PM que atirou contra assaltante e matou uma pedestre na Cohab se apresenta a polícia

Marlene Campelo, vítima

Marlene Campelo Correa, de 51 anos, morreu na noite de quinta-feira (16) após ser atingida por uma bala perdida durante uma tentativa de assalto no bairro Cohab Anil I, em São Luís.

A vítima voltava para casa quando testemunhou dois criminosos em uma motocicleta tentando assaltar uma jovem. Nesse momento, um policial militar à paisana passava pelo local e, ao perceber a ação dos suspeitos, sacou sua arma e disparou contra eles.

Um dos suspeitos, identificado como Dionatha de Oliveira Pereira, de 28 anos, foi baleado na região lombar. No entanto, durante o tiroteio, um outro disparo feito pelo policial atingiu Marlene.

Os dois suspeitos conseguiram escapar. Poucos minutos depois, Dionatha foi preso próximo à Maternidade Marly Sarney, na Cohab. Ele foi levado para o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, onde passou por cirurgia. Até o momento, não há informações sobre o estado de saúde dele.

Infelizmente, Marlene Campelo não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas o óbito já havia sido confirmado.

O delegado da Polícia Civil, Felipe Freitas, que está investigando o caso, descartou a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte) e afirmou que um dos suspeitos estava usando um simulacro de arma de fogo durante a tentativa de assalto. A arma falsa foi apreendida.

Além disso, a motocicleta usada na ação criminosa também foi apreendida. A Polícia Civil continua buscando o segundo suspeito envolvido no crime.

O autor disparo que vitimou Marlene e atingiu um dos criminosos é o segundo-sargento da Polícia Militar, Atenecy Moraes Ribeiro Filho que se apresentou à polícia e prestou depoimento na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

PMMA troca de subcomandante-geral e corregedor-adjunto

Coronel Nilson Ferreira, novo subcomandante geral da PMMA

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) realizou a transmissão do subcomando-geral e da corregedoria-adjunta da instituição durante solenidade realizada nesta segunda-feira (29), no Quartel do Comando Geral, no Calhau, em São Luís. O coronel José Ribamar Costa entregou oficialmente o cargo de subcomandante-geral ao coronel Nilson Ferreira e o coronel Marcelo Jinkings, o de corregedor-adjunto ao coronel Ijozenaldo Silva.

O secretário da Segurança Pública, Maurício Ribeiro Martins, participou da solenidade ao lado do comandante geral da Polícia Militar, coronel Paulo Fernando Moura. Ele agradeceu os serviços prestados pelos agora veteranos da corporação, uma vez que estão indo para a reserva remunerada, e desejou boas-vindas aos coronéis que chegam para somar à segurança pública no comando dos cargos aos quais estão sendo designados.

Agradeço o empenho dos coronéis Ribamar e Jinkings à frente do subcomando-geral e corregedoria-adjunta da PM. O trabalho que cada um exerceu ao longo do tempo em que estiveram nos cargos foi de grande importância para a segurança pública do Maranhão. E desejo boas-vindas aos coróneis Nilson e Ijozenaldo, que vão dar seguimento ao trabalho com o mesmo afinco e seriedade”, discursou.

O comandante da Polícia Militar, coronel Paulo Fernando também desejou boas-vindas aos novos subcomandante-geral e corregedor-adjunto da corporação. “Parabenizo esses oficiais por essa nova missão. Desejo sucesso ao coronel Nilson e ao coronel Ijozenaldo. Que Deus continue abençoando cada um deles”.

Agora subcomandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, o coronel Nilson Ferreira agradeceu a oportunidade que lhe foi dada e se comprometeu em atuar para melhorar cada vez mais a corporação. “Temos uma tarefa muito grande em harmonizar, trabalhar e fazer com a Polícia Militar seja uma instituição de excelência em seus serviços prestados à comunidade”.

Nilson Ferreira já havia ocupado o cargo de subcomandante-geral em outra oportunidade. Por último, estava à frente da chefia do Estado Maior.

Foto Divulgação

Já o coronel Ijozenaldo Silva, que assume a corregedoria-adjunta, disse estar preparado para a função. Antes, ele foi comandante de Policiamento de Área do Interior e passou por diversas outras funções dentro da corporação.

É com gratidão que nós recebemos esse cargo. Estamos prontos para assumir essa responsabilidade de forma a dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo coronel Jinkings. Junto com o secretário de segurança pública e com o comando geral, faremos um excelente trabalho, dando prosseguimento às investigações preliminares, às sindicâncias e aos inquérito policiais para dar melhor lisura e solução a todas as pendências“, pontuou.

Além dos coronéis José Ribamar Costa e Marcelo dos Santos Jinkings, os coronéis Harlan Silva do Nascimento, José Jessé Costa e Ivaldo de Jesus Soares Barbosa também vão para a reserva remunerada. Os cinco serviram à Polícia Militar do Maranhão por cerca de três décadas e foram homenageados, também na manhã desta segunda-feira, com honraria em breve cerimônia no Cassino de Praças da PM, marcando a despedida de cada um dos serviços.

Governo do Estado envia militares para reforço nas eleições no interior do Maranhão

Foto Reprodução

Um total de 11 mil policiais militares estão destacados para atuar no segundo turno das eleições, na Região Metropolitana de São Luís e municípios do interior do Maranhão. Nesta sexta-feira (28), o efetivo de 2,5 mil militares foi enviado ao interior para reforçar as ações de segurança no período eleitoral. A medida do Governo do Estado, executada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), integra as ações da operação Eleições 2022 para este segundo turno, e envolve diversos grupamentos das forças policiais. A eleição será no domingo (30).

O embarque das tropas ocorreu na manhã desta sexta-feira, com saída do Quartel do Comando Geral, no Calhau. Os militares seguirão 21 rotas com destino às cidades do Maranhão. Antecipando o planejamento, o comando da militar já havia deslocado efetivo de tropas especiais a algumas cidades do interior do estado. A data de retorno dos militares está prevista para segunda-feira (31) e das tropas especiais, dia 3 de novembro.

Antes do embarque, o comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Emerson Bezerra, orientou a tropa sobre os procedimentos a serem tomados para o que o processo eleitoral ocorra dentro da normalidade. “É um trabalho integrado com todas as forças do sistema de Segurança Pública do Maranhão e Polícia Federal. Temos a data prevista para retorno, mas, caso exista a necessidade de emprego do policiamento, esse tempo será prolongado”, informou o comandante-geral. “Estamos a postos para que tenhamos, a exemplo do primeiro turno, uma eleição tranquila, segura e com a garantia ao cidadão do seu direito democrático ao voto”, pontuou.

A exemplo do que ocorreu no primeiro turno das eleições, os reforços militares foram enviados a todas regiões do Maranhão. Além da Região Metropolitana de São Luís, os policiais atuarão nas 217 cidades maranhenses.

No comando da tropa do 38º Batalhão de Polícia Militar, o tenente Santana destacou a relevância da operação militar. “Tivemos um primeiro turno tranquilo e nossa expectativa é que o mesmo ocorra no segundo turno. Que nossos militares reforcem esse trabalho em todo o estado e possam retornar com o dever cumprido. Estamos a serviço do nosso Estado para garantir a segurança dos eleitores”, ressaltou.

A Polícia Militar do Maranhão garantiu uma grande estrutura para o período eleitoral, que inclui 1.286 viaturas, cinco helicópteros do Centro Tático Áereo (CTA) que estarão em cidades estratégicas – além da capital -, motos, efetivo da Cavalaria e demais grupamentos da militar.

O trabalho conta ainda com participação da Polícia Federal com o Exército Brasileiro que estará em 36 localidades; a Polícia Civil e Polícia Judiciária do estado reforçando as delegacias de plantão em todo o Maranhão; e Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão na guarda das urnas.

Sai a lista dos 300 nomeados na Polícia Militar e 46 da Polícia Civil do MA; confira

Polícia Militar do Maranhão

Foi publicada no Diário Oficial do Estado do Maranhão a lista com nomes dos 300 candidatos aprovados e classificados no último concurso público da Polícia Militar nomeados esta semana pelo governador Carlos Brandão.

Além dos 300 novos policiais militares, foram nomeados 13 delegados, 13 escrivães e 13 investigadores, além de 7 peritos da Polícia Civil do Maranhão.

A lista completa você confere na edição publicada na última terça-feira (23) a partir da página 13 do caderno.

Acesse aqui: Diário Oficial – Poder Executivo

URGENTE! Assalto com reféns em clínica no Turu, em São Luís

Assalto na Clínica da Família em São Luís

Militares da Polícia e Corpo de Bombeiros encontram-se nesse momento em uma ocorrência na avenida São Luís Rei de França, na Clínica da Família. Trata-se de um assalto com reféns. A via está interditada.

Polícia tenta liberação de reféns

Estão a frente das negociações com assaltantes que estão no interior da clínica com reféns, o Tenente Coronel da PMMA Clodoaldo e o Capitão Givanildo do BOPE.

Confira imagens registradas no local.

Em tempo…

Após quase quatro horas de negociações com militares, os bandidos se entregam à polícia e libertaram todos os reféns. Todos ilesos.

Homem teria tentado matar esposa jogando carro em bueiro; veículo pega fogo

Homem foi detido por policiais militares na Vila Embratel

Um homem que não teve a identidade revelada, aparentemente embriagado, foi detido pela Polícia Militar no bairro Vila Embratel, na manhã desta segunda-feira (8). Ele teria tentado contra a vida da esposa e dele mesmo jogando o veículo que dirigia, um  Corola preto em um bueiro.

Com a queda o veículo pegou fogo na parte traseira. O Corpo de Bombeiros foi acionado.

Acompanhe imagens abaixo.

ESCÂNDALO: Sem juiz de plantão no Fórum de São Luís, PM é obrigado a soltar presos com drogas

TC Brandão no Fórum de São Luís

Policiais militares tiveram que liberar quatro pessoas presas com drogas na região da Santa Efigênia, em São Luís, na noite de ontem (15).

Isso por que ao chegarem na Delegacia de Polícia Civil da Cidade Operária a guarnição foi informada de que os presos não poderiam ficar detidos no local, somente se houvesse autorização judicial.

Daí então os policiais militares levaram os presos até o Fórum de São Luís e tentaram falar com uma juíza que estaria de plantão. Mas isso não foi possível, não havia nenhuma autoridade judiciária no local.

Sem tem o que fazer com os quatro infratores, a PM teve que liberá-los lá pelas tantas da madrugada de hoje para que a viatura seguisse em serviço.

O caso foi registrado e denunciado pelo Tenente Coronel Brandão da Policia Militar do Maranhão, comandante do 6º BPM. Confira nas imagens a seguir.

Forças de segurança do Maranhão já estão atuando para as eleições 2020

Foto Divulgação

Autoridades que compõem o Comitê de Segurança Ostensivo das Eleições 2020 estiveram reunidas na manhã desta terça, 27 de outubro, com os desembargadores Tyrone Silva e Joaquim Figueiredo, presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, respectivamente, para apresentarem seus planejamentos.

Também acompanharam a reunião o juiz eleitoral Nilo Ribeiro Filho, da 2ª zona de São Luís, o promotor Pablo Bogéa e o diretor-geral do TRE, Gustavo Vilas Boas, além de secretários e assessores do órgão, entre outros representantes das forças policiais presentes.

O desembargador Tyrone Silva justificou que a reunião teve o objetivo de alinhar estratégias e deixar todos os envolvidos na segurança cientes do que os demais estão executando, visando assim dar maior celeridade a qualquer tomada de medida urgente, por exemplo.

Por sua vez, o desembargador Joaquim Figueiredo fez algumas observações acerca da atuação dos policiais nas cidades e também esclareceu dúvidas quanto ao deslocamento de efetivo.

O Comitê de Segurança Ostensiva é composto pelo dirigentes da Justiça Eleitoral maranhense, pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual, pelas polícias Federal, Militar, Civil, Rodoviária, Corpo de Bombeiros e Exército. Eles atuam em conjunto como centro de controle, orientação e decisão para monitorar e dar celeridade a ações que necessitem de maior atenção durante o pleito.

Todos os órgãos de segurança agem juntos e estarão reunidos na sede do Regional desde o dia 14 de novembro, podendo também ser acionado a qualquer momento para intercâmbio de informações entre os membros.

Apresentações

O primeiro a apresentar seu planejamento foi o coronel Nilson, subcomandante da Polícia Militar, que mostrou que a instituição prevê gastar quase 2 milhões e meio de reais com diárias e transporte, entre outras despesas, dos cerca de 6.800 policiais que atuarão no pleito.

Já o Corpo de Bombeiros reafirmou o compromisso de contribuir para as eleições seguras, o que também foi afirmado pelas polícias federal, civil, exército e rodoviária, e ainda pela Capitania dos Portos.

O Exército, via 24º Batalhão de Infantaria de Selva, em especial, tem contribuído com o Regional no armazenamento e distribuição das 69 toneladas de equipamentos de proteção individual doados à Justiça Eleitoral.

O primeiro turno das eleições 2020 está marcado para ocorrer dia 15 de novembro, entre 7h e 17h. O segundo turno, se houver, ocorrerá no dia 30 de novembro, e somente em São Luís, único município do estado que possui mais de 200 mil eleitores.

Vídeo: Após farra e aglomeração, Posto A na Península é interditado

Posto A na Península sendo interditado
Posto A na Península sendo interditado

A população ludovicense esqueceu mesmo a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Neste domingo (26) houve uma grande ‘farra’ com aglomerações gigantes no novo point de São Luís, o Posto A, na Península, onde ocorreu um Pagode.

Em consequência da festa e multidão, a Vigilância Sanitária, Blitz Urbana e Polícia Militar interditaram o local  nesta segunda-feira (27). O estabelecimento não tem atividade comercial regularizada.

Confira nas imagens divulgadas por um internauta.

https://www.facebook.com/dongabrielmorales/videos/3245217145537808/

Assaltantes explodem e roubam Banco do Brasil em Cantanhede

Foto Reprodução

Uma quadrilha armada atacou a agência do Banco do Brasil localizada na cidade de Cantanhede, no Maranhão, na madrugada deste sábado. Os caixas eletrônicos foram explodidos e o prédio ficou parcialmente destruído.

Ainda não foi divulgado o valor em dinheiro roubado pelo bando que chegou na cidade efetuando vários disparos e tocando terror numa ação que durou cerca de 30 minutos.

Foto Reprodução

Equipes do Centro Tático Aéreo (CTA) e da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC ) foram acionadas, assim como a Polícia Militar na intenção de localizar e prender os assaltantes. Porém, até o momento não há informações sobre prisão de suspeitos.

Foto Reprodução