“Todos os dias devem ser o dia das Mães sim” diz pré-candidato a deputado Dalton Arruda

Despontando no cenário político nos últimos anos, o advogado e empresário Dalton Arruda diz que vai encarar as eleições proporcionais em 2022 e dessa vez deverá disputar pelo partido PSD do deputado federal Edilazio Junior.

Dalton já articula varias lideranças no interior do estado principalmente na região do Munim por onde pretende se tornar sua região de referencia.

Sua presença nas cidades de Barreirinhas, Santo Amaro e Morros Dalton vem conversando principalmente com candidatos a prefeitos que perderam as eleições se tornando a segunda força da cidade.

” Percorreremos algo em torno de 100 municípios do nosso Estado levando uma mensagem de que de fato é possível fazer politica sem politicagem, e é possível sim, diminuir os índices de pobreza que cercam varias cidades do Maranhão pelo simples fato da ausência do poder publico” disse DALTON

Neste dia que se comemora o Dia das Mães o empresário e Advogado deseja a todas as mães da região do Munim,

Saúde e Paz e pede a todos que sempre devemos acreditar em nossas Mães e em nossas Famílias porque dias melhores virão.

 

 

Deputada Thaiza Hortegal é diagnosticada com “pedras” nos rins…

Foi internada as pressas na madrugada de ontem a deputada Thaiza Hortegal sentindo fortes dores no corpo e com falta de ar.

Thaiza chegou a desmaiar em casa  causando uma correria para saber o motivo de tantos sintomas.

A primeira desconfiança seria um caso de reinfecção de COVID-19, já que a parlamentar  foi vitima da doença ano passado onde teve mais de 70% dos Pulmões comprometido mas conseguiu se recuperar.

Na manhã de hoje saiu o diagnóstico apontando uma Litíase Renal também conhecida como “pedra” nos rins.

Quem já sofreu dessa crise sabe o quanto é a proporção da dor que de tão forte chega a causar desmaio espontâneo.

Descartado uma reinfecção de COVID agora Thaiza seguirá para o tratamento dos chamados cálculos renais na cidade de São Paulo ou até que encontre um especialista aqui mesmo na terrinha Maranhense

 

Edivaldo Holanda ouviu uma “VOZ” que o aconselhou pular fora do PDT

“Agradeço o carinho e apoio que recebi no PDT durante os cinco anos de convivência muito respeitosa. Sigo novos rumos a partir de agora, mas ressalto que permanecem a admiração e amizade.

O meu muito obrigado ao presidente estadual, @wevertonsenador com quem me reuni ontem; ao presidente municipal, vereador @raimundopenha, e aos demais membros da direção no estado e capital.

De maneira muito especial, agradeço a aguerrida militância pedetista pela caminhada até aqui, lutando sempre em defesa do melhor para a nossa querida São Luís.”

Um grande abraço a todos!

PROCURADO PELA JUSTIÇA: Justiça Federal está atrás do adjunto da SECID o ex-prefeito Eric Costa

Eric Costa na direita ao lado do titular da SECID Marcio Jerry

O Ministério Público Federal entrou com uma Ação ainda em 2018 contra o então prefeito de Barra do Corda, Eric Costa, do PCdoB.

Na denúncia, o Procurador da República pede a condenação de Eric Costa nas sanções previstas no art. 12, incisos II e III, da Lei 8.429/1992, inclusive quanto ao ressarcimento integral do suposto dano ao erário.

Segundo o MPF, Eric Costa, na condição de prefeito do Município de Barra do Corda, recebeu em março de 2013, a segunda parcela do total dos recursos federais decorrentes do Convênio número 628808 – firmado com o Ministério das Cidades, por intermédio da Caixa Econômica Federal, e tendo como objeto a pavimentação de ruas urbanas.

Porém, mesmo tendo recebido os recursos, Eric Costa não deu continuidade às obras objeto do convênio, iniciadas pelo prefeito Nenzin, provocando, assim, o abandono e deterioração dos serviços até então realizados, os quais não geraram qualquer utilidade ou benefício à população de Barra do Corda, bem como deixou de prestar contas dos recursos repassados por intermédio da empresa pública federal, disse o Procurador da República.

O MPF afirma ainda que, ainda que fosse realizado novo convênio para realização dos serviços de pavimentação urbana, as obras já realizadas seriam completamente inúteis, devendo ser completamente refeitas, dado o estado de abandono e deterioração em que se encontram há vários anos.

No dia 6 de novembro de 2020, a juíza federal Bárbara Malta, aceitou a denúncia contra o então prefeito de Barra do Corda, tornando-o, réu, e mandou expedir carta precatória para o Fórum de Justiça da Comarca de Barra do Corda via oficial de Justiça intimá-lo para apresentar defesa.

Passados seis meses, o oficial de justiça em Barra do Corda ainda não cumpriu a ordem para intimar Eric Costa, o que levou, no último dia 4 de maio, a juíza federal através da secretaria da JF encaminhar ofício à Comarca de Barra do Corda em que solicita informações quanto ao não cumprimento até agora da intimação.

MINUTO DA BARRA

Vacinação contra a Covid-19 em pessoas com comorbidades começa nesta sexta em Ribamar

A prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), divulgou a inclusão de mais quatro grupos prioritários na vacinação contra a Covid-19 na cidade.

Nesta sexta-feira (6), inicia a vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades a partir de 18 anos; pessoas com Síndrome de Down a partir dos 18 anos; pessoas com doença renal a partir dos 18 anos; e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada de 55 a 59 anos.

A imunização ocorre no Liceu Ribamarense, das 8h às 16h. Idosos a partir de 60 também serão vacinados.

Quem for tomar a vacina deve levar RG, CPF, cartão SUS e comprovante de endereço de São José de Ribamar. Para pessoas com comorbidades também será necessário levar documento médico atestando a condição, conforme as normas do Ministério da Saúde. Já as pessoas com deficiência, além da documentação regular, devem apresentar documento atestando recebimento do benefício de prestação continuada.

Vacinação

Até do dia 4 de maio, São José de Ribamar recebeu 27.043 doses e aplicou 20.612, o que corresponde a 76,22%. A população pode ser vacinada semanalmente no Liceu Ribamarense, Unidades Básicas de Saúde e Drive Thru do Pátio Norte Shopping.

DENÚNCIA: CORRUPÇÃO, RACHADINHA, FRAUDES tudo isso na Prefeitura de ROSÁRIO


Chegou ao fim o relacionamento político entre Willame Anceles e Calvet Filho, momentaneamente.

Os dois caminharam juntos na campanha de 2020 que culminou com a vitória do 2º. Segundo Anceles, foi uma “aliança com Deus”, sendo que não se deve misturar política e religião.

Ao ser colocado na geladeira após escândalo envolvendo rachadinha na gestão Filho, a esposa de Willame e vice-prefeita, Cláudia Anceles, usou de manobra jurídica para se eximir de qualquer responsabilidade a respeito de possíveis irregularidades por parte do prefeito, como pontuou o blog dias atrás.

Foi o suficiente para que Calvet começasse a temporada de caça às bruxas, leia-se indicações do casal na gestão.

Em vídeo do Programa Estação News, Willame direciona vários adjetivos para Calvet, como egocêntrico, arrogante e falso profeta, visto que para chegar ao poder Filho usou exaustivamente a Bíblia, ludibriando o público gospel.

Willame foi no fígado de Calvet, ao dizer que foi eleito pelo seu grupo, além de ninguém conhecê-lo na Zona Rural.

“O poder subiu a cabeça”, navalhou.

Na sequência, Anceles diz que foi expulso da gestão pois não quis se corromper, jogando tudo na reta do prefeito.

Segundo o ex-Saúde, foi indagado ao prefeito onde foi o recurso sobre o aluguel de carros para a pasta que comandava. E finaliza chamando o Social Cristão é corrupto, o que deve ser apurado pelo Ministério Público.

Veja:

 

Fonte: Maranhão de Verdade

 

A FORÇA DO CORONEL MARCOS BRITO


O vice-governador do estado do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), parabenizou o coronel do quadro de oficiais policiais militares (QOPM), promovido na última sexta-feira, 30, ao último posto da polícia militar do Maranhão (PMMA).

O coronel Marcos Brito é da capital maranhense, tem 48 anos, casado e pai. Ele é bacharel em segurança pública, oficial da quinta turma da academia de polícia militar do Maranhão, entrou para as fileiras da briosa polícia militar em fevereiro de 1997.

Marcos já tem uma longa trajetória na carreira de oficial.

“Antes de entrar em uma missão é preciso acreditar, e eu confio na segurança pública e no projeto de estado vigente. E foi por nunca deixar de acreditar nos ideais que carrego há décadas, que farei dessa a missão a mais importante da minha vida”, enfatizou Marcos.

Fonte: Maranhão de verdade

Câmara de Vereadores de Cururupu aprovou um requerimento que pede a instalação da CPI da Covid19

A Câmara de Vereadores de Cururupu, aprovou um requerimento que pede a instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid19, ou seja, todos os recursos que foram recebidos pelo município de Cururupu destinados ao enfrentamento da covid19 seria investigados pelos vereadores.

O requerimento são dos vereadores e professores Adaildo Borges (PSB) e Josean Almeida (PL), que foi apresentado durante a sessão remota da última terça-feira (04.maio.2021) em consonância com os vereadores Marcos Soares (PL) e Dr. Chico (PSB), no requerimento os parlamentares solicitam a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o uso dos recursos recebidos pela prefeitura de Cururupu, no ano de 2020 e inicio deste ano.

Os fatos que motivaram o pedido dos vereadores mostram que Cururupu chegou ao número de 1.266 casos positivos e 38 óbitos causados pelas complicações da Covid-19, sendo que o número pode ser ainda maior, pois não há testagem em massa e nem todos os casos são reportados, além de ter munícipes isolados que sequer chegam a ser atendidos, ademais Cururupu não tem dado bons exemplos quanto ao controle da pandemia, sem campanhas de distanciamento, sem distribuição de insumos e com constantes aglomerações, na visão dos vereadores.
Os obtido tem chamado a atenção dos vereadores e de populares, pois em 2020 no início da pandemia, quando tudo era estranho e de março a 31 de dezembro 19 cururupuenses perderam a vida para a covid-19, já em 2021, na segunda onda da doenças, em quase 5 meses , ou seja, de janeiro a início do de maio 19 pessoas morreram da doença, por outro lado a população insistentemente não tem obedecido as recomendações Sanitárias, fazendo jus a apelação dos vereadores.

Outro fato destacado pelos vereadores é que no último ano o município de Cururupu recebeu quase R$ 4.000.000,00 (quatro milhões) de reais do governo federal para o enfrentamento a Covid -19, frisa-se contudo, que a gestão anterior e bem como a atual não prestaram devidamente contas do recurso recebido, salienta-se que tal verba não destina-se somente a amparar aqueles que estão nos leitos dos hospitais, mas também se destina ao enfrentamento da pandemia, seja por campanhas educacionais, pelo distanciamento social, distribuição de máscaras, e álcool em gel, para a população carente e até mesmo com distribuição de cestas de alimentos, uma vez que um dos reflexos mais latentes da pandemia é a grave crise econômica que se instaurou no país e não diferente em Cururupu, contudo, nada além de ações sem grandes efeitos e nada substancial tem sido feito que justificassem o emprego do recurso ora recebido.

A aprovação da CPI municipal está assegurada no Regimento Interno da Câmara no art. 55, §1° e terá o objetivo de apurar indícios de violação de direitos fundamentais básicos de toda a população Cururupuense. A Comissão Parlamentar de Inquérito será composta de 5 (cinco) membros titulares e 3 (três) membros suplentes e poderá durar 90 (noventa) dias.

Prefeito de Brejo contratou empresa de assessor com verba da Covid-19, diz PF

Pertence a um médico que foi assessor do prefeito Zé Farias (PDT) a empresa contratada pela Prefeitura de Brejo e investigada no bojo da Operação Desatino, deflagrada nesta quarta-feira, 5.

Segundo as investigações – que contaram com auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) -, de um contrato de R$ 5,77 milhões, houve desvio de pelo menos R$ 1,9 milhão.

A PF afirma que o médico proprietário da empresa foi nomeado no gabinete do pedetista até fevereiro do ano passado.

E mais: depois de vencer a licitação, para prestação de serviços médicos clínicos em diversas especialidades, ele teria subcontratado outras empresas, pertencentes a gestores do Hospital Municipal Dr. Antenor Vieira de Moraes e da Secretaria Municipal de Saúde.

Ao deflagrar a ação, os federais cumpriram sete mandados de busca e apreensão e um mandado de suspensão do exercício de função pública expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 90, da Lei 8.666/93), peculato (Art. 312, Código Penal) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal), com penas que somadas podem chegar a 19 anos de prisão.

O prefeito ainda não se manifestou sobre o assunto

Fonte: Gilberto Leda

Policia Federal amanhece com Operação Desatino na cidade de Brejo

CGU e PF combatem desvios de recursos da saúde em Brejo (MA)
Operação Desatino investiga fraudes na contratação de pessoa jurídica especializada em prestação de serviços médicos clínicos e em diversas especialidades.

A Controladoria-Geral da União (CGU) participa, nesta quarta-feira (05/05), no Maranhão, da Operação Desatino. O trabalho é realizado em parceria com a Polícia Federal (PF). O objetivo é combater esquema criminoso de desvio de recursos públicos federais repassados ao Fundo Municipal de Saúde do município de Brejo (MA).

Investigações

A partir de denúncia de cidadão, recebida na Polícia Federal, foi informado que a Secretaria Municipal de Saúde de Brejo/MA teria direcionado a contratação de empresa para prestação de serviços médicos clínicos e em diversas especialidades. Fora contratada, e também subcontratada, empresas pertencentes a gestores do Hospital Municipal, bem como da Secretaria de Saúde do município.

A CGU realizou análise da contratação promovida pelo município de Brejo (MA), no âmbito do Pregão Eletrônico nº 003/2020 e instrumentalizado no Contrato PE nº 45/2020, no valor de total de R$ 5.770.000,00. Constatou-se que o preço base encontrava-se 77,4% acima dos preços de mercado mensurados na pesquisa de preços realizada pela CGU, refletindo potencial prejuízo de R$ 1.931.976,00 aos cofres públicos.

Além disso, verificou-se que a empresa contratada não possuía capacidade técnico-operacional para executar serviços compatíveis, em características e quantidades, aos do objeto da licitação, e não possuía registro de inscrição no Conselho Regional de Medicina do Maranhão na data de realização da referida licitação.

Impacto social

O município de Brejo (MA) recebeu em 2020 algo em torno de R$ 12 milhões pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS). Parte dos recursos são destinados à contratação de pessoal para atendimento clínico.

O município possui 13 estabelecimentos de saúde incluindo o Hospital Municipal Dr. Antenor Vieira de Moraes. Caso haja precariedade na prestação de serviços médicos, a maior parcela da população do município ficará desassistida pelos profissionais de saúde.

Diligências

A Operação Desatino consiste no cumprimento de 7 mandados de busca e apreensão em Brejo (MA), Tutóia (MA) e Santa Quitéria do Maranhão (MA), além de afastamento de servidores e afastamento do sigilo fiscal e bancário dos envolvidos. O trabalho envolve a participação de 2 auditores da CGU e de 25 policiais federais.

A CGU, por meio da Ouvidoria-Geral da União (OGU), mantém o canal Fala.BR para o recebimento de denúncias. Quem tiver informações sobre esta operação ou sobre quaisquer outras irregularidades, pode enviá-las por meio de formulário eletrônico. A denúncia pode ser anônima, para isso, basta escolher a opção “Não identificado”.