preocupação com vocês usuários, que no começo desse ano, já foram penalizados com o aumento das tarifas, o que era uma exigência dos patrões e mesmo assim, ainda não estão tendo um transporte público de qualidade. Por isso, peço que vocês, usuários do transporte público entendam, que se os ônibus pararem na capital no próximo sábado, não será culpa dos Rodoviários, que apenas estão reivindicando pelos seus direitos. Essa responsabilidade será inteiramente dos patrões, que estão sendo omissos, irresponsáveis e intransigentes”, conclui Isaías Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Ascom Sind. Rodoviários – MA

Prefeitura de São Luís paga salários dos servidores municipais nesta sexta (1°)

Prefeito Edivaldo Holanda Jr

A Prefeitura de São Luís irá pagar nesta sexta-feira, 1º, os salários dos servidores públicos municipais referentes ao mês de fevereiro. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior segue cumprindo o compromisso com os servidores efetuando o pagamento do funcionalismo em dia, cumprindo a data estabelecida no calendário de pagamentos para este ano. O montante depositado aquecerá a economia ludovicense durante o carnaval.

Segundo Edivaldo, o pagamento em dia é uma das prioridades da gestão. “A regularidade do pagamento integra a política de valorização do servidor que presta importe serviço à população e nos ajuda a construir uma cidade melhor para todos “ disse o prefeito.

De acordo com o Secretário Municipal da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues, a gestão tem constantemente se organizado para dar continuidade as ações que beneficiam o cidadão e a cidade. “Apesar das dificuldades econômicas que o poder público municipal vem sofrendo, o prefeito Edivaldo tem constantemente planejado ações para conter a crise financeira”, acrescentou.

Para ter acesso às informações sobre seus vencimentos, os servidores municipais podem se dirigir a qualquer terminal de auto-atendimento do Banco do Brasil, através do contracheque eletrônico e acessar a opção “Outros Serviços”, escolher a opção “Contracheque BB” e depois informar o número da matrícula e o mês desejado do documento. As informações também podem ser acessadas pelo site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, informando a matrícula e a senha.

Adriano Sarney entra no debate eleitoral de São Luís

Deputado Adriano Sarney. Foto: Agência Assembleia

Se é verdade que o governo Flávio Dino (PCdoB) já trabalha a todo vapor para posicionar bem seus aliados como candidatos a prefeito de São Luís, é real a movimentação de pelo menos um nome da oposição aos comunistas: o deputado estadual Adriano Sarney (PV).

E isso ficou mais claro no fim de semana, quando da publicação de mais um dos seus artigos na edição de fim de semana de O Estado.

Disposto a entrar no debate sobre a sucessão, o parlamentar do PV dá mostras de que está preparando um arsenal interessante de argumentos para discutir a cidade.

O tema da vez foi mobilidade urbana. Ou “imobilidade”, como ele fez questão de frisar.

– Nos últimos 30 anos o legado do partido [PDT] na construção de grandes empreendimentos na mobilidade urbana se resume a um punhado de terminais da integração, a reconstrução da avenida Santos Dumont e o prolongamento da avenida litorânea – destacou.

Para ele, a gestão do atual prefeito, Edivaldo Holanda Jr. (PDT), terminará “de forma melancólica”.

– O prefeito Edivaldo terminará uma década de mandato de forma melancólica. Muitos aumentos de passagens, uma licitação vendida como solução que em nada mudou a vida do ludovicense e obras pequenas apresentadas como grandiosas revoluções na engenharia. O completo vazio de ideias é desolador – acrescentou.

Ainda falta mais de um ano para a eleição. Mas numa semana em que houve quem, do lado do governador, abdicasse de uma potencialmente forte pré-candidatura, na oposição vai-se consolidando o nome de Adriano.

Fonte: Blog do Gilberto Léda

Prefeitura implantará sistema que mostra em tempo real fluxo de atendimento no Socorrão II

Foto Divulgação
Foto Divulgação

A Prefeitura de São Luís está trabalhando na implantação de um novo dispositivo de alerta luminoso que indicará o real fluxo de pacientes do Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão II) . A ação reforça a política de saúde da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus). A medida visa orientar os profissionais de cada setor na tomada de decisões imediatas visando à agilização do atendimento aos pacientes e à fluidez dos serviços no hospital que tem diminuído drasticamente a permanência de pacientes nos corredores. O dispositivo é mais uma ação que integra um conjunto de melhorias concretas executadas pelo município para a otimização do fluxo de atendimento no Socorrão II resultado da implementação do projeto Lean nas Emergências, instituído pelo Ministério da Saúde com consultoria do Hospital Sírio-Libanês para dinamizar o atendimento em emergência de hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, conta que o dispositivo é físico e composto por lâmpadas indicativas por cores (branca, verde, amarela e vermelha), que serão colocadas em pontos estratégicos do hospital para que todas as equipes dos setores envolvidos tenham visibilidade. Elas serão acionadas para alertar a real situação da lotação do hospital naquele exato momento. O dispositivo integra o Plano de Capacidade Plena (PCP), que está sendo implantado no Socorrão II elencando um conjunto de ações que devem ser adotadas para a diminuição da superlotação da unidade.

“Nesse plano identificamos alguns gatilhos que vão mostrar em que nível de capacidade o hospital está. Em cada nível vai acender uma luz específica. A de cor branca, por exemplo, mostra que a lotação está em nível 1, o que indica que há pacientes entubados no pronto-socorro aguardando leito de UTI. O trabalho é feito de forma integrada e cada setor ou profissional saberá agir em cada situação em sua área, para melhorar o fluxo ao ser alertado da lotação da unidade. Todas estas medidas integram o plano de ação da gestão do prefeito Edivaldo para a área da saúde”, explicou Lula Fylho.

Já em nível 2 de superlotação, por exemplo, acenderá a luz amarela, conforme observa o secretário. Esse é o nível intermediário de superlotação. A vermelha alerta a lotação máxima permitida, o que acarretará um envolvimento ainda maior de todas as equipes do hospital. A luz verde indica que o hospital está atendendo dentro se sua capacidade normal. O sistema será operacionalizado pelos enfermeiros do pronto-socorro, que têm uma visão geral da lotação.

Para discutir a operacionalização do Plano de Capacidade Plena (PCP) do Socorrão II, a equipe de profissionais do Hospital Sírio-Libanês realizaram esta semana reunião do Projeto Lean nas Emergências. Participaram do encontro profissionais de cada setor do pronto-socorro, e o dispositivo de alerta luminoso foi um dos pontos discutidos.

Segundo o médico do projeto Lean nas Emergências, Gustavo Schulz, os resultados obtidos a partir da implantação das medidas do projeto são gigantescos. “A melhora do atendimento aqui no Socorrão II é perceptível. Da primeira reunião que tivemos aqui até hoje, percebemos a imensa diferença, com fluxo muito mais ágil e as decisões sendo tomadas em um processo muito mais rápido e eficaz. E o Plano de Capacidade Plena é crucial para melhoramos ainda esses fatores, pois o pronto-socorro não lota de uma hora pra outra, mas sim com o aumento gradual e a falta de saída de pacientes. Então, com a medida, conseguimos identificar isso em tempo ágil e todas as equipes saberão o que fazer para devolver o hospital aos índices normais de rotina. As ações são previamente elencadas para que cada um tome decisão acertada”, disse Gustavo Schulz.

Segundo Schulz, a melhoria do fluxo na unidade pode ser traduzida em números. Segundo ele, antes da implementação do projeto Lean nas Emergências, o Socorrão II já chegou a apresentar um índice NEDOCS de 2.100 (indicador americano de superlotação em emergência hospitalar, validado no Brasil, cujo índice aceitável é abaixo de 50). Após à implantação das ações na unidade, esse índice já chegou a registar um pico de 49. “Um valor que para a realidade brasileira é espetacular”, frisou Gustavo Schulz.

O médico do Lean nas Emergências também aponta outro indicador positivo apresentado no Socorrão II: o indicador LOS – Lenght of Stay, outra sigla internacional que mede o tempo de espera nas unidades de emergência. No Socorrão II, esse índice caiu 50%, no quesito ‘tempo do paciente que não interna’, que era de quatro horas e meia e baixou para cerca de duas horas.

Novas salas

Foto Divulgação

Além desse novo dispositivo luminoso de alerta sobre a lotação da unidade, outras medidas também foram executadas para a melhoria do fluxo de paciente no Socorrão II. Entre elas estão a inauguração de novos setores assistenciais inéditos na saúde do Maranhão, como a criação da Sala de Curta Permanência e a Sala de Decisão Médica.

Sobre os novos setores criados para melhorar o fluxo de pacientes e evitar filas de espera, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explicou a funcionalidade desses espaços. Segundo ele, a Sala de Curta Permanência é o local onde o paciente que teve indicação de internação fica hospitalizado por até 72 horas, período em que é avaliada sua permanência. Dependendo da necessidade do paciente, este poderá seguir também para um leito dentro do próprio hospital ou de transferência, de cirurgia ou obter alta médica.

Também foi implantada a Sala de Decisão Médica, um novo espaço onde o paciente fica após ser atendido nos consultórios do pronto-socorro, aguardando a realização de exames laboratoriais ou de imagem. Quando os resultados dos exames são disponibilizados, o médico sai do consultório e reavalia o paciente nessa sala para decidir sobre o desfecho do seu tratamento. Na Sala de Decisão Médica, também permanece uma equipe de enfermagem realizando os cuidados na área e acompanhando os pacientes na realização dos exames. O paciente é acomodado de forma confortável nesse ambiente até nova avaliação de seu quadro clínico.

Agora, com a nova dinâmica de trabalho implementada no Socorrão II, o paciente que chega em situação de emergência e necessita de intervenção imediata de até 10 minutos terá atendimento realizado nas salas vermelha e laranja. A equipe responsável pelo atendimento está treinada para atender pacientes graves e dar a melhor condução ao tratamento necessário.

Felipe Camarão: “Retiro meu nome de qualquer especulação para candidatura a prefeitura…”

Felipe Camarão, Secretário de Educação

Ao que tudo indica Felipe Camarão, atual secretário de educação do Estado, será mantido no posto, bem como os secretários estaduais que vêm desempenhando um bom trabalho nas suas respectivas pastas, casos de Carlos Lula, na Saúde, Clayton Noleto, na Infraestrutura e Marcellus Ribeiro, na Fazenda.

Desta forma, Felipe Camarão confirmou que não concorrerá ao cargo de Prefeito de São Luís, em 2020. O nome do atual secretário de educação vinha sendo ventilado. Felipe disse que o foco é permanecer ao lado do governador Flávio Dino, trabalhando pela educação do Maranhão. Veja abaixo:

Amigos e amigas,

Nos últimos dias venho recebendo inúmeros questionamentos sobre possível candidatura para Prefeitura de São Luís, o que me faz escrever esta mensagem, para vocês, destacando que meu foco é continuar ajudando o governador Flávio Dino no grande desafio do Maranhão, que é a EDUCAÇÃO. Trabalho diuturnamente para garantir mais escolas, mais professores, melhor IDEB. São muitas ações para que tenhamos uma educação pública de qualidade, que não dá para desvirtuar meu foco sendo pré-candidato.

Conversei com o governador e decidi que o melhor caminho a seguir é continuar focado no trabalho educacional que venho executando, sob o seu comando. Retiro meu nome de qualquer especulação para futura candidatura à Prefeitura. O foco é educação para todos e não eleição!

Felipe Camarão

Fonte: Blog do Eduardo Ericeira