Quinze cidades alvos de enchentes e enxurradas recebem assistência

Equipes resgatam atingidos pela chuva em Caxias

Centenas de pessoas atingidas pelos estragos das chuvas nos últimos dias recebem apoio do Governo do Estado com as ações de equipes do Corpo de Bombeiros, Centro Tático Aéreo e das secretarias de referência. Segundo a Defesa Civil do Estado, pelo menos 15 cidades foram alvo de enchentes e enxurradas.

As equipes de salvamento prestam reforço realocando as populações desabrigadas, monitorando a situação de risco e fazendo, junto às prefeituras, levantamento das necessidades prioritárias. Nesta quarta-feira (11), o Governo do Maranhão enviou remessas de mantimentos a cidades afetadas.

Em Tuntum, uma das mais recentes na lista de atingidas, equipe do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil articula com a Prefeitura local as medidas tomadas na região. Além das famílias desabrigadas, as chuvas comprometeram as vias de acesso, dificultando a chegada do salvamento ao local.

Um helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA) foi disponibilizado permitindo que a ajuda chegasse à cidade. Com as equipes em solo, todos os desabrigados foram retirados das áreas alagadas e transferidos a locais seguros.

Outra cidade em que as equipes atuaram foi Caxias, onde houve transbordamento do riacho afluente do Rio Itapecuru no povoado Riachão. Foram socorridas seis famílias com retirada emergencial do Corpo de Bombeiros.

Apoio

A ajuda humanitária inclui distribuição de mantimentos, cestas básicas de alimentos, medicação e itens como roupas, colchonetes, filtros e água. A remessa enviada nesta quarta-feira atende solicitação das prefeituras de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras, totalizando aproximadamente 600 itens.

Na última semana, os mantimentos beneficiaram as famílias desabrigadas em Marajá do Sena.

A Secretaria de Desenvolvimento Social já enviou 650 cestas básicas, 250 colchões, 200 galões de 20 litros de água e 200 filtros de barro para quatro municípios atingidos pelas chuvas. A assistência continua até a normalização da situação.

Cidades atingidas

Em Bacabal, o suporte enviado pelo Governo se soma ao efetivo do Quartel do Corpo de Bombeiros local, que prestou os primeiros atendimentos pós-enchentes. Na lista de municípios prejudicados e já atendidos pela força-tarefa do Governo estão ainda Presidente Vargas, Imperatriz e Brejo.

Equipes dos Bombeiros e Defesa Civil mantêm contato com as prefeituras de Cantanhede, Timbiras, São João do Soter, Nina Rodrigues, São Luiz Gonzaga, Rosário, Esperantinópolis, Lago dos Rodrigues e Balsas para definir as medidas.

Nos locais onde fomos acionados, prontamente enviamos as equipes. Nos demais, estamos discutindo as ações a realizar, dentro do que as prefeituras nos solicitam. Nossos grupamentos estão a postos, preparados e reforçados para garantir agilidade às ações de respostas nas regiões afetadas”, destacou o comandante adjunto do Corpo de Bombeiros e coordenador da Defesa Civil do Estado, capitão Izaac Matos.

O coordenador da Defesa Civil ressalta que os municípios do Centro Maranhense são os mais atingidos e demandados, boa parte pela sua condição de proximidade de rios ou córregos que tiveram o nível elevado. Em alguns casos, onde esse nível possa aumentar, as prefeituras de pronto acionam Bombeiros e Defesa, que ficam a postos.

Em Trizidela, um posto de comando foi instalado no Quartel do Corpo de Bombeiros, local para agilizar o atendimento às demandas. “Técnicos da Defesa também estão nesse posto para melhorar a resposta e melhor direcionar as informações”, reforça Izaac Matos.

Força-tarefa

O Governo do Estado vem trabalhando em parceria com as prefeituras e apoio do Governo Federal em cidades que já declararam calamidade pública ou estão com o processo em andamento. A situação de emergência é decretada diante dos prejuízos contabilizados pelos municípios.

Paralelamente, ações assistenciais são organizadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA) em conjunto com as prefeituras. A equipe da CEPDECMA auxilia na condução das ações e gerenciamento do desastre. Os municípios que já decretaram situação de emergência foram Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela do Vale e Lago dos Rodrigues.

Calamidade em Marajá do Sena: enchente deixa centenas de desabrigados

Foto Reprodução: Blog do Carlinhos Filho

A cidade de Marajá do Sena (MA) voltou a sofrer, nesta sexta-feira (30), o mesmo problema dos anos anteriores, o das enchentes, em prejuízo a moradores e comerciantes. Após chuvas volumosas nas últimas horas, boa parte da cidade foi tomada pelas águas. A enchente alagou ruas, atingiu escolas, igreja, comércios, derrubou casas, muros e arrastou pontes. Essa enchente está sendo considerada uma das piores da história. A principal avenida virou um “rio”.

Moradores usaram as redes sociais para mostrar fotos da cidade em baixo d’água e relata a calamidade em que se transformou a pequena Marajá do Sena.

Leia alguns relatos.

Foto: Blog do Carlinhos Filho
Foto: Blog do Carlinhos Filho

Grande enchente em Marajá Do Sena/MA, blogueiros e jornalistas nos ajudem a divulgar esta ocorrência para que os gestores vejam o estado de calamidade que se encontra esta cidade”, clama um morador em grupos da rede social.

O negócio em Marajá do Sena foi sério; a enchente que deu no último mês de fevereiro não foi nada comparada com essa. As águas levaram até casas”, relatou um morador.

Aqui acabou tudo, casas, móveis, eletrodoméstico, aqui ninguém tem mais nada. Acho que nem todo mundo tem o que comer, porque foi molhado tudo”, alertou.

Moradores já tinham abandonado a cidade

No último dia 22 de fevereiro, a cidade de Marajá do Sena tinha sofrido uma forte enchente. Naquele período, moradores deixaram a cidade e foram passar o período invernoso numa região mais elevada, chamada “Chapada”.

Ainda na tarde desta sexta-feira, o blog do Carlinhos entrou em contato com a Prefeitura, administrada pelo prefeito Lindomar Araújo. A Assessoria de Comunicação do Município enviou um esclarecimento.

A Prefeitura executou todos os trabalhos que estava ao seu alcance. Foram feito dois km de limpeza de córrego, mas esse trabalho não impede as enchentes, em decorrência da situação geográfica da cidade. No cento da cidade, uma área mais baixa, as águas chegam aos telhados das casas. Limpeza de córrego não evita uma enchente naquele local. Salientamos que esse problema vem de fenômenos da natureza, da geografia da cidade e não da falta de serviço da Prefeitura. A população marajaense tem que se conscientizar que a cidade precisa ser mudada de local; essa discussão de mudar o local da cidade já existe há muito tempo, porém, tem muita gente relutante que prefere sofrer com as enchentes várias vezes durante o ano”, disse.

O Governo do Estado, através do superintendente da região, Mávio Rocha, está atento à situação de Marajá do Sena e mobiliza operários e máquinas para chegar à cidade neste sábado.

Fomos pegos de surpresa por conta do feriado da Semana Santa. Os funcionários estavam de folgas com suas famílias, mas já foram mobilizados. Amanhã, vamos chegar com maquinário e toda estrutura para trabalhar em Marajá do Sena”, garantiu o responsável pela empresa contratada para fazer a conservação de estradas estaduais.

Fonte: Blog do Carlinhos Filho

Governo anuncia R$ 2 milhões para reforma do Socorrão II em São Luís

Secretários de Saúde em visita ao Socorrão II, que será reformado

O Governo do Estado prevê investimento de R$ 2 milhões de reais na reforma do Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís. A medida foi anunciada neste domingo (25) pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, durante visita à unidade, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

Com a reforma do Hospital Municipal Clementino Moura, a unidade, que atualmente atende pacientes da capital e do interior, ganhará 10 leitos de UTI, 42 leitos clínicos/enfermaria e quatro salas de centro cirúrgico.

Ao mesmo tempo em que buscamos desenvolver metas definidas para assistência em saúde, cabe a nós, gestão pública da saúde, fortalecer o diálogo com os municípios. Em todo o Maranhão, a exemplo de São Luís, o governador Flávio Dino e sua equipe têm criado estratégias compartilhadas para viabilizar o atendimento em saúde de qualidade”, disse Carlos Lula.

Com essa proposta, já obtivemos avanços consideráveis, como o investimento de R$ 2 milhões na reforma do Hospital Clementino Moura. Também inauguramos o Hospital de Traumatologia e Ortopedia e a Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão – Sorrir. Inauguramos, ainda, os seis hospitais regionais e macrorregionais, além de atuarmos no reforço na ponta da assistência básica aos 30 municípios de menor IDH, com a Força Estadual de Saúde”, enumerou o secretário.

O objetivo da visita dos gestores foi anunciar a reforma da unidade de saúde que atualmente realiza 5.400 atendimentos, mas precisa de reparos para otimizar e ampliar os serviços oferecidos. “Existe sim uma parceria entre Governo e município. A reforma do Socorrao II e outras ações são a prova disso”, declarou o secretário municipal Lula Fylho.

A reforma do Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II) será executada pelas secretarias de Estado da Saúde e de Infraestrutura. As obras têm previsão de início imediato.

Governo atinge a marca de nove escolas entregues em oito dias

Entrega da Escola Digna no povoado Santana Novo Marajá em Tuntum

O Governo do Estado chegou, na última semana, à marca de nove unidades de ensino entregues em oito dias. Os equipamentos de educação, inaugurados em várias regiões do Estado, ofertam desde a educação infantil, passando pelo fundamental, até o ensino médio e profissional.

Foram duas escolas reformadas (em Davinópolis e São Vicente Ferrer); cinco Escolas Dignas construídas em substituição a estruturas precárias, nos municípios de Riachão (1) , Estreito (1) e Tuntum (3); além de dois Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) – um em Santa Inês e outro entregue à comunidade do Itaqui Bacanga, em São Luís.

A maratona dos últimos dias encerrou neste sábado (10) com a entrega de três Escolas Dignas em Tuntum, totalizando mais de R$ 1,5 milhão em investimentos que, segundo a comunidade dos três povoados que receberam as novas escolas, representam a conquista de um futuro certo para seus filhos e filhas.

Eu sempre tive a esperança de que um dia meus filhos ou meus netos teriam uma escola decente, que a gente tivesse orgulho e as paredes não caíssem. Agora estou feliz por ver, em vida, uma escola assim”, revelou Rita dos Santos, avó de três crianças que estudarão na Escola Digna do povoado Canto Grande.

Agora tem tudo, banheiros e condições para os nossos filhos estudarem. Estou feliz porque meus filhos estudarão bem perto de casa e também não vou precisar tirar eles daqui e levar para outro lugar”, acrescentou Edivânia Maria Gomes, mãe de aluno da Escola Digna no povoado Agrovila.

Paulo de Oliveira Silva, presidente da Associação de Moradores do povoado Santana Novo Marajá, a 150 km da sede do município de Tuntum, comemorou a realização de um sonho de dez anos, desde a fundação do lugarejo.

Graças a Deus entrou um governador que se importou com a gente, pois era um sonho dessa comunidade, aquilo que a gente sonhava para os nossos filhos, uma escola digna”, realçou.

O governo Flávio Dino trabalha para os estudantes maranhenses, com uma política de educação responsável e preocupada com a qualidade. A política é focada no regime de colaboração com os municípios, porque os estudantes e professores precisam de espaços adequados para desenvolverem atividades. O programa Escola Digna, criado pelo governador, é amplo, pois contempla não somente a construção de escolas, mas a assessoria aos municípios com formação dos professores. A determinação do governador é que as escolas também recebam kits pedagógicos para seus docentes”, destacou a secretária adjunta de Ensino da Secretaria de Estado da Educação, Nádya Dutra, que representou o Governo do Estado nas inaugurações em Tuntum.

Vemos nos olhos das crianças que estão felizes por terem um local decente para estudar. Ninguém pode chegar a lugar nenhum sem educação. É na escola que se inicia a formação do cidadão. E graças ao governador Flávio Dino estas escolas chegaram aos povoados mais distantes de Tuntum. Aqui no município estamos construindo 52 novas salas de aula, 10 com o apoio do Governo do Estado, através das cinco Escolas Dignas entregues”, informou o prefeito Cleomar Tema.

Professores aposentados e pensionistas são beneficiados com recomposição salarial

Foto reprodução

A recomposição de 6,81% concedida pelo Governo do Maranhão aos professores da rede pública estadual se estende também aos servidores inativos da área da educação. Ao todo, serão 14.681 professores aposentados e também 388 pensionistas beneficiados com a medida.

Além dos professores ativos, o percentual repassa integralmente aos servidores inativos da educação, e também aos pensionistas dos educadores, o reajuste no piso nacional dos professores, fixado pelo Ministério da Educação no final do ano passado. O valor também é superior à inflação acumulada em 2017: o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve alta de 2,95% no acumulado daquele ano. Na prática, isso representa ganho real de 3,86% no vencimento atual dos professores aposentados.

O valor está acima também do reajuste do salário mínimo (1,81%) e também do percentual anunciado pelo governo federal para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS) – que foi de 2,07%.

Valorização

Além de uma iniciativa voltada para a melhoria da qualidade da educação, a recomposição salarial dos educadores é também uma iniciativa de valorização do servidores públicos ativos e inativos, conforme destacou o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Maranhão, Joel Benin.

O governador Flávio Dino tem demonstrado compromisso com a valorização dos servidores. Ao anunciar a recomposição salarial, o governo reconhece tanto os professores da ativa quanto os que trabalharam pela educação pública do Maranhão, proporcionando ganho real aos professores aposentados e aos pensionistas”, afirmou Joel Benin.

O percentual foi anunciado pelo governo no último dia 27 de fevereiro e será pago sobre o vencimento, em duas parcelas: 2,71% em março e mais 3,99% em junho. Atendendo aos critérios de paridade, os professores aposentados terão aplicado em seus vencimentos o mesmo percentual de recomposição. Conforme legislação específica, os profissionais do magistério no Maranhão se aposentam com 25 anos de serviço, no caso das mulheres, ou trinta anos, no caso dos homens.

‘Seguro Fake’: Governo do Estado se manifesta sobre operação da PF

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O Governo do Estado informa que o VIVA é um balcão de serviços, por isso disponibiliza, sem qualquer custo, toda sua estrutura para que órgãos da esfera federal, estadual e municipal prestem serviços públicos com qualidade, conforto e segurança ao cidadão, sem, no entanto, ter qualquer ingerência sobre o mérito administrativo dos atos de órgãos parceiros. Por essa razão, a Operação Seguro Fake não diz respeito aos serviços prestados pelo VIVA ou por qualquer órgão estadual, e sim por órgão federal.

Destacamos que, por meio de monitoramento, identificamos algumas suspeitas de irregularidades e, imediatamente, acionamos as autoridades competentes.

Em colaboração com as investigações, a direção comunica que continua cooperando com todos as solicitações da Polícia Federal para o total esclarecimento dos fatos.

Por fim, reforça seu compromisso com a manutenção de uma gestão transparente, ética a eficiente.

Saiba mais sobre a operação ‘Seguro Fake’ aqui.

Maranhão terá mais policiais e viaturas neste ano

Foto Reprodução

A redução de mais de 40% nos homicídios da Grande São Luís e de 71% no número de assaltos a banco em todo o Estado, na comparação com 2014, foram alguns dos dados apresentados pelo governador Flávio Dino durante a abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa nesta semana.

Os bons resultados são fruto de um conjunto de ações de reaparelhamento e aprimoramento do setor: já foram entregues cerca de 900 viaturas policiais e o concurso público para contratação de novos policiais militares está em andamento.

Para este ano, nós vamos continuar nesse mesmo caminho: mais policiais e mais viaturas, além de novas estratégias”.

Flávio lembrou que, entre essas estratégias, está a descentralização do Centro Tático Aéreo (CTA). Antes operando apenas em São Luís e municípios vizinhos, o grupamento de elite ganhou bases em Presidente Dutra e Imperatriz, além de mais um helicóptero, passando a atender cerca de 80% dos municípios do estado com patrulhamento aéreo, resgate e transporte aeromédico, entre outras atividades.

O concurso para ampliar o quadro do Corpo de Bombeiros deve ser realizado este ano, completando o ciclo da renovação de pessoal no sistema de segurança.

Os investimentos da atual gestão têm chegado também ao sistema penitenciário. O trabalho de escolarização e qualificação profissional dos detentos tem rendido frutos também para os cidadãos maranhenses. São os blocos de concreto fabricados pelos internos que estão nas cerca de 80 ruas já inseridas no Mutirão Rua Digna, voltado para o calçamento de ruas que nunca tinham recebido qualquer tipo de pavimentação.

Para este ano, o Governo anunciou a entrega de mais 23 viaturas para o sistema penitenciário, além da ampliação das oportunidades de trabalho.

Flávio Dino também ressaltou que os servidores públicos estaduais têm sido valorizados. Nos últimos anos, foram mais de oito mil promoções funcionais e 25 mil progressões, além de 5.600 nomeações por concurso público – um processo que deve ter continuidade em 2018.

Sectur antecipa 50% do cachê de grupos carnavalescos

Secretário Diego Galdino

O Governo do Maranhão garantiu o pagamento antecipado de 50% do cachê para 81 grupos carnavalescos que se apresentarão no Carnaval de Todos 2018. O pagamento foi assegurado para as Escolas de Samba, Blocos Afro, Blocos Tradicionais dos Grupos A e B e Blocos Alternativos de Trio.

A medida atende a uma demanda antiga dos grupos que precisam de uma boa preparação para o período carnavalesco, e ainda que a situação financeira não seja das mais favoráveis, o Governo determinou que as atrações tenham metade do valor das apresentações pago, mostrando o compromisso com a manutenção da cultura popular”, afirmou o secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino.

Para a realização do Carnaval deste ano o Governo contratou um total de 237 grupos/artistas que tiveram suas propostas habilitadas por meio de credenciamento cultural, uma forma de democratizar e ampliar o processo de participação nas programações culturais planejadas pelo Governo.

O ‘Carnaval de Todos 2018’ será realizado de 9 a 13 de fevereiro em vários pontos de São Luís. A programação conta com atrações que valorizam os ritmos e brincadeiras da cultura maranhense e participações especiais com shows de artistas e bandas. “É uma festa para que todos possam participar com muita diversão e segurança”, ressaltou Diego Galdino.

A programação acontece no Circuito Madre Deus, de sexta a terça-feira de Carnaval, na Praça da Lagoa, APA do Itapiracó e Espigão Costeiro (programação infantil), no sábado, 10, e no Circuito Beira-Mar, de domingo até terça–feira, 13.

No interior do Estado, o ‘Carnaval de Todos 2018’ também estará presente. Dezenas de municípios serão apoiados por meio de convênios celebrados entre a Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) com as prefeituras.

Presidente Dutra ganha base do Centro Tático Aéreo com novo helicóptero

Governador entrega base do CTA em Presidente Dutra

O governador Flávio Dino inaugurou nesta quarta-feira (31) em Presidente Dutra uma nova base do Centro Tático Aéreo (CTA) do Maranhão. Isso significa que a cidade e a região terão um policiamento presente e eficiente por via área. O CTA funciona com um helicóptero, que leva rapidamente os policiais para onde for necessário. A aeronave também cumpre função de atendimento médico emergencial para a população.

A base em Presidente Dutra vai atender 74 municípios. Todos eles estão num raio de 100 milhas náuticas, o que significa que a aeronave vai levar no máximo uma hora para chegar ao ponto mais distante atendido. Em muitos pontos, o helicóptero vai chegar em questão de minutos.

São, em princípio, 12 policiais por dia, em revezamento. Haverá em breve uma equipe de mais 12. “Também temos duas viaturas novas para o CTA, porque eles atuam simultaneamente em terra, além de todo o contingente da Polícia Militar e da Polícia Civil aqui na região”, afirmou o governador.

É um instrumento poderoso da melhoria da segurança pública. Teremos maior eficiência, maior velocidade da polícia”, acrescentou Flávio Dino.

Mais helicópteros

Segundo o coronel Ismael Fonseca, comandante do Centro Tático Aéreo, antes o CTA só existia em São Luís. “A descentralização estava em estudo desde o fim da década de 90. Infelizmente, as gestões passadas não deram importância para isso”, afirmou. O município de Imperatriz também vai receber uma base do CTA ainda nesta semana.

Não podemos ter duas qualidades de policiamento, uma para a capital e outra para o interior”, disse o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela. Ele acrescentou que, logo que assumiu, o governador Flávio Dino determinou a solução desse problema. “Houve a decisão de adquirir mais helicópteros e hoje chegamos a esse momento histórico de correção.”

O vice-governador Carlos Brandão ressaltou o papel da aeronave para a Saúde da região: “Vamos ter mais mobilidade e ação. Por exemplo, se houver um acidente, o helicóptero pousa na estrada, pega a vítima e transporta rapidamente para o Socorrão”.

Segundo Bruno Curvina, médico chefe do Serviço Aeromédico de Presidente Dutra, o helicóptero comporta um paciente juntamente com um médico e um enfermeiro. “E nós fomos capacitados para fazer o transporte de pacientes críticos”.

Estrutura

O Centro Tático Aéreo contará com um helicóptero modelo esquilo, viaturas e caminhão de abastecimento.

O governador assinou também ordem de serviço para obra de adequação da base com valor de mais R$ 335 mil.

De acordo com o secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, “Presidente Dutra é uma cidade polo e esse reforço terá impacto muito grande para toda a região”.

Investimentos

O prefeito de Presidente Dutra, Juran Carvalho, disse que o CTA é mais um dos muitos investimentos que vêm sendo feitos pelo governador Flávio Dino na cidade. “Ele vem fazendo um trabalho excelente. Aqui já foram inaugurados poços artesianos, asfalto, CRAS, CREAs e agora o CTA, que é de fundamental importância, não só para a cidade, mas para toda a região”.

Flávio Dino também entregou no município três Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água e seis kits esportivos, compostos por centenas de itens para partidas de futebol, como rede, uniformes, bolas, uniformes e cartões amarelos e vermelhos.

Com 50 leitos, Hospital de Viana está com 40% das obras executadas

Carlos Lula, Secretário de Saúde
Carlos Lula, Secretário de Saúde

Os investimentos do Governo do Estado na área da saúde têm garantido a ampliação do número de leitos no Maranhão. Iniciadas em setembro de 2017, as obras de construção do Hospital de Viana, na Baixada Maranhense, já estão 40% executadas. O hospital terá 50 leitos e a previsão de entrega é no final do ano. O valor da ordem de serviço é de R$ 8.339.406,15, com execução da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra).

Em três anos, fizemos investimentos que aumentaram o número de leitos na rede pública estadual. De acordo com o DATASUS, do Ministério da Saúde, foi um aumento de 42%. O Hospital de Viana será mais um compromisso cumprido pela gestão Flávio Dino, assim como os seis hospitais macrorregionais, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão, Unidade de Oncologia Pediátrica, em Imperatriz, e a Casa de Apoio Ninar, dentre outras obras”, avalia o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Além dos 50 leitos, no Hospital de Viana estão previstas duas salas de cirurgias, salas de observação, de diagnóstico, exames, laboratório, sala vermelha e amarela. O novo hospital funcionará na MA-014, s/nº, no Bairro Vila Zizi.

Com a fase de fundação já concluída, a obra recebe a etapa das alvenarias, em seguida, terá início a fase de cobertura, para então receber serviços de instalações internas (elétrica, hidrossanitárias e gases).

Estamos seguindo nosso cronograma de execução, conforme o previsto. A obra do hospital é bem complexa, como todo hospital. São instalações diferenciadas, cuja execução exige uma atenção especial e mão de obra qualificada”, destaca Thais Farias, secretária adjunta de Engenharia e Manutenção da SES.