PARABÉNS SÃO LUÍS 402 ANOS

Depois de denuncias na revista VEJA , Ministro Lobão deverá ser exonerado do cargo

Ministro Edson Lobão
Ministro Edson Lobão

É aguardado para até o meio da semana o afastamento do ministro Edson Lobão(PMDB) da pasta das Minas e Energia. O núcleo político da presidente Dilma Roussef(PT) já está em tratativas com o comando do PMDB, partido do ministro. A informação circulou hoje pela manhã entre membros do comitê de campanha de Dilma em Brasília e foi confirmada por jornalistas e duas lideranças do PT na Câmara Federal.

O possível afastamento de Lobão não está sendo aceita pela cúpula do PMDB, que o convocou amanhã à Brasília. O ministro se encontra aqui no Maranhão fazendo campanha para o filho Edinho Lobão, candidato ao governo do estado.

O ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, informou à Polícia Federal que Lobão recebeu dinheiro de propina da estatal.

Além disso, a Revista Veja revelou que uma doação ilegal de 30 milhões de reais foi feita ao ainda ministro. O dinheiro seria para o PMDB, mas teria sido desviado para a campanha de Lobão Filho, segundo informou a coluna Holofotes, da revista.

Se for mesmo demitido, Lobão voltará ao senado para organizar sua defesa no processo. O pai assumirá no lugar do filho, o suplente no exercício Lobão Filho, que perderá direito a foro privilegiado no STF em processo (inquérito 2768) que apura crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documento falso.

A saída de Lobão do ministério passa a ser a dor de cabeça principal do ministro e também da campanha de Lobão Filho. “É insustentável a situação do Lobão e o dano à candidatura do Lobão Filho é irreparável e muito grande”, observa um dirigente político ligado ao PT nacional em troca de mensagens hoje pela manhã com o blog.

Fonte: Jhon Cutrim

Deu na Veja: Ex-diretor da Petrobras cita Roseana Sarney, Ministro Lobão e até Eduardo Campos

capa de vejaA edição da revista Veja que chega às bancas neste fim de semana traz parte da lista de políticos citados pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Eles estariam envolvidos no esquema de corrupção na estatal.

Entre os nomes divulgados pela revista aparece o do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), morto em um acidente aéreo no último dia 13 de agosto.

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e a atual governadora do Maranhão, Roseana Sarney, ambos do PMDB, também foram citados dentro do acordo de delação premiada que Costa fechou em 22 de agosto com os procuradores da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Os estados de Pernambuco, Maranhão e Rio de Janeiro estão com refinarias da Petrobras em fase de construção. Ainda segundo a Veja, Costa disse que despachava direto com o ex-presidente Lula e a presidente Dilma, então presidente do conselho de administração da Petrobras, saberia de tudo.

Segundo a reportagem da revista, além dos governadores, Paulo Roberto Costa cita nomes de pelo menos 25 deputados federais, seis senadores, e um ministro de Estado.

O ministro é Edison Lobão (PMDB), titular da pasta de Minas e Energia. Entre os parlamentares estão os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os senadores Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do partido, e Romero Jucá (PMDB-RR) também estão na lista do ex-diretor.

Ele cita ainda os deputados federais Cândido Vaccarezza (PT-SP) e João Pizzolatti (PP-SC), o ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP) e João Vaccari Neto, secretário nacional de finanças do PT.

Vídeo: A bruxa está solta, acidente no retorno da cohab

Este feriado da independência está remorso com acidentes para todo lado do Estado. Imprudência ou fatalidade? Na dúvida, é melhor ficar atento.

Vídeo: Acidente gravíssimo na estrada de Barreirinhas

d2eb40db230f2e9098b02ff45b865662Um acidente grave aconteceu na manhã deste sábado(6) na MA 402 que dá acesso a cidade de Barreirinhas.

Dois veículos se chocaram de frente e os passageiros e motoristas ficaram gravemente feridos. As cenas são fortes e mostram as vítimas ainda agonizando presos nas ferragens.

Até o momento não há informações de vítimas fatais.

 

“Todas as próximas pesquisas vão desmentir os números divulgados hoje” diz Marcio Jerry

Marcio Jerry- Presidente estadual do PC do B
Marcio Jerry- Presidente estadual do PC do B

O presidente do PCdoB maranhense, Márcio Jerry, destacou hoje (6/set) o fato da pesquisa Ibope contratada pela família Sarney ter resultado discrepante em relação a todos as outras pesquisas divulgadas no Maranhão.

A pesquisa Exata/TV Guará/Fiema divulgada hoje mostra Flávio com 56% das intenções de voto contra 27% de Edinho. Os outros candidatos somados a brancos e nulos somam 17%.

Os institutos Exata, DataM e Amostragem mostram o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão, Flávio Dino, 30 pontos à frente do candidato da família Sarney, Edinho Lobão.

Já a pesquisa Ibope mostra um resultado atípico, apesar de confirmar a vitória de Flávio Dino no primeiro turno.

Ibope-e1410042169256
Resultado pesquisa Ibope

 

Bailarina do Faustão desabafa em rede social após agressão

SÃO LUÍS – Após protagonizar uma briga com o namorado, o ex-BBB Yuri, na madrugada da última sexta-feira (5), em Maceió, a bailarina do Faustão, Angela Sousa, postou uma foto seguida de um desabafo no Instagram sobre o episódio.

Bailarina fez desabafo em perfil no Instagram. Foto: Reprodução/Instagram.

No post, publicado neste sábado (6), a bailarina aparece com a marca do soco no olho. Ela confessou ter aprendido com acontecimento, falou de amor próprio e explicou como se sente depois de tudo. “Precisei passar por tudo para aprender… mas aprendi”,escreveu. Declarou, ainda, que “ninguém está livre de acontecimentos inespperados, tão-pouco vindo de parte que você ‘confia’”, afirmou.

Angela escreveu mais: “Anulei automaticamente parte dos meus sentimentos. Exaltei o amor próprio (mesmo que tardio). Sinto orgulho de mim!”, destacou. Ela citou agressões como pisada nas costas, chute na barriga, além de soco no olho. Ao fim, a modelo agradeceu as mensagens de apoio e carinho.

A briga do casal começou na madrugada da última sexta-feira (5), em um hotel luxuoso da capital alagoana. Houve gritos, e os seguranças do hotel precisaram intervir e chamar a polícia. Os dois foram levados para a Delegacia da Mulher. Segundo o site Ego, Yuri foi preso em flagrante. O ex-BBB poderá ser enquadrado na lei Maria da Penha. Ele, também, aparece em foto com ferimentos.

Fonte: imirante

Exclusivo: Incêndio muito grande ameaça restaurante Coco Bambu

Está acontecendo neste momento um grande incêndio nas proximidades do restaurante Coco Bambu próximo a litorânea. O fogo está tomando conta de todas as dunas que envolvem a área.

As secretarias de Estados da Mulher, anexos da secretaria do meio ambiente e da CPL do estado também correm riscos de serem atingidos.

Já encontra-se no local homens do corpo de bombeiros e uma equipe de TV local registrando tudo.

Mas claro, você verá primeiro Aqui no Blog do Minard. SIMPLES ASSIM…

Ex-prefeito de Bacuri é condenado pelo TCE

O ex-prefeito do município de Bacuri, Washington Luis de Oliveira, teve julgadas irregulares suas prestações de contas referentes ao exercício financeiro de 2008.

condenado a devolver ao erário R$ 467 mil
condenado a devolver ao erário R$ 467 mil

Oliveira também foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/Ma), durante sessão plenária realizada nesta quarta-feira (03), a devolver ao erário R$ 467 mil, além do pagamento de multas que, juntas, somam o valor de R$ 136 mil.

Washington Oliveira teve julgadas irregulares as prestações de contas da Administração Direta, Fundo Municipal de Assistência Social, Fundeb, e Fundo Municipal de Saúde.

Várias irregularidades de gestão financeira e gestão orçamentária foram detectadas nas prestações do ex-prefeito.

Juntamente com Oliveira, foi condenado solidariamente ao pagamento dos valores correspondentes a multas e débito o ex-secretário municipal José Rosendo de Santana (Administração), que também figurava como ordenador de despesas.

A Corte de Contas também julgou irregulares as prestações de contas dos ex-presidentes de Câmaras Municipais Manoel Alves dos Santos (São Vicente de Férrer, exercício financeiro de 2009, com débito de R$ 63 mil e multa de R$ 16 mil); Sebastiana Costa Cardoso (Itapecuru Mirim, exercício financeiro de 2009, com multa de R$ 9 mil); Manoel Araújo Veloso (Tuntum, exercício financeiro de 2009, com débito de R$ 125 mil e multa de R$ 51 mil)

MP reforça pedido de condenação do ex-prefeito João Castelo

Ex-prefeito de São Luís
Ex-prefeito de São Luís

Foram apresentadas, na última terça-feira (2), as alegações finais no processo que apura a denúncia feita pelo Ministério Público do Maranhão (MP-MA), por meio das 28ª e 29ª Promotorias de Justiça Especializadas na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de São Luís, contra o ex-prefeito João Castelo Ribeiro Gonçalves em decorrência do não pagamento de salários ao funcionalismo municipal em dezembro de 2012.

Para os promotores de Justiça João Leonardo Sousa Pires Leal e Lindonjonson Gonçalves de Sousa o prefeito ignorou o pagamento dos salários, e criou dificuldades à gestão seguinte.

A Controladoria Geral do Município analisou as movimentações financeiras do município, no período de 17 a 31 de dezembro, e o Relatório Parcial de Auditoria n° 01/2013 mostrou que “os recursos que ingressaram nos cofres municipais e a destinação deles deixam claro que não foi reservado, intencionalmente, o dinheiro necessário para o pagamento dos servidores públicos, já que houve desnecessário pagamento a fornecedores em período proibido e flagrante desobediência à legislação”.

A folha de pagamento do município, em dezembro de 2012, totalizava R$ 45.851.742,94, com exceção da folha de pagamento dos professores, que é custeada com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

De acordo com a análise realizada, havia cerca de R$ 40 milhões nas contas da prefeitura, que poderiam ter sido destinados ao pagamento de salários.

De acordo com as investigações, apenas nos dias 27 e 28 de dezembro de 2012, foram realizados pagamentos que totalizaram mais de R$ 42 milhões.

Chamaram a atenção dos promotores os pagamentos feitos à empresa Pavetec Construções Ltda., cujo contrato está sendo questionado, judicialmente, pelo Ministério Público em ação de improbidade administrativa, que recebeu R$ 6.312.178,33; e à SP Alimentação e Serviços Ltda., que recebeu R$ 1.516.268,20, no mês em que não havia horário escolar.

Nos depoimentos do então secretário de Fazenda, José Mário Bittencourt Araújo, e do secretário-adjunto, Mariano Ferreira de Almeida, constatou-se que os pagamentos foram efetuados sem quaisquer critérios de ordem lógica ou cronológica, apenas segundo os critérios pessoais e aleatórios do prefeito, por meio de telefonemas indicando os favorecidos.

O Ministério Público reforçou o pedido de condenação do ex-prefeito João Castelo por crime de responsabilidade de forma continuada.

A pena prevista pode chegar à detenção de dois a 12 anos, além da perda e inabilitação para o exercício de cargos públicos pelo prazo de cinco anos.