HOJE O DIA NÃO ESTÁ BOM PARA FLÁVIO: MPF DENUNCIA COMUNISTA POR PROPAGANDA ELEITORAL FORA DO PRAZO

Flávio Dino
Flávio Dino

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA), por meio do procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral no Estado (TRE-MA) representação contra Flávio Dino (PCdoB), pré-candidato à eleição de 2014, por realizar propaganda eleitoral antes do prazo do dia 7 de julho, estabelecido pela Lei nº 9.504/97.

Para o Ministério Público Eleitoral, Flávio Dino fez propaganda eleitoral antecipada ao pedir votos em palestra realizada no dia 29 de maio. O fato ocorreu durante o evento denominado “Diálogos Jurídicos: Flávio Dino e Alexandre de Moraes debatem ‘Constituição e o Estado Republicano’”, realizado no Hotel Rio Poty, em São Luís.

Após a palestra ministrada por Alexandre de Moraes, ao fazer uso da palavra para encerrar o evento, o pré-candidato afirmou: “na impossibilidade de votar nele (palestrante Alexandre de Moraes) espero que votem nesse humilde servo do Senhor que aqui está”.

Segundo o Procurador Juraci Guimarães Júnior, a realização de seminário interno não pode ser desvirtuada para promover a campanha de pré-candidato, o que deve ser reprimido pelo Ministério Público Eleitoral e pela Justiça Eleitoral.

FLÁVIO DINO NA MIRA DO TCU…

Flávio Dino
Flávio Dino

O Tribunal de Contas da União (TCU) investiga três contratos firmados na gestão do comunista Flávio Dino, na Embratur. Em dois dos processos, o TCU decidiu pela instauração da Tomada de Contas Especial. O ex-juiz presidiu a autarquia de junho de 2001 a março deste ano.

As três investigações feitas pelo TCU apuram possíveis irregularidades na execução dos contratos firmados pelo comunista Flávio Dino, pré-candidato ao governo do Maranhão.  A Controladoria Geral da União (CGU) já havia apontado em uma auditoria em 2012, que o ex-presidente da Embratur “causou prejuízo ao erário” ao aditivar um contrato de serviços de informática.

Na época, a CGU recomendou que o pré-candidato ao governo estadual devolvesse aos cofres públicos o que ele pagou acima do valor de mercado para uma estrutura superdimensionada de tecnologia de informação. De acordo com a controladoria Flávio Dino foi o responsável direto pelos danos causados à União ao assinar termo aditivo que prorrogou um contrato “desvantajoso” com a empresa CPM Braxis.

Contratos – Os três contratos investigados pelo TCU são: a contratação de uma consultoria de relações públicas e assessoria de imprensa, para divulgar o país no exterior; a execução do projeto Arte e Renda e o contrato de serviços de comunicação e eventos, nestes dois últimos o tribunal decidiu pela instauração da Tomada de Contas Especial.

O processo de nº 009.617/2012-4 que investiga a contratação da assessoria de imprensa o TCU constatou “inconsistências na forma de execução e remuneração dos contratos, gerando dificuldades para proporcionar um efetivo gerenciamento e acompanhamento dos serviços efetivamente realizados, levando à necessidade de realização de nova licitação, escoimada dessas fragilidades”.  A Embratur solicitou um reexame da apuração do TCU.

Na execução do projeto Arte e Renda a investigação do TCU constatou a aplicação irregular de R$ 1.269.313,38. Os recursos foram destinados a uma fundação do estado do Pernambuco, à época governador por Eduardo Campos (PSB), pré-candidato a presidente pelo partido do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha. O processo nº 028.267/2013-3 foi instaurado em outubro de 2013 e é de acesso restrito no Tribunal.

A investigação do TCU no contrato de serviços de comunicação e eventos firmado pela Embratur com a empresa Diaolog levou a 2ª Câmara do tribunal determinar a conversão do processo em Tomada de Contas Especial. A decisão foi proferida em março deste ano.

A Dialog é uma empresa de Minas Gerais, estado que foi governado por Aécio Neves (PSDB) e hoje pré-candidato a presidente da República. A investigação do TCU sobre o contrato da Embratur e Dialog foi instaurado em maio de 2013.

Em 9 de maio deste ano, o comunista Flávio Dino e o tucano Aécio Neves fecharam uma aliança no estado que indicou Carlos Brandão como vice-governador na chapa do comunista, que pode ter ainda, o ex-prefeito João Castelo como o candidato a senador.

CONTRATOS INVESTIGADOS

TCU Processo_009617_2012 TCU Processo_028267_2013 TCU Processo_024401_2013

O VERDADEIRO E O FALSO

Essas duas imagens mostram claramente o que um candidato é capaz para simular atos que não fazem parte do seu cotidiano.

Enquanto que na primeira o candidato Edinho Lobão está reunido com a sua família e alguns amigos, ato praticado por milhões de brasileiros ontem, para assistir a abertura da copa em clima familiar. A outra imagem mostra o comunista Flávio Dino sentado no meio de algumas pessoas, coisa só vista em época de eleição, simulando uma situação clara de politiqueiro que acha que o povo é besta.

Na foto só faltou o comunista ser flagrado com o litro de caninha 51 do lado e claro, a fatia de limão… SIMPLES ASSIM!

edinho

hh

 

SERÁ INVEJA DE COMUNISTA OU FALTA DE PROJETO: FLÁVIO DINO DIZ QUE VAI VENDER CASA DE VERANEIO DO GOVERNO

Militares e a China influenciarão linha do regime norte-coreano
King Jung-un ditador comunista norte-coreano

Uma das mazelas dos sistemas comunistas no mundo é querer impor um regime econômico estatal, onde condena veementemente a evolução do homem em sua iniciativa privada. No comunismo só quem pode ter bens e ser economicamente estável é o estado.

Flávio Dino
Flávio Dino

Em uma de suas inserções na televisão, o comunista Flávio Dino diz que, se eleito governador, vai vender a casa de veraneio do governo, alegando que ali só serve para orgias e bebedeiras. E ainda fala em um tom de inveja de quem nunca foi convidado para tomar nem um copo de água na casa de lazer do gestor estadual.

É uma coisa quase que doentia, vide exemplo do ditador da Coreia do Norte Kim Jong-un, que mandou matar seu próprio tio (considerado seu braço direito) em praça pública, com medo de perder o poder em seu país. Confesso que fiquei preocupado com o camarada Márcio Jerry.

Vamos torcer para que, caso o comunista seja eleito, não queira também mandar derrubar o Convento das Mercês, o Fórum Desembargador José Sarney, o Tribunal de Contas Roseana Sarney, as escolas no Maranhão que possuem o sobrenome Sarney, mandar extinguir o município que leva o nome do senador Lobão, fechar a Mirante, a Difusora, o sistema Manoel Ribeiro e tudo que não for do seu agrado.

É inveja comunista, ou falta de programa de Governo?

 

GUERRILHA COMUNISTA INTENSIFICA ONDA DE FACTOIDES PARA CONTER CRESCIMENTO DE LOBÃO FILHO

Pré candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino

Quando o Palácio dos Leões decidiu lançar o senador Lobão Filho ( PMDB) como pré-candidato ao governo do estado no lugar do ex-prefeito de Ribamar Luís Fernando Silva, a oposição não só comemorou como espalhava pelos quatro cantos que a eleição estava ganha.

Agora, com Lobão acima dos 20% em apenas 30 dias, segundo pesquisa, essa mesma oposição já dá sinais claros que está em apuros. O sinal amarelo ascendeu na toca comunista e a ordem é atacar o peemedebista de todas as formas.

Já circula nos blogs da guerrilha virtual, que presta serviço ao candidato comunista  Flávio Dino, que Lobão Filho pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa por ter sido condenado por fraude na TV São Mateus em 1999. A outra parte da guerrilha responsável pelas redes sociais espalha o factoide na internet.

Lobão Filho foi condenado por decisão monocrática do juiz federal Maurício Rios Júnior, portanto, o caso não se enquadra na Lei Complementar 135/2010, que diz que o réu precisa ser condenado por um colegiado para ser considerado ficha suja.

É evidente que a turma comunista sabe disso, mas a estratégia é exatamente essa: criar factoides, manipular informação e  assim tentar barrar a tendência de crescimento de Lobão Filho.

Fonte:  Marcelo Vieira