Deputado está internado na UTI do São Domingos com Covid-19

Deputado Antônio Pereira

O deputado estadual Antônio Pereira (DEM) está internado há 10 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Domingos, em São Luís, em decorrência de complicações da Covid-19.

De acordo com boletim médico divulgado na terça-feira (20) pelo Hospital São Domingos, o deputado apresenta quadro evolutivo satisfatório, sem previsão de alta hospitalar.

Dr. Antônio Pereira agradece o apoio, carinho e orações de todos. Anseia estar ao lado de familiares e amigos o mais breve possível, quando deve deixar a casa de saúde na capital maranhense.

Abaixo o boletim médico do hospital.

Boletim Médico

ACABOU A MOLEZA NO ESTADO! Todos servidores voltarão ao trabalho

Governador Flávio Dino
Governador Flávio Dino

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), alterou o Decreto n° 36.203, de 30 de setembro de 2020, que reitera o estado de calamidade pública em todo o Estado para fins de prevenção e enfrentamento à Covid-19, consolidando mais normas destinadas à contenção do novo coronavírus que entram em vigor a partir do dia 26 de outubro.

A partir desta data fica “autorizado o retorno às atividades laborais por todos os empregados, prestadores de serviço e servidores públicos
afastados”.

Os empregados, prestadores de serviço e servidores públicos que pertençam aos grupos mais vulneráveis, acaso necessitem se manter afastados de sua atividades laborais, em virtude de suas condições de saúde, deverão apresentar requerimento à empresa ou, no caso de servidores públicos, ao dirigente do órgão ou entidade a que esteja vinculado, acompanhado de atestado médico.”

Confira a íntegra: Alteração – Decreto nº 36.203, de 30 de setembro de 2020. Grupo de Risco.

Maranhão: único Estado a ultrapassar 120 dias com ritmo de contágio pela Covid abaixo de 1

Foto Reprodução

O Governo do Estado continua batendo recordes no que diz respeito ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Maranhão. O estado ultrapassou a marca dos 120 dias com a taxa de contaminação pela Covid-19 abaixo de 1 e se consolida como o único estado da federação a atingir a marca de quatro meses nessa condição.

Os dados disponibilizados pelo projeto Covid-19 Analytics, uma parceria da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostram que o Maranhão atualmente aparece em destaque, com ritmo de transmissão de 0.8.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, esse resultado positivo é fruto de um trabalho muito bem planejado do Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde. “São 4 meses com taxa de contaminação abaixo de 1, essa estabilidade comprova que a reabertura gradual das atividades econômicas no estado está acontecendo de forma responsável e esse continuará sendo o nosso caminho”, destaca Carlos Lula.

Para medir a taxa de transmissão por estado, o projeto criou uma métrica chave que adota a sigla Rt. Ela calcula, a partir dos dados de casos e mortes divulgados diariamente pelas secretarias estaduais de saúde, levando em conta as projeções realizadas pelo modelo de previsão. Dessa maneira, quando o número estiver abaixo de 1, significa que a média de pessoas contaminadas por um infectado está abaixo de uma, o que indica uma redução no ritmo da epidemia.

Depois do Maranhão, o estado que aparece em condição mais favorável é o estado da Paraíba, que há 102 dias está com o Rt abaixo de 1, cuja taxa atual é de 0.95. Seguido por Roraima, que atualmente está com a taxa de 0.99 e encontra-se há 92 dias com o Rt abaixo de 1.

Boletim médico confirma estado de saúde grave do pai de Rubens Jr

Rubão, Rubens Jr e Sueli Pereira

Foi divulgado na tarde desta segunda-feira (19), o boletim médico atestando que o pai do deputado federal e candidato a prefeito de São Luís, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Rubens Pereira (Rubão), encontra-se respirando com ajuda de aparelho e está em estado considerado grave.

O ex-prefeito de Matões está internado deste a primeira semana de outubro e encontra-se na Unidade de Tratamento Intensivo em um hospital particular em São Luís após testar positivo para a Covid-19.

Confira abaixo o boletim médico.

Boletim médico

Deputada Cleide Coutinho testa positivo para a Covid-19

Deputada Dra Cleide Coutinho

A deputada estadual Dra. Cleide Coutinho (PDT) testou positivo para o novo coronavírus (Covid-19).

Ela está assintomática, não apresenta nenhum prognóstico grave e segue os protocolos do isolamento.

URGENTE! Após Covid, Madeira desiste de candidatura a prefeito de São Luís

Carlos Madeira abre mão de candidatura

O candidato a prefeito de São Luís, o juiz federal aposentado, José Carlos Madeira, anunciou no fim da manhã desta quarta-feira (7) que não irá mais concorrer ao pleito deste ano devido a problemas de saúde.

Recentemente, Madeira foi diagnosticado com Covid-19 e ainda apresenta algumas alterações por conta da doença. Portanto, devido à extensa agenda de campanha, e, por recomendações médicas, ele decidiu abrir mão da candidatura.

Confira a seguir a Carta feita por Carlos Madeira aos ludovicenses.

CARTA AO POVO DE SÃO LUÍS

A convite de amigos, e por sugestão de pessoas simples, representantes da periferia e da zona rural, decidi aceitar o desafio de concorrer à Prefeitura de São Luís nas eleições de 2020. Trouxe comigo as minhas origens, a história de vida, a minha biografia e o desejo de trabalhar ainda mais pela nossa cidade.

Os caminhos que percorri nesses meses de pré-campanha e os primeiros dias de candidatura oficializada não foram fáceis, porque, ao lado de um time de pessoas sérias, éticas, combativas e independentes, compreendi que a luta só valeria a pena se todos abraçassem um projeto de mudança efetiva para São Luís, com uma arrojada pauta de justiça social para todas as áreas da administração municipal.

A pré-campanha foi interrompida ainda no início, por quase três meses, com as restrições decorrentes da pandemia. E no meio do caminho, antes mesmo da nossa convenção partidária, fui alcançado pela Covid-19.

Fiquei por duas semanas em isolamento, cumprindo a quarentena até receber a confirmação de que a carga viral estava zerada. Perdi cerca de oito quilos em 12 dias de hospital. Mesmo frágil fisicamente, tomei a decisão de retomar os compromissos de campanha em respeito ao povo, ao partido Solidariedade e à nossa militância.

Não sabia que o pior ainda estava por vir. Dia após dia a fadiga foi me consumindo e comprometendo a minha fala e o meu raciocínio. Só depois fui informado pelo médico que acompanha o meu caso, Dr. Serafim Gomes de Sá, de que a minha dificuldade respiratória era apenas mais uma das muitas consequências possíveis do coronavírus, aquilo que a ciência está chamando agora de Síndrome pós-Covid.

Quem conhece a minha história sabe que jamais me esquivei de responsabilidades. Mas, aconselhado pela minha esposa, pelos meus filhos e por médicos que acompanham o meu caso clínico, e em nome da minha saúde, tive que tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida: abrir mão de um projeto que hoje reputo coletivo, porque não é mais do Madeira, mas de tantas e tantas pessoas espalhadas pelos bairros e pela zona rural dessa cidade que tanto amo.

Informo, portanto, que hoje retiro a minha candidatura a prefeito de São Luís, por não ter condições físicas de dar continuidade à intensa agenda de compromissos que eu, antes de qualquer outro candidato, fiz questão de não apenas assumir, mas de registrar publicamente em cartório.

Chego até aqui sem qualquer decepção ou mágoa, mas com muita gratidão aos meus familiares e tantos amigos. Agradeço o apoio de todos que trabalharam comigo até agora – equipe de coordenação, militância e candidatos a vereador. Agradeço a compreensão dos nossos eleitores, sobretudo. Agradeço ao Capitão Jeremias, meu companheiro de chapa, pela caminhada leal e destemida.

Agradeço ao meu partido, o Solidariedade, pela acolhida e pelas trincheiras de luta que conseguimos erguer, juntos, em tão pouco tempo. Continuarei na política, como presidente do diretório municipal de São Luís, e no momento oportuno reiniciarei minha jornada partidária na busca permanente por dias melhores para o nosso povo. Porque, como Martin Luther King, continuo acreditando que “pior que o grito dos maus é o silêncio dos bons”.

Como aprendizado, levo para a vida a lição de que, para recuar de uma batalha, é preciso antes de tudo ter humildade e sabedoria para reconhecer os riscos. Faço opção por cuidar da minha saúde. E, se puder oferecer apenas um conselho, direi a todos: cuidem-se! O vírus ainda está no nosso meio e as sequelas da Covid-19 são imprevisíveis. Que Deus nos proteja!

São Luís, 7 de outubro de 2020.

José Carlos do Vale MADEIRA.

Pai de Rubens Jr, Rubão é internado em São Luís com Covid-19

Rubão, Rubens Jr e Sueli Pereira

O pai do deputado federal e candidato a prefeito de São Luís, Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Rubens Pereira (Rubão) foi internado em um hospital particular em São Luís após testar positivo para a Covid-19.

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Matões apresenta sintomas leves como febre e dor no corpo e passou por exames que confirmaram a presença do novo coronavírus.

De acordo com informações repassadas pela esposa dele, a ex-prefeita de Matões, Sueli Pereira, mãe de Rubinho, Rubão apresenta melhora mas segue internado.

Ontem, Rubens Jr também comunicou estar com Covid-19 e suspendeu todos os compromissos de campanha na capital, seguindo os protocolos do isolamento.

Flávio Dino aproveita a crise para cancelar Natal e Reveillon

Governador Flávio Dino
Governador Flávio Dino

Em entrevista coletiva, que está sendo reproduzida pelo Instagram, na manhã desta sexta-feira (18), o governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou que não haverá shows e eventos nas festas de fim ano no Maranhão por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Mesmo com a queda no número de casos e óbitos, confirmadas pelo epidemiologista Antônio Augusto Moura Silva, as apresentações estão descartadas pelo Governo que se aproveitou da crise sanitária e financeira para cancelar os eventos. O que resta, são as decorações natalinas que não vão faltar na capital.

COVID-19: óbitos caem e especialista não vê risco de nova onda em São Luís

O Médico Epidemiologista, Antônio Augusto Moura Silva, afirmou, nesta quinta-feira (17), em nova atualização sobre a situação da Covid-19 no Estado, que o número de casos e óbitos reduziu significativamente e que acha pouco provável que ocorra uma segunda onda da doença em São Luís. Confira acima.

Dr Antônio é Professor do Departamento de Saúde Pública e do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva Universidade Federal do Maranhão.

São Luís terá novo hospital estadual após a pandemia

HCI vai se tornar o Hospital Humberto Coutinho

A rede pública de saúde do Maranhão vai dispor de uma nova e moderna unidade de saúde dedicada a cirurgias. Trata-se do Hospital Humberto Coutinho, que vai ser instalado onde hoje funciona o Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), primeira unidade exclusiva para assistência a pacientes com o novo coronavírus no Estado.

Localizado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, em São Luís, o HCI foi alugado pelo Governo do Estado em abril deste ano no auge da pandemia. Até então ele era um hospital privado que estava com a maior parte dos seus serviços desativados desde 2018. Em poucos meses de funcionamento como equipamento da rede estadual de saúde, o HCI se tornou referência no tratamento de pacientes com sintomas graves da Covid-19.

O governador Flávio Dino anunciou que a criação do Hospital Humberto Coutinho integra as ações do Plano Emergencial de Empregos (PEE) Celso Furtado, pacote econômico que destina R$ 558 milhões para aquecer a economia maranhense, gerando emprego e renda aos maranhenses entre os meses de agosto e dezembro de 2020.

Geração de empregos

A obra de adequação do Hospital Humberto Coutinho se enquadra no conjunto de ações do PEE Celso Furtado voltadas para a Saúde, setor que vai receber R$ 31 milhões do Tesouro Estadual para a construção de obras como policlínicas em Presidente Dutra, Santa Inês e Açailândia, bem como o início das obras do Socorrão de Imperatriz.

Segundo o PEE Celso Furtado, as empresas que executarem as obras estaduais como a do Hospital Humberto Coutinho ficarão responsáveis por oferecer as vagas de empregos.

Com os investimentos e as compras feitas pelo governo estadual via PEE, a projeção é que o volume de empregos gerados até o final do ano se mantenha no mesmo patamar alcançado entre agosto e dezembro de 2019, que foi de 62.927 admissões, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.