BREAKING NEWS: Juíza acaba de suspender licitação de 500 mil cestas básicas da Sedes

Lívio Correa e Casé

Após a compra escandalosa feita Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDES), de 500 mil cestas básicas pelo valor de quase R$ 38 milhões de uma empresa do Rio de Janeiro, com visíveis falhas e direcionamento no processo licitatório, uma decisão judicial determinou nesta quarta-feira (27), a suspensão do certame.

Defiro parcialmente o pedido de concessão de liminar para determinar à Autoridade Coatora que suspenda imediata todos e quaisquer procedimentos referentes ao PREGÃO ELETRÔNICO DE Nº 006/2022, promovido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social do Maranhão, inclusive suspensão da eventual contratação da empresa AGILE CORP SERVIÇOS ESPECIALIZADOS LTDA., caso já tenha ocorrido, até julgamento meritório definitivo do presente mandamus, reservando-me no direito de rever ou não a presente decisão após ouvir a Autoridade Coatora e a Litisconsorte indicada”, reza a decisão assinada hoje pela juíza Oriana Gomes, Titular da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís.

Confira a decisão na íntegra: MANDADO DE SEGURANÇA CÍVEL

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>