Lei Aldir Blanc é sancionada e Maranhão receberá R$ 114 milhões

Festa Junina no Maranhão
Festa Junina no Maranhão

A Lei Aldir Blanc, aprovada pelo Congresso Nacional, foi sancionada e garantirá o repasse de R$ 3 bilhões para o setor cultural de Estados e municípios durante a pandemia da covid-19. A medida garante o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para profissionais do setor. Artistas e estabelecimentos culturais do Maranhão irão receber R$ 114,4 milhões para enfrentar os efeitos da crise causada pelo coronavírus. O valor inclui repasses diretos de cerca de R$ 114 milhões para o Maranhão, sendo R$ 61,3 milhões para o governo estadual e R$ 53 milhões para os municípios. O senador Weverton (PDT-MA) comemorou a nova lei.

O setor cultural precisa desses recursos. O momento é crítico. No Maranhão, por exemplo, nós temos apresentações tradicionais neste período junino que foram canceladas. Quantos artistas deixaram de receber seu ganha pão por conta disso? Este auxílio será muito bem-vindo”, afirmou o parlamentar.

O dinheiro será repassado a Estados, Distrito Federal e municípios, que vão aplicá-lo em renda emergencial para os trabalhadores do setor, subsídios para realização de lives e manutenção dos espaços e instrumentos como editais, chamadas públicas e prêmios.

Pelo texto, o pagamento do benefício será limitado a dois integrantes da mesma família. Além disso, a mulher que for mãe solteira e chefe de família terá direito a duas cotas da renda emergencial.

Para receber, os trabalhadores devem comprovar atuação no setor cultural nos últimos dois anos, cumprir critérios de renda familiar máxima, não ter vínculo formal de emprego e não receber o auxílio emergencial federal. O auxílio também não será concedido a quem receber benefícios previdenciário ou assistenciais, seguro-desemprego ou valores de programas de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família.

PF faz buscas no Maranhão com alvo em bolsonaristas que atacam o STF

Foto Reprodução

A Polícia Federal realiza operação nesta terça-feira (16) para cumprir 21 mandados de busca e apreensão em seis  Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão e Santa Catarina. As ações foram autorizadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

O inquérito refere-se a atos subversivos praticados por bolsonaristas contra a democracia.

Aguarde mais detalhes sobre a operação.

Respiradores pedidos ao Governo Federal por Roberto Rocha chegam no Maranhão

Foto Reprodução

O município de Balsas recebeu, nesta quinta-feira (11), dez respiradores, dos cinquenta enviados pelo Governo Federal ao Maranhão, por meio de solicitação do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) ao Ministério da Saúde.

A solicitação do senador Roberto Rocha pelos 50 respiradores, 30 para a rede estadual e 20 para as prefeituras, foi reiterada ao próprio Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante uma agenda na cidade de Águas Lindas de Goiás. Na ocasião, Bolsonaro reafirmou a entrega dos respiradores para o Maranhão.

No ofício enviado ao Ministério da Saúde pelo senador maranhense, dez respiradores seriam para Balsas, dez ao hospital de Pinheiro e dez para Santa Inês. Os outros 20 respiradores iriam para a rede municipal, sendo dez para Imperatriz e dez para Caxias.

A prefeitura municipal de Balsas fará a destinação dos 5 respiradores de UTI ao Hospital Regional, para abertura de novos leitos de UTI. Os 5 respiradores de transporte ficarão à disposição da UPA e do Hospital de Campanha Dom Enemésio para estabilização de pacientes e transporte quando necessário.

Maranhão é o 3º Estado que mais testa para coronavírus no país

Foto Reprodução

Com mais de 90 mil testes realizados, o Maranhão agora ocupa a 3ª colocação no ranking nacional dos estados que mais realizam a testagem para a detecção do novo coronavírus. Os dados divulgados nesta quarta-feira (10) mostram que o estado subiu mais três posições depois da última avaliação, realizada ainda no mês de maio, quando o Maranhão ocupava o 6º lugar em número de testagem.

Até a última terça-feira (09), já haviam sido realizados 93.111 testes para diagnóstico da Covid-19. Só nos últimos 18 dias foram realizados quase 60 mil testes e, nesta quinta-feira (11), começou a distribuição de mais de 50 mil testes rápidos para os 217 municípios do Estado.

A intenção é massificar a testagem para identificar os positivados e isolá-los, a fim de evitar a transmissão. A testagem é importante também para termos um panorama da situação em cada região, para seguirmos com o planejamento das ações de expansão da rede de assistência e a adoção de outras medidas referentes à pandemia”, afirmou secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

As informações sobre testagem são disponibilizadas nos sites oficiais das secretarias de Saúde de cada Estado e reunidas pelo Conecta SUS, suporte tecnológico e informativo do Governo do Maranhão que monitora todas as informações em Saúde.

O Maranhão vem avançando na testagem para diagnosticar o novo coronavírus e isso tem sido demonstrado no ranking nacional, onde hoje ocupamos a 3ª posição. Buscamos alcançar o maior número de pessoas para tentar minimizar a curva de contágio e diminuir a contaminação da população”, diz o gestor do Conecta SUS, João Cunha.

Ocupando os primeiros lugares no ranking, aparecem os estados do Ceará (159.416) e Distrito Federal (147.226) respectivamente. Nas últimas colocações estão Roraima (9.581), Amazonas (6.183) e Tocantins (6.010).

Maranhão é o Estado do Nordeste que menos perdeu empregos por causa do coronavírus

Obras para novos leitos contribuíram para sustentar emprego (Foto: Divulgação)

O Maranhão foi o Estado do Nordeste que menos perdeu vagas de emprego com carteira assinada entre janeiro e abril deste ano, período fortemente impactado pela pandemia do coronavírus.

No Brasil todo, houve perda de 763.232 empregos formais nos primeiros quatro meses do ano, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho.

No Nordeste, a queda foi de 190.081 vagas com carteira. E no Maranhão, foi de 3.959 postos de trabalho.

Ou seja, o Maranhão ficou com 0,5% do corte de vagas do Brasil. Em outras palavras, a cada 200 empregos perdidos, apenas um foi no Maranhão.

Entre os estados do Nordeste, o Maranhão foi aquele que menos perdeu empregos formais em 2020, até o momento. Mais uma prova da falsa dicotomia entre cuidar da saúde e da economia. Lutamos em todos os âmbitos, todos os dias”, disse o governador Flávio Dino.

Em termos porcentuais, o Maranhão teve a menor variação negativa no Nordeste e a sétima menos favorável entre todas as 27 unidades da federação.

Medidas econômicas

Para combater os efeitos negativos da pandemia na economia, o Governo do Maranhão lançou uma série de medidas, tanto no mercado formal quanto no informal.

Houve contratação de mais de mil profissionais da saúde por seletivo, contratação de mais de 600 artistas locais para shows online, compras antecipadas de diárias de hotéis e pousadas para serem usadas por estudantes, contratação de guias online e compra de peças de artesanatos.

A economia também foi movimentada pela compra de 440 mil máscaras feitas por costureiros e costureiras, pela compra de voucher de profissionais de beleza e pela compra de itens da agricultura familiar para a distribuição de 200 mil cestas básicas.

As obras que levaram a 1.519 leitos exclusivos para coronavírus na rede estadual também contribuíram para sustentar o emprego no Maranhão.

Homem que ameaçou juiz do ‘lockdown’ pela internet é preso no Paraná

Juiz Douglas de Melo Martins

Edson Douglas Oliveira de Freitas, de 29 anos, foi preso em Curitiba, nesta terça-feira (12), pela Polícia Civil do Paraná (PCPR), em apoio à Polícia Civil do Maranhão, em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

O suspeito ameaçou de morte, através da internet, o juiz titular da vara de interesses Difusos e Coletivos da Comarca de São Luís, Douglas Martins de Melo, que decretou o ‘lockdown’ na Grande Ilha na semana passada. Uma das mensagens dizia que o juiz iria morrer, caso não voltasse atrás na decisão do bloqueio.

A operação conjunta teve inquérito presidido pelo delegado Odilardo Muniz, da Polícia Civil do Maranhão, e contou com o apoio da Comissão de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça do Maranhão, presidida pelo desembargador Raimundo Barros. O próprio juiz Douglas Martins anunciou o nome do suspeito, assim que foi informado.

Computadores e aparelhos celulares foram apreendidos em mais dois mandados de busca e apreensão que foram cumpridos hoje no bairro Xaxim, na capital paranaense.

Covid-19: Brasil tem quase 65 mil pacientes recuperados; 1.742 no MA

Paciente recuperado no no Hospital Dr. Carlos Macieira em São Luís

O Ministério da Saúde registrou, até as 19h deste domingo (10), 162.699 casos de coronavírus em todo o Brasil e 11.123 mortes provocadas pela doença. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Do total de casos confirmados,64.957 são considerados recuperados (39,9%) e outros 86.619 estão em acompanhamento (53,2%). No Maranhão já são 1.742 recuperados da doença.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 6.760 casos nos sistemas oficiais do Governo Federal, além de 496 novos óbitos, dos quais 132 ocorreram nos últimos três dias. Ou seja, a maior parte das mortes refere-se a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje após investigação concluída ou em andamento. Outros 1.892 óbitos seguem em investigação.

Apesar de muitos municípios brasileiros ainda não registrarem casos confirmados nem óbitos da doença, de maneira geral o coronavírus está presente em todos os estados brasileiros. São Paulo segue concentrando a maior parte das notificações, com 44.411 casos e 3.608 mortes, seguido do Rio de Janeiro, que tem 16.929 confirmações e 1.653 óbitos. Os estados que apresentam o menor número de notificações são Mato Grosso do Sul, com 346 casos confirmados e 11 mortes, e Mato Grosso, que registra 502 casos e 16 mortes. Tocantins está na antepenúltima posição, com 572 casos e nove óbitos.

Situação do coronavírus até a noite de ontem – 10/05/2020
▶️ 162.699 diagnosticados com COVID-19
▶️ 86.619 em acompanhamento (53,2%)
▶️ 64.957 recuperados* (39,9%)
▶️ 11.123 óbitos (6,9%)
⏺️ 132 apresentam data do óbito nos últimos 3 dias
⏺️ 1.892 óbitos em investigação

Os dados são do Ministério da Saúde e SES.

Covid-19: Em vídeo, Flávio Dino fala da ampliação da rede de saúde no Maranhão

Em entrevista à TV Mirante, nesta quarta-feira (15), o governador do Esatdo, Flávio Dino, falou sobre o início de mais uma obra de ampliação no Hospital de Cuidados Intensivos (HCI) para implantação de mais leitos para enfrentar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Na ocasião, ele também anunciou a chegada de mais respiradores para o Maranhão. Confira acima.

Covid-19: Maranhão tem 21 mortos, 269 infectados e 54 recuperados

Foto Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) contabiliza mais 51 casos positivos por laboratório de COVID-19 no Maranhão. De acordo com o dado, sobe para 344 o número de casos positivos, sendo 21 óbitos. A SES registra, ainda, 54 pessoas recuperadas.

Atualmente, 16 municípios tem casos confirmados de Covid-19 no Maranhão. São eles: São Luís (288), São José de Ribamar (23), Imperatriz (5), Açailândia (l ), Timon (2), Santa Inês (l ), São Benedito do Rio Preto (l ), Raposa (2), Urbanos Santos (l ), Cajapió (l ), Colinas (l ), Paço do Lumiar (14), Cantanhede (l ), Chapadinha (l ), Viana (l) e Cachoeira Grande (l).

A SES confirma mais cinco óbitos. Trata-se de mulher, de 34 anos; homem, de 88 anos; mulher, de 54 anos; homem, de 57 anos e mulher, de 87 anos. Todos residentes em São Luís. Neste momento, a SES registra 21 óbitos, sendo 19 em São Luís e dois em Paço do Lumiar.

Até o momento, a faixa etária com maior número de casos registrados é de 30 a 39 anos com 101 casos. Em segundo lugar, a faixa etária entre 40 a 49 anos com 88 casos positivos registrados. Quarenta e cinco casos foram registrados entre pessoas da faixa etária de 50 a 59 anos.

Em função da retificação de dados, a SES informa que foi aplicada a correção de endereço de três casos positivos, anteriormente registrados em São Luís, foram notificados em Imperatriz, Cachoeira Grande e São José de Ribamar.

Confira aqui i boletim completo.

Urgente! Cresce 100% o nº de mortos por coronavírus no Maranhão; já são 8 óbitos

Foto Reprodução

Chegamos, nesta manhã, a 204 casos confirmados de coronavírus e a 8 óbitos. Reiteramos o chamado à colaboração no que se refere ao distanciamento social. Irei editar ainda hoje medidas preventivas sobre viagens na semana santa. Precisamos evitar que o vírus se espalhe ainda mais”. 

Foi o que acabou de informar através do Twitter, o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Na manhã de ontem (6) foi informado o terceiro óbito pela doença e à noite o quarto. Ambas as vítimas idosas com problemas cardíacos e hipertensão. Portanto, em menos de 12 horas o número de mortes por coronavírus no Maranhão cresceu 100%.