Pesquisa mostra que 70% da população ribamarense aprova administração de Dr.Julinho

Que São José de Ribamar vive um novo tempo e uma nova história não é novidade. Uma pesquisa aponta que 70% da população aprova a gestão do prefeito Dr. Julinho. A pesquisa só confirma o que é visível aos olhos de quem mora ou visita a cidade, que desde janeiro tem à frente um gestor que está transformando o município e melhorando a qualidade de vida dos ribamarenses .

A pesquisa popular foi realizada neste mês de outubro pelo Escutec e ela mostra uma ampla aprovação da administração do prefeito de São José de Ribamar: 37% acham o governo bom ou ótimo e quando contabilizada a avaliação regular, o índice vai para 70%.

Para 11% da população, a administração do prefeito Dr. Julinho é ótima, para 26% boa, para 33% é regular, 11% ruim, 15% péssima e 4% não sabem ou não responderam. Em uma escala geral, 59% da população aprova a gestão.

Foram ouvidas 1.000 pessoas em todos os bairros do município. É importante destacar que Julinho encontrou a prefeitura afundada em dívidas e a cidade em situação de verdadeiro abandono. Além de todo esse caos, Julinho precisou lidar com a crise gerada pela Pandemia de Covid-19.

Mesmo com tudo isso, os salários de todos os servidores e aposentados estão rigorosamente em dia; a saúde e educação estão a todo vapor.

Cabe destacar, que a vacinação serviu de exemplo, as obras estão em todas as partes da cidade e projetos de combate à fome foram executados. Com esse conjunto de ações, Ribamar respira ares de desenvolvimento e retribui ao prefeito Júlio Matos com essa aprovação histórica.

Alvo da PF, vereador que trocou votos por consultas em Ribamar é declarado inelegível

Vereador Serra Alta

O vereador Leonardo Martins Pereira, mais conhecido como ‘Serra Alta’, de São José de Ribamar, foi declarado inelegível por oito anos, após solicitação da Promotoria da 47ª Zona Eleitoral, por abuso de poder econômico e político, além de captação ilícita de sufrágio durante a campanha de 2020. Pereira também pagará multa de R$ 4.863,30.

Proferida pela juíza eleitoral Samira Barros Heluy, a determinação judicial atende a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) e Representação ajuizadas, em dezembro de 2020, pela titular da Promotoria, Bianka Sekeff Sallem Rocha.

As manifestações ministeriais são baseadas na comprovação de retenção de títulos de eleitor, em troca de pagamento de R$ 50. Votos no então candidato também eram trocados pelo favorecimento na marcação de consultas e procedimentos junto ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Lei Mária

Durante a operação Lei Mária, realizada pela Polícia Federal, em novembro de 2020, foram encontrados na residência do vereador materiais de campanha, cópias de documentos de identificação e cartões do SUS, além de gêneros alimentícios usados para pagamento da compra de votos.

Também foi apreendida lista intitulada “Relatório de Liderança – 2020”, com nomes, telefones e endereços de eleitores recrutados, para controle da quantidade de votos comprados. Outra prova foi a grande quantidade de alimentos não perecíveis encontrada. Para a Promotoria Eleitoral, os produtos, acondicionados em período eleitoral, comprovam utilização destes para compra de votos e exibição de poder econômico.

Durante a ação da Polícia Federal, também foi revistada uma residência declarada por Leonardo Pereira no Pedido de Registro de Candidatura, cujos proprietários afirmaram não conhecê-lo.

Na casa de um cabo eleitoral do vereador – também registrada no mesmo documento – foram apreendidas listas intituladas “Formulário de Marcação de Consulta”, com nomes e respectivos dados de 64 eleitores.

Outro cadastro encontrado na residência reforça abuso de poder político. Para Bianka Rocha, como vereador, exercendo mandato e sendo aliado do atual prefeito, Leonardo Pereira tem contatos na administração pública, em especial, junto à Secretaria Municipal de Saúde, facilitando marcação de procedimentos médicos, que não deveria ser condicionada a favores políticos.

Em posse de outro cabo eleitoral do vereador, foi encontrado caderno com informações de diversos eleitores, nomes e números dos respectivos títulos.

Prefeitura de São José de Ribamar realiza Dia D de entrega do Vale Gás

Foto Reprodução

A prefeitura de São José de Ribamar, em parceria com o Governo do Estado, realiza o Dia D de entrega dos cartões Vale Gás.

A ação acontece nesta sexta-feira (1°), das 8h às 17h. O cartão será entregue nos CRAS Rural, Vila Sarney, Turiúba, Nova Terra, Trizidela da Maioba e São Raimundo.

Os beneficiários são os mesmos que foram contemplados na 1ª etapa. Quem perder o Dia D deve retirar o cartão no CRAS de referência em até 40 dias.

Cabe lembrar que a recarga tem validade de 45 dias. O cartão também será utilizado para receber a 3ª parcela.

Josimar de Maranhãozinho prestigia encerramento do grandioso festejo de São José de Ribamar

Foto Divulgação

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho esteve ontem (26), no encerramento do tradicional festejo de São José de Ribamar. O parlamentar acompanhou a solenidade ao lado do prefeito Dr. Julinho, da primeira dama Gilvana Dualibe, da deputada Helen Dualibe e do vereador João Carlos.

O festejo de São José de Ribamar é o mais tradicional do estado, uma verdadeira e autentica demonstração da fé dos maranhenses. Este ano, foi refletido sobre o tema: (São José) Pai à sombra de Deus. Tema que se inspira na carta apostólica do Papa Francisco Patris corde, onde ele afirma que são José sempre agiu com um coração de pai e sempre à sombra de Deus e da sua santa vontade.

Obra importantíssima: Jardim Tropical recebe serviço de drenagem profunda

Foto Divulgação

As máquinas estão nas ruas e a prefeitura de São José de Ribamar está trabalhando com força total no Jardim Tropical.

Foto Divulgação

O objetivo é acabar com um problema crônico no bairro, por meio do serviço de drenagem profunda e piçarramento nas ruas não pavimentadas.

Nas ruas e avenidas já pavimentadas, a Secretaria Municipal de Manutenção de Malha Viária e Logradouros Públicos (Semmav) inicia o programa de tapa-buracos, na próxima segunda-feira (13), no Jardim Tropical.

Esse serviço é só o início do que vem por aí no bairro. A Secretaria Municipal de Habitação, Obras, Serviços Públicos e Urbanismo (Semosp) iniciará, até o final do ano, o serviço completo de drenagem profunda e asfalto novo, com recurso em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Em Ribamar, Josimar diz que distribuição de renda beneficia o Maranhão

Josimar de Maranhãozinho

O deputado federal Josimar, presidente do PL no Maranhão, disse na manhã desta quinta-feira, durante cerimônia de lançamento do Cartão Merenda, no município de São José de Ribamar, que o estado não pode crescer sem distribuir renda.

Segundo o parlamentar, que é pré-candidato a governador nas eleições do ano que vem, o município ribamarense que é administrado pelo prefeito Júlio Matos – o Dr. Julinho, virou um exemplo de como estimular a economia apostando na distribuição de renda.

Nós vivemos um momento difícil, onde a pandemia abala todas as pessoas maranhenses e brasileiras, mas aqui está o exemplo do prefeito Julinho que está fazendo a diferença na distribuição de renda, que beneficia da pessoa mais vulnerável ao empresário, pois tanto o Auxilio Cidadão quanto o Cartão Merenda, aumentam o poder de compra que vai movimentar a economia local”, declarou.

É a segunda vez, em menos dois meses, que Josimar cita ações da administração ribamarense como modelo a ser seguido pelos demais municípios. No dia 28 de junho, durante sua live semanal, o parlamentar recebeu o prefeito Dr. Julinho e destacou o Programa Auxílio Cidadão – considerado o carro-chefe da gestão – como exemplo no combate à pobreza no Maranhão.

O programa do povo ribamarense é encantador por que vai de encontro com a proposta do PL que visa acabar com a pobreza no Maranhão. Garantir que as pessoas tenha sustentação que possam se alimentar todos os dias. Claro, que é o início de um projeto que vai evoluir muito. Tenho certeza que Deus ajudará e vai chegar a muito mais famílias para fazer a diferença em São José de Ribamar”, disse à época.

Em tempos de desinformação e pandemia, o blog do Isaías Rocha reforça o compromisso com o jornalismo maranhense, profissional e de qualidade. Nossa página produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Blog do Isaias Rocha

Segunda dose da AstraZeneca é antecipada em Ribamar

Foto Divulgação

A partir desta terça-feira (27), pessoas que já receberam a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca há no mínimo 2 meses em São José de Ribamar, já podem procurar um dos pontos de vacinação para aplicação da segunda dose.

Essa mudança aconteceu com base em uma nota técnica da Secretaria de Estado da Saúde, e vem para reforçar a campanha de imunização da população contra a Covid-19.

A vacinação desta semana acontece na Escola Municipal Humberto de Campos das 8h30 às 13h e em todas as UBS do município das 8h30 às 16h. Atendimento a gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e população em geral a partir dos 18 anos.

Quem está no período para tomar a segunda dose da CoronaVac deve procurar a Escola Municipal Humberto de Campos.

Manipular notícia é uma ameaça à democracia

Foto Reprodução

Muitos cidadãos bem informados já perceberam que atualmente passamos por uma guerra global de informações. A presença de informações manipuladas em notícias e mídias sociais é uma ameaça à nossa democracia e à nossa capacidade de tomar decisões bem fundamentadas.

No Município de São José de Ribamar a atual gestão. apesar de estar apenas 6 meses no governo, vem sendo vítima de ataques constantes da oposição. A tentativa de influenciar o público com afirmações duvidosas só deixa claro quais são os interesses que estão por trás das respectivas narrativas, que é de responsabilizar a atual gestão por erros do passado.

A última notícia divulgada pela base opositora de Dr. Julinho (PL) foi sobre a declaração do governador Flávio Dino durante a entrega de um conjunto de obras no bairro Jardim Turu, que disse ter se tornado prefeito de Ribamar. Mas vejamos… se as obras inauguradas neste sábado,26, iniciaram em gestões anteriores, isso não seria o mesmo que dizer, que antes do atual gestor não existia prefeito na cidade ? Na verdade o que o governador quis dizer foi : – como em Ribamar não tinha prefeito tive que assumir a responsabilidade. Para bom entendedor, meia indireta basta.

A “brincadeira” do governador que foi distorcida na intenção de atacar Julinho, na verdade, fala mais da incompetência do grupo político que passou décadas no poder e deixou a cidade de Ribamar em situação de calamidade, do que da atual gestão. Não faz muito sentido responsabilizar quem está na cadeira há 6 meses por problemas que se arrastam por 16 anos. Logo em Janeiro, a primeira coisa que Julinho recebeu foram débitos deixados por um prefeito que se despediu do mandato e deixou para o seu sucessor a espinhosa tarefa de administrá-los ou solvê-los.

Mas será que existe em nosso ordenamento remédio jurídico que o prefeito, ou demais legitimados, possam adotar para o efeito de buscar a responsabilização dos antigos gestores? Ou a lei é silente e a impunidade é inevitável? Fica a dúvida.

Hoje com tantas ferramentas virtuais, grande parte dos problemas, não só de Ribamar mas de todo o país, se deve ao fato de muitos não estudarem história política. Isso porque se não entendemos o passado, não entenderemos o presente e não saberemos o que fazer com relação ao futuro. Este aspecto torna as pessoas mais vulneráveis à toda sorte de manipulação como ocorre atualmente.

Vamos ficar atentos!

Blog do Belfort

Decisão do STF abre precedente para questionar BRK em Paço e Ribamar

BRK Ambiental. Foto Reprodução

Decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, proferida nesta quarta-feira (23/06), numa Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) interposta pelo Partido Progressista (PP) questionando o contrato de concessão de serviços de água e esgoto na Região Metropolitana de Maceió (AL), pode abrir precedente para ação contra a mesma concessionária que é responsável pelos serviços de água e esgoto nos municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar, ambos localizados na Região Metropolitana de São Luís.

No caso do contrato alagoano, Fachin deu prazo de dez dias, a contar do dia 18 de junho, para obter detalhes da proposta contratual que será executado pela BRK, uma das maiores empresas privadas de saneamento básico do Brasil.

Na ação, a legenda pede que R$ 2 bilhões oriundos do leilão dos serviços, ainda prestados pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), sejam depositados em conta judicial. A reportagem tentou confirmar detalhes do envio de dados por parte do governo para o relator Edson Fachin, mas até o fechamento desta edição, mas ainda não tivemos acesso aos dados.

Desde o início do ano o contrato da BRK Ambiental é alvo de judicialização. Em uma das ações, dentre outras coisas, a Lei Complementar Estadual n° 50/2019, que criou o Sistema Gestor da Região Metropolitana (RRM), aprovada na Assembleia Legislativa de Alagoas, chegou a ser contestada. Mas, na Justiça alagoana, a ação não avançou.

Ao relatar o processo, o desembargador Domingos de Araújo Lima Neto disse em seu despacho que mesmo os serviços sendo de responsabilidade das cidades, há necessidade de ação conjunta, ou seja, envolvendo o Estado que representou o coletivo das cidades. Deste modo, ele analisou não existir incompatibilidade entre a autonomia municipal e o interesse comum dos municípios integrantes da região metropolitana.

No caso do Maranhão, ocorreu ao inverso: mesmo os serviços sendo de responsabilidades da CAEMA – Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão, na época, não houve discussão na Assembleia Legislativa e o contrato, envolvendo apenas dois dos municípios da região, por exemplo, só ocorreu depois de aprovação de leis nas Câmaras Municipais onde foi possível criar o Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico (Cisab), formado pelos municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar. O contrato inicial foi firmado com a Odebrecht, mas de forma suspeita e questionável, foi repassado à BRK.

A decisão de Fachin ocorreu um dia depois da Câmara ribamarense realizar audiência pública para buscar soluções diante das principais queixas dos consumidores contra a concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto no município. Curioso é que assim como em Alagoas, a companhia também esconde o contrato que pode ser alvo de contestação também no Maranhão.

MARANHÃO DE VERDADE

Deputado Marreca participa de entrega de cestas básicas em Ribamar

Foto Divulgação

Nesta segunda-feira (21), o deputado federal Marreca Filho participou da entrega de 6.803 cestas básicas do Programa Comida na Mesa para o município de São José de Ribamar, ao lado do Governador Flávio Dino, do vice-prefeito Júnior Lago e da primeira-dama, Dra. Gilvana. Já são mais de 500 mil famílias beneficiadas em todo o Maranhão.

“Quero parabenizar a todos os envolvidos, pois sabemos da importância desse programa em todo o estado, principalmente, nesse momento crítico de crise sanitária em que estamos vivendo”, destacou Marreca.

A distribuição das cestas visa garantir a segurança alimentar da população do município, minimizando os efeitos da pandemia, além de promover a produção da agricultura familiar, movimentando a economia da região.