TRE aprova pedido de envio de força federal para 97 cidades do Maranhão

Foto Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão aprovou por unanimidade o pedido de força federal a 97 municípios maranhenses para o primeiro turno das eleições de 2022. O pedido foi apresentado pelo corregedor eleitoral José Luiz Almeida, relator do processo.

No seu voto, o desembargador, após consulta às zonas eleitorais e análise da Seção de Segurança Institucional e Inteligência do TRE-MA, definiu o quantitativo de 97 (noventa e sete) municípios, distribuídos em 58 (cinquenta e oito) zonas eleitorais.

Foram considerados como critérios o histórico de emprego da Força Federal de Segurança Pública nos municípios maranhenses em eleições anteriores; as justificativas registradas pelos juízes eleitorais; a concentração das tropas nas sedes das zonas eleitorais; o emprego das tropas nos municípios mais afastados das sedes das zonas eleitorais, e a presença de área de reserva indígena ou remanescente de quilombo no município.

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral será encaminhada ao governador do estado do Maranhão, para ciência e manifestação quanto ao presente reforço na segurança pública e, em seguida, encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Regras para autorização

A requisição de Força Federal, prevista no Código Eleitoral e na Resolução TSE 21.843/04, é feita pelo juiz eleitoral da Zona ao respectivo TRE, que a envia ao TSE, órgão competente para homologação.

Cabe ao plenário do Tribunal Superior Eleitoral analisar os pedidos de Força Federal para a garantia da votação e apuração; se aprovados, são enviados ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações implementadas pelas Forças Armadas.

Veja a relação dos municípios:

Açailândia, Água Doce do Maranhão, Alto Alegre do Maranhão, Alto Alegre do Pindaré, Amarante do Maranhão, Anajatuba, Araioses, Axixá, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Bela Vista do Maranhão, Benedito Leite, Bequimão, Boa Vista do Gurupi, Bom Jesus das Selvas, Bom Lugar, Buriti, Buriti Bravo, Buriticupu, Cajari, Cândido Mendes, Carolina, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão, Chapadinha, Colinas, Coroatá, Cururupu, Esperantinópolis, Fernando Falcão, Formosa da Serra Negra, Fortuna, Gonçalves Dias, Governador Edison Lobão, Governador Luís Rocha, Governador Nunes Freire, Graça Aranha, Grajaú, Humberto de Campos, Icatu, Itaipava do Grajaú, Jatobá, Jenipapo dos Vieiras, Joselândia, Junco do Maranhão, Lago da Pedra, Lagoa Grande do Maranhão, Maracaçumé, Maranhãozinho, Mata Roma, Matões do Norte, Mirador, Miranda do Norte, Montes Altos, Morros, Nova Iorque, Nova Olinda do Maranhão, Parnarama, Passagem Franca, Pastos Bons, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Pinheiro, Poção de Pedras, Porto Franco, Presidente Dutra, Presidente Sarney, Primeira Cruz, Sambaíba, Santa Filomena do Maranhão, Santa Helena, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, Santa Rita, Santo Amaro do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, São Bento, São Bernardo, São Domingos do Azeitão, São Domingos do Maranhão, São João do Paraíso, São José de Ribamar, São José dos Basílios, São Luís, São Mateus do Maranhão, São Pedro da Água Branca, São Raimundo das Mangabeiras, São Raimundo do Doca Bezerra, Sítio Novo, Sucupira do Norte, Turiaçu, Turilândia, Tuntum e Urbano Santos.

Arraial do Ipem também tem vacinação

Foto Divulgação

O Arraial da Vacinação contra a covid-19, promovido pelo governo do Estado, começou nessa sexta (24) em meio às festividades juninas pelo dia de São João no Ipem

Teve festa junina, teve comidas e bebidas típicas, teve diversão, teve cultura, mas teve também ação de saúde no dia de São João, no arraial do Ipem (Jardim Renascença). O Arraial da Vacinação, promovido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, destinou mais de 400 doses de vacina contra a covid-19.

O público-alvo nessa primeira ação foram pessoas a partir de 5 anos de idade que precisavam atualizar o esquema vacinal, bem como as de 40 anos ou mais que ainda não haviam recebido a 4ª dose.

Essa é mais uma novidade no nosso Arraial do Ipem, o arraial da vacinação. Você vem curtir o São João, a gente tem um ponto fixo aqui. Se tomar a vacina não pode beber, mas vamos nos prevenir. Só agradecendo a Secretaria de Estado da Saúde por essa parceria e dizer que esta é uma determinação do nosso governador Carlos Brandão para que a gente ajude a imunizar a população”, disse o secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor.

Para o secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes, o Arraial da Vacinação é para todos os maranhenses que querem brincar o São João com tranquilidade e segurança. “Dentro dos próximos dias levaremos esta iniciativa para outros municípios, a fim de ampliarmos a cobertura vacinal e proteger a nossa população para que ela possa aproveitar a melhor festa junina do Brasil, que é a do Maranhão.”

Foto Divulgação

A vacinação no arraial do Ipem será todos os dias, até o dia 1º de julho, das 17h às 21h. Segundo a Secretaria de Saúde, para receber a dose do imunizante, é necessário apresentar documento com foto e carteira de vacinação. Pessoas com sintomas gripais, tais como febre, dor de garganta e coriza, não se recomenda tomar a vacina. Da mesma forma, para quem testou positivo para o coronavírus em menos de 30 dias. A orientação é para que aguardem o período de quatro semanas, para, em seguida, atualizar o esquema vacinal.

Presidente Dutra: Daniella garante sistema de abastecimento de água e pacote de benefícios

Foto Divulgação

A cidade de Presidente Dutra recebeu um pacote de benefícios neste sábado (25), frutos de ações do Governo do Maranhão e da deputada Daniella (PSB), em parceria com a Prefeitura Municipal.

A Parlamentar tem cumprido intenso trabalho em defesa da população. Desta vez, as ações foram voltadas para os setores de infraestrutura, educação e social. O ato solene contou com a presença de vereadores e do prefeito Raimundinho da Audiolar.

Entre as localidades contempladas pelas ações da deputada, está o Povoado Campeão, que recebeu Sistema Simplificado de Abastecimento de Água por meio de Emenda Parlamentar.

Esse era um anseio antigo dos moradores. Fomos provocados pelos nossos líderes, que estão diariamente acompanhando de perto a realidade local. Diante da necessidade, decidimos viabilizar recurso de Emenda nossa e acompanhar para que a implantação desse sistema fosse rápida, na medida do possível. Conseguimos! Estou muito feliz”, destacou Daniella.

Além da entrega do SSAA, a deputada Daniella participou da assinatura da Ordem de Serviço para pavimentação de asfalto, que será executado via Secretaria de Estado da Infraestrutura.

Confira mais detalhes da agenda.

🚩 Entrega de Sistema Simplificado de Abastecimento de Água – CAEMA
🚩 Entrega de Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (Bairro Campeão) – SAF

🚩 Entrega da Creche Municipal Joana Lucena – SEDUC (no palco, de forma simbólica)

🚩 Inauguração do Laboratório de Informática da UEMA – UEMA

🚩 Entrega de 3 toneladas de peixes – SEGOV

🚩 Entrega de 300 de cestas básicas – SEGOV

Com pedido assinado por Eliziane, Senado celebra Dia dos Discos Voadores

Eliziane Gama

O Senado Federal realiza nesta sexta-feira, 24 de junho, às 10 horas, uma sessão especial para comemorar os 75 anos do Dia Mundial da Ufologia. O evento vai tratar sobre possíveis aparições de objetos voadores não identificados (OVINIs) e vida em outros planetas.

O requerimento, aprovado ainda no dia 16 de março, é de autoria do senador cearense Eduardo Girão (Podemos) e tem ainda a assinatura dos senadores Eliziane Gama (Cidadania-MA), Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Izalci Lucas (PSDB-DF), Jorge Kajuru (Podemos-GO), Marcos do Val (Podemos-ES), Paulo Rocha (PT-PA), Senador Reguffe (Podemos-DF).

Na justificativa do pedido para realização da solenidade, destaca-se a campanha “UFOs: Liberdade de Informação Já”, lançada ainda em 2004 pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU).

O movimento que reuniu simpatizantes e estudiosos do tema pediu abertura de documentos oficiais sobre o assunto para as Forças Armadas.

“Em 2005, os membros da UFO e da CBU foram convidados para comparecer ao Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) e Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra), em Brasília, para apreciar estes documentos”, diz o texto assinado por Girão.

Em abril de 1947, ainda segundo justificativa do parlamentar, após uma série de aparições de objetos no céu dos Estados Unidos, “se estabeleceu o que hoje é conhecido como ‘Dia Mundial dos Discos Voadores’, e a data é comemorada anualmente pelos ufólogos”.

Eduardo Girão destaca ainda outras movimentações de brasileiros em busca de de informações sobre vidas extraterrestes e menciona o protagonismo do País na discussão.

Estas são iniciativas únicas no mundo, nunca repetidas ou realizadas em qualquer outra nação, mostrando a liderança do Brasil na área”, diz o parlamentar.

Diário do Nordeste

Cartórios do Maranhão já podem receber pagamentos via cartão de crédito

Foto Reprodução

O governador interino do Maranhão, desembargador Paulo Velten, sancionou o Projeto de Lei 11.750/2022 que autoriza os cartórios do Estado receberem pagamento de emolumentos, dívidas e demais despesas por meio de cartão de crédito e débito, transferência bancária (PIX, DOC, TED) e boleto bancário. A Lei é fruto de proposta apresentada pela Associação dos Notários e Registradores do Maranhão – ANOREG, no último dia 4 de maio, à Corregedoria Geral da Justiça – CGJ/MA.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho, deferiu o pleito e encaminhou a demanda para a Comissão de Assuntos Legislativos do Tribunal de Justiça do Maranhão. Com posterior aprovação pelo Pleno do Tribunal de Justiça, o PL seguiu para a Assembleia Legislativa do Estado.

Os meios e planos de pagamento à vista ou em parcelas dos emolumentos, acréscimos legais, dívidas e/ou demais despesas, deverão ser apresentados aos usuários, de forma que possam conhecer previamente os custos adicionais de cada forma de pagamento e decidir pela opção que melhor atenda às suas necessidades, frisa o texto da lei.

O corregedor ressaltou que a medida incorpora aos cartórios, principalmente, a facilidade de pagamento permitida pelo cartão de crédito e modalidades de financiamento autorizadas pelo Banco Central do Brasil, oportunizando ao usuário a comodidade em escolher como quer pagar pelo serviço. “Tais possibilidades certamente resultarão em maior arrecadação para as Serventias Extrajudiciais, que poderão aprimorar ainda mais os serviços prestados à população, e também impacta positivamente na arrecadação do Fundo Especial de Modernização e Reaparelhamento do Judiciário”, avaliou.

A regulamentação considerou que várias unidades da federação já admitem o pagamento de emolumentos, custas e despesas por meios eletrônicos, a critério do usuário, inclusive mediante parcelamento. Também considerou as inovações apresentadas pelos provimentos 98 e 127 do Conselho Nacional de Justiça, bem como da Lei Federal 8.935/1994.

Serviços complementares

A Lei 11750 também autoriza as Centrais de Serviços Eletrônicos Compartilhados, geridas e operacionalizadas exclusivamente pelos notários e registradores, através de suas respectivas associações representativas dos serviços elencados no artigo 5º da Lei Federal 8.935/1994, a disponibilização de serviços complementares, não incluídos nos serviços próprios dos cartórios, aos cidadãos, dentre os quais, o de intercâmbio de documentos físicos e eletrônicos, o tráfego, a sistematização e o tratamento digital de dados e informações.

Juiz suspende show de Matheus Fernandes que custaria mais de R$ 1 milhão em Lago Verde

Foto Reprodução

Uma Ação Civil Pública proposta, nesta quarta-feira, 22, pela 2ª Promotoria de Justiça de Bacabal levou a Justiça a determinar a suspensão do show do artista Matheus Fernandes, que seria realizado no próximo dia 25, no município de Lago Verde (termo judiciário da comarca).

Na Liminar concedida pela 2ª Vara Cível de Bacabal também está determinado que não sejam feitos quaisquer pagamentos decorrentes dos contratos firmados com o artista de renome nacional e nem que sejam contratadas outras atrações de igual magnitude.

Na decisão, o juiz João Paulo Mello observa que “a postura do Município em alocar considerável verba pública para evento festivo em detrimento de atender demandas mais prementes da população fere os princípios constitucionais da moralidade, eficiência e razoabilidade da administração pública”

Em caso de descumprimento da decisão, foram estabelecidas multas de R$ 1,5 milhão a ser paga pelo Município e de R$ 50 mil a ser aplicada pessoalmente ao prefeito Alex Cruz Almeida.

Ação

O cantor Matheus Fernandes seria uma das atrações das festividades juninas promovidas pelo Município de Lago Verde. O contrato firmado com a empresa E. Felix de Sousa e Silva, por meio da adesão a uma ata de registro de preços do município de Monção, tem como objeto “execução de serviços de organização, planejamento operacional, acompanhamento e realização de eventos festivos/datas comemorativas do município de Lago Verde” e o valor total de R$ 1.025.847,88.

A promotora de justiça Sandra Soares de Pontes cita, na Ação, uma série de problemas enfrentados pela população de Lago Verde, como a não implementação do Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo, a falta de condições de funcionamento do Conselho Tutelar, a inexistência de matadouro público no município, bem como de aterro de resíduos sólidos.

A titular da 2ª Promotoria de Justiça de Bacabal também ressalta que vem recebendo diversas demandas de cidadãos narrando dificuldades e atrasos na realização de tratamentos médicos não disponíveis em âmbito local. “Os munícipes relatam que estão com o tratamento médico prejudicado, visto que a Prefeitura de Lago Verde atrasa e não paga com regularidade a ajuda de custo necessária para que realizem o deslocamento até o local do tratamento fora de domicílio”, explica.

Realizar um evento festivo de tal magnitude, no atual cenário de precariedade dos serviços de saúde, ausência de transparência de gastos públicos, beira o inacreditável! ”, avalia Sandra Pontes.

Rogério Cafeteira garante obras e reúne com lideranças em São Luís

Foto Divulgação

Dando continuidade à agenda com lideranças e população, esta semana Rogério Cafeteira firmou importantes parcerias para a população de São Luís. Nesta quinta-feira (23), ele acompanhou serviços de pavimentação na Salinas do Sacavém, área do Polo Coroadinho. Atendendo à demanda de moradores, várias ruas do bairro estão sendo recuperadas com novo asfalto, obra fruto de articulação de Cafeteira. Esteve ainda em reuniões no bairro de Fátima e João de Deus.

Durante todo o dia de hoje, as máquinas trabalharam nas ruas do bairro Salinas do Sacavém. A benfeitoria foi conquistada a partir da intermediação de Cafeteria com o vereador Beto Castro. As ruas estão recebendo recapeamento com asfalto novo. Os trabalhos prosseguem ao longo da semana para que o bairro ganhe um novo cenário e mais condições de mobilidade.

Uma rua bem pavimentada traz dignidade, contribui com a saúde, pois o ambiente fica mais limpo e claro, melhora a mobilidade das pessoas. Conversando com meu amigo, o vereador Beto Castro, conseguimos garantir essa melhoria para os moradores do Salinas do Sacavém. Estou muito satisfeito com os trabalhos e com mais essa conquista para a população”, pontuou Rogério Cafeteira.

Sacavém – Cafeteira participou de evento de lançamento das pré-candidaturas de Flávio Dino ao Senado e do governador Carlos Brandão à reeleição, na Avenida dos Africanos, Sacavém, na quarta-feira (22). O grande ato foi organizado pelo vereador Beto Castro e contou com amigos, simpatizantes e apoiadores. “Foi um grande evento que reuniu uma multidão e mostrou a força destas pré-candidaturas. O povo está com quem sempre lutou por suas demandas e nós, estamos do mesmo lado, reafirmando o apoio ao nosso grupo”, enfatizou.

Bairro de Fátima – Cafeteira esteve reunido com lideranças e moradores, no início da semana. No encontro, ele reforçou o compromisso com as demandas da região. “Uma reunião muito boa com as lideranças, organizada pelo meu amigo Basileu Barros. Foi um importante momento para ouvir a população e também levar nossa mensagem”, frisou.

João de Deus – Acompanhado da vereador Fátima Araújo, ele conversou com moradores, percorreu bairros e recebeu diversas solicitações de melhorias. “Vamos buscar o que os moradores precisam junto aos nossos parceiros e assim, estamos atendendo aso que nos procuram e que confiam na nossa liderança”, ressaltou. Em seguida, prestigiou o arraial do bairro, organizado com apoio da vereadora e que contou com show da banda Mesa de Bar.

Cafeteira, que é pré-candidato a deputado estadual, vem cumprindo uma extensa agenda de compromissos, intermediando obras nos bairros da capital e reforçando diversas ações pelo interior do Maranhão. Nesta sexta-feira (25), ele estará em Alto Alegre do Maranhão prestigiando a abertura dos festejos juninos da cidade, evento que conta com seu apoio.

Juiz torna Fred Campos inelegível em Paço do Lumiar

Fred Campos

O Juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, Titular da 93ª Zona Eleitoral do Maranhão, em Paço do Lumiar, proferiu sentença em julgamento à Ação de Investigação Judicial Eleitoral por Abuso de Poder Econômico c/c Representação por Captação Ilícita de Sufrágio, ajuizada pela Coligação ‘Um Paço Para o Progresso’ PSB/PROS/PT/PTB/PRTB/PSDB/PCdoB) em face de Frederico de Abreu Silva Campos, o Fred Campos, como é popularmente conhecido.

“DECRETO SUA INELEGIBILIDADE para as eleições que se realizarem nos 08 (oito) anos subsequentes à eleição em que se verificaram os fatos, determino a CASSAÇÃO DO REGISTRO, bem como APLICO MULTA no valor equivalente a 5.000 (cinco mil) UFIR, a ser convertida em moeda corrente em fase de liquidação de sentença, nos termos dos arts. 41-A, caput, da Lei n° 9.504/97 e art. 22, XIV, da LC nº 64/1990”, diz a sentença.

Confira a íntegra aqui: AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL – Sentença

Juiz manda suspender evento junino que custaria R$ 1,7 milhão em Turiaçu

Prefeito Edesio Cavalcanti

A pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), a Justiça determinou, nesta quarta-feira, 22, a suspensão liminar do evento Arraial Resgate Junino, que seria realizado pela Prefeitura de Turiaçu, no período de 24 a 29 de junho. O evento custaria R$ 1,75 milhão aos cofres municipais, apesar da precariedade da prestação de diversos serviços públicos na cidade.

Proferida pelo juiz Pedro Pascoal, a decisão é resultado das solicitações feitas na Ação Civil Pública ajuizada contra o Município, na última terça-feira, 21, pelo promotor de justiça Hagamenon de Jesus Azevedo, que responde temporariamente pela comarca.

O Município está proibido de realizar pagamentos referentes aos contratos dos 14 artistas para o arraial. Também está proibida a contratação de atrações artísticas similares, durante o trâmite do processo.

A multa por descumprimento é R$ 50 mil diários a serem pagos pelo Município, até o limite de 30 dias.

Se o valor dos contratos já tiver sido pago parcialmente, o montante deve ser devolvido aos cofres municipais. Outra determinação é divulgar, em 24 horas, na página principal do site da Prefeitura de Turiaçu, o cancelamento do evento.

Custear a contratação de 14 artistas, no valor de R$ 1.750.000,00, aos cofres públicos, além dos gastos acessórios escapa aos preceitos da moralidade, proporcionalidade, razoabilidade e impessoalidade. Empregar verbas públicas em evento desta natureza em detrimento de serviços públicos essenciais de atribuição do município contraria a eficiência no trato com a coisa pública”, afirma o magistrado, na decisão.

Precariedade

Em 14 de junho, o MPMA solicitou que o prefeito Edesio Cavalcanti encaminhasse informações sobre a regularidade do pagamento de servidores pelo Município, contratos firmados para realização dos shows e respectivos processos licitatórios e processos de pagamento. Não houve resposta do Município.

Também foi encaminhada Recomendação ao gestor municipal, solicitando que não fossem utilizados recursos públicos para o Resgate Junino. O acatamento do pedido deveria ter sido comprovado por escrito. Outra vez, não houve retorno.

Igualmente foram solicitadas informações relativas ao procedimento licitatório realizado para o Resgate Junino, com indicação da forma de contratação dos artistas, além de cópias dos contratos firmados. As informações pedidas incluíam o valor dos gastos acessórios ao evento, atual disponibilidade financeira do Município para a realização do evento e existência de decreto de emergência ou calamidade pública vigente no município.

Carência

Segundo o promotor de justiça, já foram ajuizadas diversas ações, para corrigir omissões da administração municipal. Entre elas, estão irregularidades no fornecimento de alimentação e transporte escolares, serviços de atenção básica, metas vacinais, baixa cobertura de tratamento integral à saúde e falta de adequação de prédios de escolas.

Ainda de acordo com o representante do MPMA, existem casos de precariedade conhecidos, relativos à conservação do asfalto da cidade, falta de saneamento básico, baixa iluminação pública, falta de estrutura do Conselho Tutelar, entre outros. “A falta de serviços públicos essenciais na cidade é notada regularmente”.

Sem transparência

Apesar da divulgação do evento incluir apoio do governo estadual, não foi encontrado nenhum convênio para realização do evento no portal da transparência municipal, o que demonstra que o instrumento não vem sendo alimentado.

Além disso, segundo a Lei Orçamentária Anual do Município, o valor dos contratos para a realização do evento ultrapassa o orçamento anual da Secretaria Municipal de Cultura em R$ 501,5 mil.

O Ministério Público não tem nada contra a realização de eventos festivos. Entretanto, devido à atual precariedade enfrentada pela população local, especialmente, nas áreas de saúde, educação e saneamento básico, a realização do evento afronta os princípios de legalidade, moralidade, eficiência, proporcionalidade e razoabilidade que orientam a administração pública”.

Urgente! Senadores conseguem assinaturas para CPI do MEC

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A base do governo, porém, vai pressionar para que a investigação não seja instalada sob a argumentação de que existem outras apurações na fila Randolfe Rodrigues (Rede-AP) conseguiu há pouco a 27ª assinatura necessária para protocolar um pedido de CPI no Senado para investigar a atuação do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e de pastores lobistas na pasta.

Até ontem pela manhã, 23 parlamentares haviam confirmado apoio à Comissão Parlamentar de Inquérito. Porém, com a prisão preventiva de Ribeiro, esse cenário mudou

No início da tarde de ontem, o senador Eduardo Braga (MDB-AL) endossou a investigação. Pela noite, mais dois parlamentares assinaram o requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP): Soraya Thronicke (União-MS) e Rafael Tenório (MDB-AL), suplente de Renan Calheiros (MDB-AL).

Faltava apenas uma assinatura, que foi confirmada há pouco: a do senador Giordano (MDB-SP), parlamentar que assumiu o lugar de Major Olímpio, falecido no ano passado vítima de Covid.

CPI nunca foi um instrumento para governo. Governo nunca quer CPI; oposição é quem quer CPI”, disse Randolfe Rodrigues no início da noite de ontem.

A investigação terá 11 senadores titulares e 11 suplentes e a intenção é concluí-la antes das eleições. Mas para que ela seja iniciada, ainda dependerá de decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

A base do governo, porém, vai pressionar para que a investigação não seja iniciada. O líder do governo no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), disse que existem outras CPIs na fila e que a investigação sobre o MEC não pode ser prioridade da casa.

Temos duas semanas para encabeçar cinco CPIs. Se quiser, estou dentro. Mas o tempo é exíguo para todas”, afirmou Portinho. Entre as investigações, está uma de autoria do governo para apurar obras que foram abandonadas pelos governos do PT e de Michel Temer (MDB).

O ANTAGONISTA