Flávio Dino acompanha Carnaval em São Luís e garante que a Festa de Momo de 2016 já vai começar a ser planejada

Governador Flávio Dino esteve na Passarela do Samba e no circuito de rua da capital durante o Carnaval
Governador Flávio Dino esteve na Passarela do Samba e no circuito de rua da capital durante o Carnaval

“Começamos a recuperar o carnaval do povo e em 2016 vamos fazer uma festa ainda maior. Será o melhor carnaval da história do Maranhão”, informou o governador Flávio Dino. Ele anunciou reformulações para o carnaval de rua de São Luís a partir do próximo ano.

Uma das mudanças será o horário da programação que contemplará o turno matutino e vespertino, além das atividades tradicionais do período noturno.

“Vamos começar em 2016 um carnaval desde a manhã, desenvolvendo circuitos na praia e fazendo com que à tarde, nos bairros, haja uma grande manifestação e à noite essa apoteose representada pela passarela. Vamos construir isso no ano que vem fazendo um carnaval que brilhe com a luz do Sol”, afirmou o governador.

Flávio Dino informou que a Secretaria de Estado da Cultura já trabalha na reformulação do modelo de carnaval experimentado na capital. Ele destacou o incremento do carnaval de rua, a exemplo da parceria realizada com a Prefeitura de São Luís, com manifestações de rua em vários bairros.

“O carnaval é alegria, mas também reativa a dimensão econômica da cultura. Gera postos de trabalho, circulação de renda, produção local”, disse Flávio Dino, ao destacar a importância da descentralização dos recursos destinados às festas de carnaval no estado.

As atividades carnavalescas não serão voltadas apenas para a capital. A exemplo do que já foi possível acontecer em 2015, no próximo ano, a contribuição com outros municípios maranhenses que possuem tradição nas festas de carnaval também serão estimuladas e com ações articuladas com as gestões municipais e os grupos artísticos, através do Governo do Estado.

Já em 2015, o Governo do Estado também apoiou as manifestações religiosas que ocorreram durante o período carnavalesco. Flávio Dino destacou que a diversidade dos apoios também ocorreu na organização de retiros espirituais, de diferentes orientações religiosas em dezenas de municípios do Estado.

Pluralidade e segurança – Além da descentralização do apoio às brincadeiras de carnaval, o Governo do Estado mobilizou os serviços públicos para que os maranhenses pudessem passar o período com tranquilidade. Através da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o policiamento na capital e no interior foi intensificado, com destaque às cidades com maior fluxo de brincantes.

Já o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) organizou operações da Lei Seca em diferentes municípios, com ações educativas e de fiscalização. A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) também cuidou para que todos que precisassem utilizar o transporte aquaviário no deslocamento para o interior do estado tivessem maior comodidade que em anos anteriores.