Dino anuncia novas medidas e divulga valores do ‘DOSE PREMIADA’

Foto Reprodução

O governo do Estado do Maranhão anunciou nesta sexta-feira (18) novas medidas para conter a pandemia da Covid-19. O destaque foi a premiação divulgada para quem tomar a 2ª dose da vacina. Confira abaixo.

DOSE PREMIADA

Sorteio aos domingos para maranhenses que tomarem a segunda dose da vacina

700 prêmios de R$ 1 mil
200 prêmios de R$ 5 mil
100 prêmios de R$ 10 mil

ARRAIAL DA VACINAÇÃO

Sábado (19): Imperatriz
Domingo (20): Pinheiro
Segunda (21): Caxias

NOVAS INAUGURAÇÕES DA SAÚDE

Policlínica do Idoso (São Luís): dia 30 de junho
Sorrir (Presidente Dutra): dia 28 de junho

MEDIDAS VIGENTES ATÉ 28 DE JUNHO

– Eventos com até 100 pessoas
– Realização dos eventos: até 23h
– Administração pública estadual: 50% da capacidade
– Igrejas: 50% de capacidade

ILHA DE SÃO LUÍS

– Grupo de risco vacinado poderá retornar ao trabalho após 30 dias (exceto gestantes). Setores público e privado
– Comércio e indústria entre 9h e 21h
– Bar e restaurante: até 23h
– Supermercados: das 6h à 0h
– Supermercados, academias, salões, bares e restaurantes: 50% de capacidade

Quer ganhar 10 mil conto? Então corre pra vacinar doido…


Foto Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou pelas redes sociais que o Estado vai sortear prêmios àqueles que forem tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Hoje (16) ele afirmou que vai editar um decreto que cria a bonificação em dinheiro e o valor pode chegar até R$ 10 mil.

Eu estou editando um decreto criando uma espécie de premiação para a segunda dose, uma espécie de lembrete, uma animação”, disse o governador.

Depois de procurar um posto, o vacinado receberá um número que será cadastrado no sistema do Ministério da Saúde e servirá como controle da premiação. Os primeiros sorteios devem acontecer a partir da próxima semana.

Segundo Dino, o objetivo é incentivar a população a se imunizar uma vez que várias notícias falsas sobre a eficácia das vacinas estão sendo divulgadas e isso atrapalha o avanço das campanhas.

Eu considero que isso é necessário. Há quem pense que a consciência cidadã deveria prevalecer, eu também, mas no contexto que a mensagem contraditória, de mentiras [sobre a vacina], essas ações acabam sendo imprescindíveis para o combate do coronavírus“, disse.

Então não perca tempo. Corre lá e se vacina!

7 Estados são autorizados a importarem vacina Sputnik V; Maranhão não

Foto Divulgação

A Anvisa concedeu autorização, nesta terça-feira (15), por meio do Circuito Deliberativo 539/2021, para a importação excepcional da vacina Sputnik V pelos Estados do Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás.

Assim como deliberado no dia 4 de Junho, na 9ª Reunião Extraordinária Pública da Diretoria Colegiada, a importação aprovada hoje também deverá ser realizada sob condições controladas. Para tanto, foram estabelecidas as mesmas responsabilidades e condicionantes aos requerentes.

As principais condições, dentre outros aspectos destacados no Voto do relator, preveem que a vacina deverá ser utilizada apenas na imunização de indivíduos adultos saudáveis; todos os lotes importados das vacinas somente poderão ser destinados ao uso após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) da Fiocruz; a Anvisa receberá relatórios periódicos de avaliação benefício-risco da vacina; a vacina deverá ser utilizada em condições controladas, com condução de estudo de efetividade, com delineamento acordado com a Agência e executado conforme as Boas Práticas Clínicas; a Anvisa poderá, a qualquer momento, suspender a importação, a distribuição e o uso das vacinas importadas.

Na deliberação desta terça-feira (15/6), também foram autorizados quantitativos reduzidos de doses a serem importadas para vacinação de 1% da população de cada um dos estados, o que permitirá o adequado monitoramento e a ação imediata da Agência, caso necessário:

Rio Grande do Norte – 71 mil doses;
Mato Grosso – 71 mil doses;
Rondônia – 36 mil doses;
Pará – 174 mil doses;
Amapá – 17 mil doses;
Paraíba – 81 mil doses;
Goiás – 142 mil doses.

Em tempo

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) já havia recorrido ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que a Anvisa autorizasse a importação e o uso emergencial da vacina Sputnik V no combate a pandemia no Estado, mas teve o pedido negado.

Alcântara será a 1ª cidade do país com 100% da população adulta vacinada

Foto Divulgação

A cidade histórica de Alcântara vai se tornar nesta quarta-feira (16) a primeira cidade brasileira com 100% da população adulta vacinada contra o coronavírus.

Garantimos o acesso de toda a população-alvo à 1ª dose da vacina. Seguimos lutando para avançar em todas as regiões, com os Arraiais da Vacinação e o trabalho conjunto com os municípios”, anunciou o governador Flávio Dino, que participará de evento às 16h no município, com os protocolos sanitários exigidos, marcando essa conquista.

O município é caracterizado pela grande presença de quilombolas, um dos grupos inseridos no público-alvo da campanha de vacinação contra a Covid-19.

A Secretaria de Saúde destacou para o município equipes da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma). São enfermeiros, aplicadores e digitadores que, em conjunto com os profissionais municipais, colaboraram para o avanço do processo de vacinação.

Alcântara é o município com maior número de quilombos no Brasil. Ao todo são 204 comunidades, onde vivem mais de 3,3 mil famílias.

Do Vandoval Rodrigues

Santa Filomena é a única cidade do Maranhão sem registro de morte por Covid

Santa Filomena no Maranhão. Foto Reprodução

Um levantamento feito pela CNN Brasil, divulgado nesta quarta-feira (16), mostrou que apenas 65 cidades brasileiras não tiveram registro de mortes por Covid-19, o que significa dizer que apenas 1,16% do total de municípios do país não contabilizou óbitos em decorrência da doença.

Desse total, 23 cidades são da região Nordeste, 23 da Sudeste, 8 no Sul, 6 na Centro-Oeste e 5 no Norte do país.

Entre as 23 cidades do Nordeste sem mortes por covid-19, apenas uma é localizada no Maranhão: Santa Filomena que segue sem registro de óbito pelo coronavírus.

Para o levantamento, foram analisados os dados epidemiológicos disponibilizados através das plataformas e boletins divulgados pelas secretarias estaduais de saúde.

A marca de 65 cidades sem mortes foi registrada mais de 15 meses após o primeiro óbito em decorrência da Covid-19.

Caxienses com 45 anos ou mais ou com doenças crônicas a partir dos 18 anos seguem sendo vacinados

Foto Divulgação

A Prefeitura de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde, segue vacinando a população contra a covid-19. Nesta terça-feira (15), a gestão municipal ampliou mais uma vez a faixa etária de vacinação para o grupo de pessoas com doenças crônicas (comorbidades), que agora já podem ser vacinados a partir de 18 anos, e do público em geral, para pessoas a partir de 45 anos.

A enfermeira responsável pela vacinação no Ginásio de Esporte Governador João Castelo, Rosangela Oliveira, explicou sobre o processo de vacinação para pessoas com comorbidades. “As pessoas que têm comorbidades, têm que trazer uma declaração ou uma receita, se for hipertensa ou diabética, pelo menos dos últimos 6 meses. Caso ela não tenha essa receita, ela pode pegar uma declaração com a enfermeira da Unidade Básica de Saúde (UBS) da sua área e trazer para gente. Nós vamos ficar aqui direito, até às 17h, não fecha ao meio dia. O movimento está intenso, por conta da mudança de faixa etária. Estamos aqui para atendermos a todos”, frisou.

O artista, Fábio Alex, que se vacinou contra a covid-19, falou sobre a ansiedade para tomar vacina. “A gente estava ansioso, porque nesse momento difícil, perdemos muita gente querida, amigos, que trabalhavam conosco. Então, é uma esperança que renasce no coração da gente. Se Deus quiser vai dar tudo certo”, disse.

Estava muito ansiosa que chegasse logo a minha vez. Foi um momento muito importante”, disse Sonia Maria, de 52 anos, após se vacinar contra a covid-19.

A imunização está acontecendo, de segunda a sábado, das 8h às 17h, no Ginásio João Castelo e de segunda a sexta, das 8h às 17h, no Caxias Shopping (somente drive thru).

Janssen adia envio de vacinas que chegariam ao Brasil nesta terça (15)

Foto Reprodução

A entrega no Brasil de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen contra o novo coronavírus, prevista para acontecer nesta terça-feira (15), não irá mais ocorrer. As informações são da BandNews TV.

A suspensão foi confirmada pela reportagem junto à assessoria do Ministério da Saúde. Por enquanto, não foi comunicado o motivo do cancelamento provisório, informado pela própria Janssen ao governo federal.

Por enquanto, não está confirmada uma nova data para entrega. O Ministério da Saúde, porém, trabalha para receber as vacinas já na quarta-feira (16).

A vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, é aplicada em dose única. Segundo o Ministério da Saúde, ela assegura 85% de eficácia nos casos mais severos da doença.

A remessa chegaria ao País próxima do fim do prazo de validade, de 27 de junho. Por isso, seria distribuída originalmente apenas para capitais.

Com base em protocolos usados nos Estados Unidos, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pode aumentar o prazo de validade das doses, de 12 para 18 semanas. Desta forma, o fármaco seria tecnicamente funcional até 8 de agosto.

BAND UOL

‘TURISMO’ NA VACINAÇÃO EM SÃO LUÍS

Foto Reprodução

ESTADÃO – A vacinação contra covid-19 para jovens sem comorbidades com menos de 30 anos já é uma realidade no Maranhão. A Prefeitura de São Luís anunciou o cadastro para pessoas a partir de 25 anos para serem vacinadas nesta semana. Além disso, o governo do Maranhão iniciou na sexta-feira, 11, a imunização de pessoas com 29 anos em quatro municípios: São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

O secretário municipal de Saúde de São Luís, Joel Júnior, disse que a intenção é aplicar a primeira dose em todos ludovicenses com mais 18 anos até o dia 10 de agosto. O município foi beneficiado com uma remessa extra de imunizantes no dia 24 de maio em decorrência do achado da cepa indiana na capital.

O movimento está criando o chamado “turismo da vacina” no Estado. Saulo Aires, de 35 anos, maranhense, mas que mora em São Paulo, disse que viajou até São Luís para se vacinar.

Mônica Sant´Ana, de Vilhena, em Rondônia, fez o mesmo. Com 49 anos, ele recebeu a primeira dose na capital maranhense, mas não sabe se vai conseguir tomar a segunda em sua cidade. “O meu medo agora é não conseguir me vacinar lá, devido ao atraso.”

Engenheiros, profissionais da saúde, educação, segurança, comunicação social, indústrias, construção civil, rodoviários, aeroviários e ferroviários já foram imunizados no Maranhão. Outras cidades do Estado anunciaram vacinação para o público até mais novo, a partir de 18 anos, como Alcântara e Lago da Pedra.

Com Covid-19, prefeito de Coroatá segue internado no Sírio Libanês em SP

Foto Reprodução: Instagram

O prefeito do município de Coroatá, Luís da Amovelar Filho, encontra-se internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Diagnosticado com Covid-19 há cerca de uma semana, o gestor estava em uma unidade hospital em Teresina onde passou por exames e ficou em observação. Na ocasião ele apresentou 25% de comprometimento no pulmão.

Após ser transferido para São Paulo, o prefeito passou a usar um cateter nasal para melhorar a respiração. Segundo boletim médico divulgado na tarde deste sábado (12) o estado de saúde dele é considerado estável.

Foto Reprodução

Morre o radialista Rubinho Jones, vítima da Covid-19

Rubinho Jones

Faleceu neste sábado (12) o radialista da Mirante FM, Rubinho Jones.  Ele estava internado há mais de uma semana e não resistiu às complicações da Covid-19.

A notícia deixou toda a imprensa triste. O blog lamenta e se solidariza à família do comunicador.