Com covid-19, Dino conclui exames, deixa hospital e retoma isolamento

Governador Flávio Dino

NOTA – O Hospital São Domingos e a Secretaria de Estado de Comunicação informam que, em face do diagnóstico de COVID-19, o governador Flávio Dino deu entrada na manhã de hoje (4) no Hospital São Domingos para a realização de exames de forma eletiva. Após a conclusão dos exames, o governador foi liberado e retornou ao isolamento domiciliar.

Após testar positivo para a Covid, Dino dá entrada em hospital em São Luís

Governador Flávio Dino

Após anunciar ontem (3) que estou positivo para a covid-19, o governador Flávio Dino (PSB) acaba de ser flagrado dando entrada nesta terça-feira, 4 de janeiro de 2022, no Hospital São Domingos, em São Luís.

Em nota publicada há pouco, o Hospital São Domingos e a Secretaria de Estado de Comunicação informaram que, em face do diagnóstico de COVID-19, o governador deu entrada na referida unidade hospitalar para a realização de exames de forma eletiva.

Ainda ontem, a Secom informou que Dino seguia trabalhando em despachos internos, uma vez que apresentou sintomas leves da doença.

URGENTE! Governador Flávio Dino testa positivo para a Covid-19

São Luís tem mutirão de testagem para Covid-19

Foto Divulgação

Está sendo realizado nesta quarta e quinta-feira (dias 29 e 30) um mutirão de testagem rápida para a Covid-19 nos Terminais de Integração da Cohab e Praia Grande, em São Luís. O horário é de 8 às 17hs.

Confira acima a lista de outros locais de testagem na capital.

Após afrouxar medidas contra a Covid, Maranhão deve retomar uso de máscaras

Secretário Carlos Lula

O presidente Conselho Nacional de Secretário de Saúde (Conass), Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão, afirmou que a nova variante da Covid-19 deve fazer com que os Estados repensem na flexibilização de medidas contra o coronavírus.

Para Lula, decisões tomadas por governadores, como desobrigar o uso de máscaras em locais públicos, e a capacidade de público de eventos privados e públicos, como jogos de futebol, precisam ser repensados.

Mesmo em local aberto, faz sentido proteger pelo menos quem é mais suscetível, é idoso, tem comorbidade”, avalia Lula.

O governador Flávio Dino foi um dos que tornaram facultativo o uso de máscaras em lugares abertos.

A adoção de medidas mais restritivas, no entanto, é vista como de difícil implementação pelos secretários de Saúde.

Eles usam casos de países europeus, que registraram protestos violentos, como exemplos da dificuldade e dizem que no Brasil, considerando que 2022 será ano eleitoral, o cenário tende a ser ainda pior.

O Conass fará uma reunião nesta semana para debater ações que devem ser adotadas frente à descoberta da ômicron, como foi batizada a nova cepa da Covid.

De antemão, os secretários também defendem que o Brasil faça doação de vacinas a países africanos para tentar conter o alastramento da Covid no continente. Segundo Carlos Lula, houve muita sobra de Coronavac nos Estados e é possível dá-las a países que necessitem.

Coluna Painel – Folha de S. Paulo

Prefeitura de Caxias faz consulta pública sobre realização de Réveillon e Carnaval

Foto Reprodução

A Prefeitura de Caxias está fazendo uma consulta pública junto aos caxienses para saber se deve ou não realizar o Réveillon e Carnaval no ano de 2022. A gestão municipal sonda junto aos caxienses as duas datas importantes no calendário anual, diante dos números que apresentam bons resultados para Caxias com o avanço da vacinação contra a covid-19.

Conforme o último Boletim Epidemiológico do último domingo (21), seis casos de internação hospitalar foram registrados em Caxias, o município já aplicou 224.567 doses das vacinas contra a covid-19, das 268.571 doses recebidas.

Nos últimos meses, a Prefeitura de Caxias tem intensificado a vacinação para que a maior parte da população tenha acesso aos imunizantes, visando garantir cada vez mais a tranquilidade das pessoas em relação à covid-19. Já houve dias com um caso de internação, e momentos com zero casos. A gestão continua reforçando os pedidos para que as pessoas busquem os pontos de vacinação, onde já é possível a imunização de pessoas a partir de 18 anos com a 3ª dose, desde que tenham tomado a 2ª dose há pelo menos 5 meses.

Para participar da consulta pública, basta acessar o site da Prefeitura de Caxias e votar: https://caxias.ma.gov.br/

Novo decreto torna facultativo o uso de mascarás em Imperatriz

Mais de 90% da população maior que 18 anos já foi imunizada. (Foto: Edmara Silva)

A Prefeitura de Imperatriz publicou nesta terça-feira, 16, o decreto nº 109 com diretrizes sobre funcionamento da Administração Pública e de atividades econômicas organizadas e o uso facultativo de máscara facial de proteção. Documento acompanha a integralidade do texto do Decreto Estadual nº 37.176/2021, de 10 de novembro e considera os números de imunização de pessoas conforme o Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) continua a avaliar o cenário atual como pandemia, diante do fato continua a obrigatoriedade da higienização de superfícies de áreas comuns e a oferta de ambiente arejados. Assim como a disponibilidade em local acessível e sinalizado, do álcool em gel, água e sabão, e equipamentos sanitários para a assepsia adequada das mãos e outras medidas de higiene eficazes contra a proliferação da Covid-19.

Sobre o uso facultativo da máscara facial de proteção, o secretário de Governo e Projetos Especiais do município, Eduardo Soares, explica que “a Prefeitura realizou um trabalho intenso por meio da equipe de imunização, em que mais de 90% da população adulta, maiores de 18 anos, foi vacinada. Esse indicador permite que possamos acompanhar na integralidade o Decreto Estadual”.

No decreto, municípios com mais de 70 % da população vacinada com as duas doses ou dose única da vacina contra a Covid-19, conforme dados constantes do Sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), o uso de máscara é facultativo a cada cidadão.

Para que a população continue optando a utilizar máscaras faciais em ambientes abertos ou fechados, Eduardo Soares explica ser importante continuar a enfatizar a Campanha de Vacinação Contra a Covid-19. “De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Saúde (Semus), os 10% que ainda faltam se imunizar são pessoas que por alguns motivos optaram por não se vacinarem. A Prefeitura está intensificando a campanha para estimular e incentivar as pessoas se vacinarem. O avanço da saúde é coletivo”.

Atualmente a cidade conta com 10 pontos fixos de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), e ponto de drive-thru na Universidade Ceuma. O secretário discorre ainda que a “vacinação de adolescentes está em fase final, jovens de 12 a 17 anos, e a de acamados também, com equipe volante de vacinação em trabalho constante”.

Medidas para funcionamento da administração pública e atividades econômicas estão estabelecidas em decreto de nº 94/2021 terão prazo estendido até 1 de dezembro deste ano, não conflitantes com o disposto no atual informe. Não haverá mais percentuais de lotação dos estabelecimentos, a ocupação será de 100% de acordo com documento de segurança do Corpo de Bombeiros.

As regras de flexibilização contidas nesse artigo não se aplicam às pessoas infectadas pela Covid-19, que em caso de necessidade de quebra de isolamento em situações excepcionais, deverão usar máscara facial de proteção, conforme protocolos médicos sanitários.

Demais normas de enfrentamento da Covid-19 seguirão regras estabelecidas no Decreto Estadual nº 37.176/2021. Para ter acesso ao novo decreto da Prefeitura de Imperatriz, basta clicar no link: imperatriz.ma.gov.br/decreto

COVID-19: CIDADES DO MA ONDE O “PAU” PODE TORAR…

Foto Reprodução

O governador Flávio Dino (PSB) divulgou nas redes sociais as 13 cidades em que não é mais obrigatório o uso de máscaras, mesmo em ambientes fechados. (Confira acima)

O critério adotado para a liberação foi a vacinação contra a Covid-19, com menos duas doses, de pelo menos 70% da população acima de 12 anos.

Do Blog do Gilberto Léda

Maranhão recebe mais 114.660 doses da Pfizer para seguir com aplicação da 3ª dose

Foto Divulgação

O Maranhão recebeu, nesta segunda-feira (11), mais 114.660 doses da vacina Pfizer que vão garantir a continuidade da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 no estado. Ao desembarcar, as doses foram encaminhadas para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos do Maranhão, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES), responsável pela distribuição dos imunizantes, onde passarão por conferência para serem distribuídas aos 217 municípios maranhenses.

Esses imunizantes serão destinados à segunda dose dos públicos que já tomaram há doze semanas a vacina Pfizer e a terceira dose para trabalhadores da saúde e população de 60 anos ou mais. Garantindo assim a continuidade da campanha de vacinação em todo o Maranhão”, destaca a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Tayara Pereira.

Para a distribuição em tempo recorde, a SES conta com a parceria do Centro Tático Aéreo (CTA), que faz o transporte das vacinas com o uso de helicópteros e avião, e da Polícia Militar, responsável pela segurança no deslocamento. Para o transporte das vacinas também são utilizadas vans refrigeradas.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 9.369.725 doses recebidas, sendo 2.475.280 doses da CoronaVac, 3.959.275 doses da AstraZeneca, 2.821.420 doses da Pfizer e 113.750 doses da Jansen.