Flávio Dino anuncia concurso para professores em Seminário de Educação

Evento de abertura aconteceu nesta terça (7) e segue até a quinta-feira (9)

O governador Flávio Dino participou da abertura do 3º Seminário Estadual de Educação do Campo no Maranhão, realizado no Convento das Mercês nesta terça-feira (7). O evento, retomado pelo Governo do Estado após 10 anos, teve como um dos destaque o anúncio da realização de concurso público para educadores do campo, com previsão de atendimento de escolas da zona rural, de comunidades quilombolas e indígenas.

Em 2018, vocês podem se preparar, vamos fazer o concurso específico para educação no campo, incluindo a previsão de vagas para escolas quilombolas e indígenas”, afirmou o governador.

Sobre a realização do certame, Flávio Dino destacou a prioridade da educação nas ações de governo: “É um concurso que podemos fazer porque a educação é o que a gente prioriza”.

Outras ações também destacadas na abertura do evento foram o programa Escola Digna, que reformou, reconstruiu e construiu mais de 600 escolas das redes estadual e dos municípios; a jornada de alfabetização Sim, Eu Posso!, realizado em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e que pela primeira vez garantiu direito à educação para mais de 20 mil maranhenses em idade adulta; entre outras iniciativas.

Seminário

Com palestras, mesas redondas, grupos de trabalho, oficinas, entre outros, o 3º Seminário Estadual de Educação do Campo vai discutir até a quinta-feira (9) políticas públicas e estratégias sobre a temática para o Maranhão.

O seminário estabelecerá, ainda, negociações para o apoio pedagógico a projetos de educação profissional do campo – capacitação de docentes, bolsas de trabalho para monitores e melhoria de infraestrutura.

Na abertura, o evento, que tem como tema ‘Lutas sociais e os desafios da conjuntura política atual’, também contou com a palestra ‘Movimentos sociais e educação do campo: políticas de Estado e as lutas sociais do campo’, defendida pela conferencista da Universidade de Brasília (UnB) Mônica Castagna Molina.

Para o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, o evento marcou a nova fase de desenvolvimento do campo e do povo do Maranhão.

É um símbolo muito importante a realização desse seminário. O Governo do Estado já vem realizando uma série de ações voltadas para esse segmento, com o diferencial do novo relacionamento com as associações que fazem a educação de campo no estado, por meio de fomento, contratação seletiva de professores, com o apoio financeiro para a alimentação e manutenção das casas familiares rurais, além de outras ações que estamos realizando”, destacou.

O 3º Seminário Estadual de Educação do Campo no Maranhão será realizado até a próxima quinta-feira (9), no Convento das Mercês, em São Luís.

Divulgada lista dos 5.559 professores contemplados com progressão funcional

Secretário de Educação, Felipe Camarão

O Governo do Estado divulgou a relação de professores da rede pública de ensino que serão contemplados com o pagamento de progressões funcionais. Ao todo, 5.559 educadores do quadro da Seduc e do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) progredirão na carreira, resultando em um impacto financeiro mensal de R$ 1 milhão para o Estado. Somente neste ano, 6.565 professores da rede foram contemplados com progressão funcional.

As progressões serão pagas juntamente com o vencimento de agosto e implementadas com efeito retroativo a julho deste ano. A medida é mais uma conquista para os professores da rede pública estadual, que se soma aos demais benefícios já garantidos desde o início da gestão que passa por incrementos salariais, realização de concurso público e oportunidades de qualificação. Ao todo, desde 2015, o Governo já contemplou 22.317 professores com progressões funcionais.

Para o secretário da Educação, Felipe Camarão, o governo do Estado dia, após dia, tem se empenhado em atender pleitos e valorizar os servidores da educação. “O governador Flávio Dino demonstra, novamente, porque é conhecido como o governador da educação, garantindo melhores condições e mais qualidade de trabalho, além de estimular a permanência em sala de aula, valorizando o professor da rede estadual”, destacou.

A progressão funcional é a evolução do educador da rede pública estadual, que, após determinado tempo de serviço, avança de uma referência para outra superior na tabela remuneratória do magistério, conforme estabelecido pelo Estatuto do Magistério.

Conquistas históricas da categoria

Além das progressões, outras conquistas históricas da categoria foram atendidas pelo Governo do Maranhão, como a unificação de matrículas e a ampliação de jornada; concurso público para 40 horas, incluindo vagas para profissionais da Educação Especial; concessão de gratificação para a Educação Especial e a gratificação de dedicação exclusiva; eleições democráticas para diretores de escola, entre tantas medidas.

Quantitativo de progressões

2015 – 11.144 professores
2016 – 4.608 professores
2017.1 – 1.006 professores
2017.2 – 5.559 professores

Confira a lista com o nome dos beneficiados com as progressões AQUI.

Flávio Dino concede progressão para 5.559 professores do Estado

Governador Flávio Dino e o Secretário de Educação Felipe Camarão

Os professores da rede pública estadual tiveram mais uma conquista que impacta direta e positivamente na qualidade do trabalho e mostra valorização da categoria. O governador Flávio Dino concedeu progressão para 5.559 professores que soma aos demais benefícios já garantidos desde o início da gestão que passa por incrementos salariais, realização de concurso público e oportunidades de qualificação. O benefício foi concedido nesta sexta-feira, 28.

Após autorizar a progressão para os mais de 5 mil professores o governador Flávio Dino pontuou ser este um incentivo para estes profissionais na luta de sua gestão para assegurar uma educação de qualidade aos maranhenses. “A Educação é o principal investimento para desenvolver o Maranhão”, ressaltou o governador Flávio Dino.

O secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão, destacou que este é mais um no conjunto de benefícios que o governador Flávio Dino oportunizou aos professores. “É mais uma mostra do compromisso assumido pelo governador para garantir melhores condições e mais qualidade de trabalho, além de estimular a permanência em sala de aula e o mais importante, valorizar o professor da rede estadual”, pontuou. Este ano, o governador já havia garantido progressão para mil professores.

A progressão funcional é a evolução do educador da rede pública estadual, que, após determinado tempo de serviço, avança de uma referência para outra superior na tabela remuneratória do magistério, conforme estabelecido pelo Estatuto do Magistério. A medida é mais uma de incentivo à educação. Significa incremento nos vencimentos mensais. As progressões já passam a ser implementadas nos contracheques a partir do próximo salário, juntamente com o vencimento do mês.

A concessão da progressão funcional é uma demanda dos professores do Estado e são benefícios importantes para a categoria, que foi, por muitos anos, penalizada com o não pagamento destas, assim como dívidas das promoções e titulações. O governador também já havia contemplado a categoria com progressões em 2015, primeiro ano da gestão, quando beneficiou com o pagamento um total de 11.144 professores; e em 2016, com a progressão para 4.608 profissionais da área.

Mais Benefícios

Além das progressões, a atual gestão já implementou uma série de benefícios para os professores do Maranhão, entre os quais a unificação de matrículas e a ampliação de jornada, mediante editais específicos; a realização de progressões e concessões de gratificação por titulação; a realização de eleições democráticas para diretores de escola, entre tantas medidas.

Governo do Maranhão incentiva municípios a aderirem ao Selo Unicef

Foto Divulgação

Para reforçar o compromisso de garantir qualidade de vida às crianças maranhenses, o Governo do Estado e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) realizaram, nesta terça-feira (25), o Encontro Estadual pelos Direitos da Criança e Adolescente – Primeira Reunião do Comitê Gestor do Selo Unicef (2017-2020), no auditório do Palácio Henrique de La Rocque. O evento reuniu, também, prefeitos maranhenses e teve o objetivo de incentivar os municípios à adesão ao Selo Unicef, que estimula a gestão municipal a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Na ocasião o Governo lançou o decreto nº 33.113, que institui o Comitê Estadual de Apoio Técnico aos municípios para certificação do Selo Unicef (2017-2020), que prestará assistência técnica e orientação, além de promover, por meio de convênios com as secretarias que o integram, benefícios aos municípios que firmarem o termo de adesão ao Selo. Os convênios poderão priorizar esses municípios para o recebimento da ‘Caravana de Todos’, entrega de ambulâncias e ônibus escolares, extensão do programa ‘Arca das Letras’, entre outros benefícios.

Secretários Antônio Nunes, Felipe Camarão e Marcos e Marcos Pacheco

O secretário Antônio Nunes, que é o presidente do Comitê Estadual, apresentou o decreto aos presentes e explicou a metodologia e o acompanhamento do Governo para auxiliar os municípios na certificação do Unicef. “Além dos convênios, o Governo Flávio Dino dará total apoio técnico aos municípios que realizarem as inscrições. A metodologia é dividida pela fase de adesão, que é o acompanhamento da inscrição do município, e pela fase de avaliação, que será o apoio técnico para que o município consiga alcançar as metas estipuladas pelo Unicef até conseguir o Selo”, explicou Nunes.

Anyoli Sanabria, coordenadora do Território Amazônico do Unicef, proferiu palestra com o tema ‘O Selo Unicef: colocando as crianças e adolescentes no centro das políticas públicas municipais’, e explicou como funciona a certificação e sua importância para a melhoria da qualidade de vida das crianças. “O Maranhão é o primeiro estado a realizar um evento deste porte e lançar um decreto que incentiva a adesão de seus municípios ao Selo. É muito gratificante participar desse momento único”, revelou Anyoli.

O secretário de Estado de Políticas Públicas e articulador estadual do Comitê Gestor, Marcos Pacheco, explicou aos prefeitos alguns métodos para que os municípios possam melhorar seus indicadores relativos à qualidade de vida das crianças. “Gostaria de dizer que as crianças menores de um ano e as gestantes precisam de um olhar especial de cada gestor. São eles os mais vulneráveis. Precisamos trabalhar com métodos, fazermos diferente. Pois só assim teremos resultados diferentes”, destacou.

Também participaram do encontro os secretários de Estado – Felipe Camarão (Educação), Carlos Lula (Saúde), Francisco Gonçalves (Direitos Humanos e Participação Popular); a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Ana Amélia Bandeira; e o juiz auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, José Américo Abreu Costa.

Inscrições

Na edição passada (2013-2016), 149 municípios maranhenses se inscreveram, e destes, 42 conseguiram a certificação. Para essa edição, os municípios poderão realizar as adesões ao Selo no site do Unicef até a próxima segunda-feira (31).

Felipe Camarão é condecorado com Medalha Manuel Beckman

Secretário de Educação Felipe Camarão recebendo a medalha Manoel Beckman
Secretário de Educação Felipe Camarão recebendo a medalha Manoel Beckman

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, foi condecorado com a Medalha Manuel Beckman, em sessão solene realizada nesta quinta-feira (12), na Assembleia Legislativa do Maranhão. A medalha, que é a mais alta honraria outorgada pelo parlamento estadual maranhense, foi proposta deputado Marco Aurélio.

Além de parlamentares, o Plenário Nagib Haickel ficou lotado por familiares, amigos, colegas de trabalho e autoridades políticas, que acompanharam a sessão solene, presidida pelo presidente Humberto Coutinho, que fez questão de destacar o respeito e a admiração que tem pelo secretário, parabenizando-o por sua brilhante carreira.

Autor da proposta da honraria, o deputado Marco Aurélio ressaltou: “É uma forma de fazer Justiça a um servidor público que tem feito um trabalho digno por todo estado do Maranhão e que tem conseguido dar a identidade do governador Flávio Dino em tudo que tem feito pela educação. É pela escola digna, pela visão estratégica em melhorar a qualidade do ensino, mas também pela marca pessoal de humildade, dedicação, pelo senso de servir, que hoje a Assembleia Legislativa do Maranhão faz essa justa homenagem ao Felipe. Não é um parlamentar, mas acima de tudo a representatividade do povo do Maranhão que fez essa concessão”.

Em um discurso emocionado, Felipe Camarão agradeceu familiares, amigos e colegas de trabalho que prestigiaram o momento e destacou a importância de todos ao longo de sua vida pessoal e profissional. “Muito feliz em receber a mais alta honraria da Assembleia. Agradeço muito a iniciativa do deputado Marco Aurélio e a todos os deputados que aprovaram a proposta apresentada. Agradeço ao deputado Humberto Coutinho que honrosamente presidiu a sessão, e a todos que sempre estão comigo, seja no trabalho ou em minha vida pessoal. Meu muito obrigado. Recebo com muita honra e orgulho, mas sem nenhum envaidecimento. Recebo esta honraria, acima de tudo, como um sinal de muita responsabilidade para continuar trabalhando pelo Maranhão. Agradeço ao governador Flávio Dino, porque se hoje recebo essa homenagem é graças à oportunidade que ele me deu para mostrar o meu trabalho”, declarou o homenageado.

O secretário de Estado da Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, prestigiou o evento e destacou a homenagem como merecida. “Honra muito o governo do Maranhão. O secretário Felipe Camarão é uma pessoa que tem prestado relevantes serviços ao governo e, por conseguinte, ao povo do Maranhão. Mas antes disso, é uma pessoa que se notabilizou nos espaços por onde passou: na Ufma como professor, como procurador federal, como chefe do Procon maranhense em duas ocasiões, como secretário já de três pastas do governo Flávio Dino, portanto, uma justa homenagem à qual todo governo se junta e aplaude”.

Um orgulho para a família

Pais, irmãs, avó e muitos familiares prestigiaram o momento. “Muito feliz, muito honrado. A credibilidade que Felipe tem e o reconhecimento só pode me deixar muito emocionado e muito feliz com o dever de pai cumprido. É uma grande satisfação, uma grande honra. E agradeço demais a todos as pessoas que confiam nele. Aprendemos na escola a ler e escrever, mas a índole trazemos de casa, e isso graças a Deus ele tem de sobra”, afirmou o médico Phill Camarão, pai do homenageado.

Ao falar da trajetória do filho, a mãe não esconde o encantamento e a felicidade. “Tenho muito orgulho do Felipe ser o que é. Ele sempre foi um menino atencioso, muito estudioso, amigo e nunca desrespeitou ninguém. Acho que fui uma felizarda, Deus me agraciou com um filho maravilhoso, uma pessoa incrível que sempre terá tudo de bom na vida, porque ele emana só coisas boas”, disse a mãe Rita Camarão.

Perfil

Procurador Federal de carreira, atualmente Felipe Camarão é professor da Universidade Federal do Maranhão, secretário de Estado da Educação, presidente da Fundação da Memória Republicana do Brasil, membro da Academia Ludovicense de Letras e sócio do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.

Felipe Camarão em ‘Você partiu meu coração’: agradecimento ou jingle de campanha?

Um vídeo gravado por estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual está fazendo sucesso nas redes sociais. Trata-se de uma paródia da música do carioca Nego do Borel, ‘Você partiu meu coração’, referindo-se ao secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão.

A letra da paródia enaltece os feitos do gestor que mais parece um jingle de campanha e não uma mera homenagem de estudantes a Felipe Camarão.

O fato é que mais um secretário de governo pode sim entrar na disputa eleitoral de 2018, afinal capacidade não falta para o jovem advogado. É só aguardar os próximos desdobramentos.

Em solenidade no Palácio dos Leões, prefeita de Zé Doca recebe ônibus escolar

Solenidade de entrega do ônibus escolar

A cerimônia de entrega de sete ônibus escolares aconteceu na tarde do dia 05, no Palácio dos Leões, como parte da politica de apoio aos municípios maranhenses do governo do estado. A ação faz parte do programa Escola Digna e é uma das ações estruturantes da nova educação do Maranhão. Ao todo, o Governo do Estado já beneficiou 71 municípios com a doação de veículos modernos e equipados para o transporte dos alunos das redes estadual e municipal.

Prefeita Josinha Cunha

A prefeita de Zé Doca Josinha Cunha (PR) estava acompanhada do sobrinho, o vereador de São Luís Aldir Junior (PR). A entrega dos ônibus foi feita pelo próprio governador do estado Flávio Dino que estava acompanhado do Secretário de Estado da Educação Felipe Camarão que ressaltou a importância do transporte para os municípios.

Não podemos ter uma Escola Digna sem um transporte escolar digno”, pensando nisso, o governador Flávio Dino determinou a ajuda aos municípios, não apenas para o transporte dos alunos da rede estadual, mas também da rede municipal. “Já estamos aguardando a entrega de mais veículos e estamos com 50 ônibus em processo de aquisição. Até o final do ano faremos essa entrega.”

Em sua rede social a prefeita Josinha Cunha chamou o momento como; “Dias de Conquistas” e agradeceu a Deus pelo bom momento vivido em sua administração. “Oferecer uma educação digna e o direito de locomoção com segurança e conforto são metas do nosso governo, estou muito feliz com mais esse transporte escolar que tenho certeza, será de muita utilidade para os nossos alunos.”

Seduc e Prefeitura de São José de Ribamar firmam parceria pela Educação

Secretário Felipe Camarão e o prefeito Luís Fernando assinam termo de cooperação técnica

Com a finalidade de melhorar e garantir a oferta da educação de qualidade no município de São José de Ribamar, o Governo do Estado e a prefeitura municipal firmaram, nesta terça-feira (6), cooperação técnica, que possibilita a permuta de professores e/ou servidores da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) e de docentes e servidores pertencentes ao quadro de pessoal daquele município.

Assinaram o termo de parceria o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, e o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando. Também participaram do ato o vice-prefeito Eudes Sampaio; o presidente da Câmara Municipal de São José de Ribamar, Beto das Vilas; o vereador professor Cristiano; a secretária municipal de educação, Carla Veras, e a secretária adjunta de Ensino da Seduc, Nádya Dutra.

O secretário Felipe Camarão destacou os investimentos da gestão do governador Flávio Dino para a educação de São José de Ribamar, como a inauguração de duas escolas de educação integral no município: o Centro Educa Mais São José de Ribamar, que oferta o ensino acadêmico em tempo integral, e o Iema, com foco na educação profissional.

“Além disso, vamos entregar nos próximos dias o Centro de Ensino São José de Ribamar, que foi totalmente reconstruído pelo governo do estado. Temos ainda como meta a construção, no próximo ano, de uma escola de ensino médio no Parque Vitória, beneficiando as Vilas e demais bairros adjacentes. A meta é iniciar as obras no próximo ano”, realçou Felipe Camarão.

O prefeito Luís Fernando também ressaltou a parceria do governo com o município e citou a construção do Núcleo de Educação Integral, que atenderá estudantes da rede pública municipal e estadual. “A prefeitura já fez a doação do terreno para a construção do Núcleo de Educação Integral, e está cuidando dos trâmites legais junto à Seduc para início da construção do prédio, que será localizado em uma área estratégica para atender o maior número possível de alunos”, apontou. Com a relação à construção da escola de ensino médio, Luís Fernando destacou: “será uma obra importante e um legado que o governo deixará para o Parque Vitória e região”, disse.

A cooperação técnica com o município faz parte do eixo Regime de Colaboração do Programa Escola Digna. O termo assinado com a prefeitura de Ribamar vigorará pelo prazo de dois anos a contar da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado, de comum acordo entre as partes.

Seduc abre oportunidades de estágio para alunos do Ensino Médio

Secretário Felipe Camarão, Tatiana Pereira e representantes do CIEE (Foto: Lauro Vasconcelos)

Estudantes do Ensino Médio agora podem estagiar em órgãos públicos e empresas privadas atuantes no Estado. O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), firmou, nesta quinta-feira (18), um Termo de Cooperação Técnico com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), que possibilita a realização de Estágio não-obrigatório a estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual.

No dia 8 de março deste ano, o governador Flávio Dino assinou o decreto nº 32.685, que regulamenta o processo de estágio não-obrigatório para estudantes do ensino médio regular e da educação técnica profissional, regularmente matriculados em escolas da Rede Pública Estadual do Maranhão.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, esta é uma ação articulada por vários órgãos do Governo do Maranhão, que trabalharam em conjunto para a regulamentação do estágio para estudantes da rede pública estadual. “O estágio é a porta de entrada para muitos jovens no mercado de trabalho. Ao regulamentar a sua oferta, o governador Flávio Dino demonstra seu compromisso com os adolescentes e jovens maranhenses, agindo de forma que os estudantes possam de fato aplicar os conhecimentos adquiridos na formação escolar no mercado de trabalho, com atividades, horários e acompanhamento necessário ao seu desenvolvimento”, destacou o secretário.

O Maranhão era único estado brasileiro que ainda não tinha a sua lei estadual de estágio para estudantes do ensino médio da rede pública estadual regulamentada. Raphaele Fernandes representou o CIEE na assinatura do termo de cooperação que possibilita o Centro recrutar estudantes para a prática de estágio em empresas privadas e órgãos públicos no Estado. Ela, que é supervisora de estágio da Unidade de Operação do CIEE no Maranhão, explica que ao logo de oito anos, milhares de vagas deixaram de ser preenchidas no estado, devido a sua não regulamentação anteriormente.

“Estamos retomando depois de oito anos a parceria com o Governo, com a Secretaria de Educação autorizando novamente o estágio de nível médio no Maranhão. Isso vai proporcionar para todos os jovens que estão cursando o nível médio, oportunidades de estágio, o que ajuda inclusive na diminuição da evasão escolar, porque para estagiar o estudante tem que estar obrigatoriamente matriculado. Além de ajudar os jovens a entrar no mercado de trabalho, se profissionalizar mais cedo e entender a carreira profissional”, declarou.

Para a secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, a formalização do processo de estágio é um importante avanço do Governo do Maranhão. “Com a estruturação do estágio no ensino médio, o Governo consegue dar mais oportunidades aos estudantes maranhenses. As empresas privadas, assim como os órgãos públicos, poderão fazer com os estudantes tenham a perspectiva profissional iniciada, e possam enxergar que nas escolas públicas há um conjunto muito rico de estudantes com grande potencial. O governador Flávio Dino dá um passo importante em instituir o decreto. É singular, porque você cria oportunidade e cria caminhos de vida diferentes para muitos jovens e adolescentes do Maranhão”, afirmou.

Os estudantes interessados em participar de estágio, devem se inscrever no CIEE, por meio do site da instituição ou presencialmente. O CIEE fica localizado em São Luís na Rua dos Bicudos, 2, Renascença II.

Seduc apresenta ações concretas do ‘Escola Digna’ à Assembleia Legislativa

Secretário Felipe Camarão reunido com deputados na Assembleia Legislativa

Com a finalidade prestar contas de forma transparente ao legislativo estadual, sobre as ações concretas e em andamento do ‘Escola Digna’, maior programa de investimento em infraestrutura da rede educacional do Maranhão e, também, para subsidiar o trabalho do parlamento na função de fiscalizar as políticas públicas executadas pelo executivo, o governo do estado apresentou, nesta segunda-feira (15), à Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA), documento que constam todas as escolas que passaram por manutenção, reforma e reconstrução, bem como as unidades construídas desde 2015 até este ano.

O documento foi entregue pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ao presidente em exercício da Casa, deputado Othelino Neto; ao líder do governo na Assembleia, Rogério Cafeteira, e aos deputados Bira do Pindaré, Marco Aurélio, Cabo Campos, Ana do Gás e Levi Pontes.

Na lista, que também inclui as escolas planejadas para iniciar os serviços até o fim do primeiro semestre de 2017, ressalta que o objetivo do governo do Maranhão é alcançar, até o fim de 2018, todas as escolas da rede estadual.

O secretário Felipe Camarão, acompanhado da equipe de auxiliares, explanou aos deputados as ações e intervenções que ocorrem desde o início da gestão do governador Flávio Dino em toda a rede escolar estadual e se colocou a disposição dos parlamentares para eventuais esclarecimentos. “Apresentamos à Assembleia os números referentes às construções, reformas, reconstruções, revitalização e manutenções, bem como os nomes das escolas e suas respectivas localidades, para que os deputados acompanhem o andamento dessas ações que estão melhorando não somente a rede física escolar estadual, mas o processo de ensino e aprendizagem e, ainda impactarão nos índices educacionais do estado”, apontou.

De acordo com o secretário, as intervenções em escolas já ultrapassam o número de 574, que foi amplamente divulgado. Felipe Camarão ressaltou ainda que esses serviços nas escolas fazem parte de uma política permanente de reestruturação da rede estadual. Entretanto, salientou que em algumas escolas a Seduc precisou intervir mais de uma vez porque houve depredação do patrimônio e da estrutura recuperada. “Para combater esse quadro, a Secretaria de Educação está realizando uma campanha de conscientização para preservação do patrimônio nas escolas, conclamando toda a comunidade escolar, sobretudo, os jovens para que se tornem cidadãos conscientes”, explicou.