LÁ VEM O GOLPE! Braide quer imitar Edivaldo e fazer um novo empréstimo

Foto Reprodução

A CARTA POLÍTICA Em reunião com a Agência Francesa de Desenvolvimento (FAD), a Prefeitura de São Luís apresentou, nesta terça-feira (1), um projeto que promete fazer saneamento na área do Anjo da Guarda, Tamancão, Sá Viana e Vila Embratel, Rio das Bicas, na área Itaqui-Bacanga.

Sem ao menos aprovar o Plano Diretor de São Luís, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), pretende gastar com o intitulado de “Pró-Saneamento”, em cinco anos, um total de € 31.250.000,00 milhões, equivalente a R$ 192.812.500,00, sendo que 80% será custeado por um empréstimo feito junto a AFD e 20% com recursos da própria Prefeitura.

Quem vai tocar a obra é a Semispe (Secretaria Municipal de Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais) que tem como titular a arquiteta Verônica P. Pires. A auxiliar de Braide também foi responsável por diversas obras da gestão Edivaldo Holanda Júnior, a exemplo do Anel Viário, nunca acabado. A obra milionária também conta com a Semosp, Semurh e Semmam.

Atualmente, a Prefeitura tem um mapeamento de todas as áreas de alagamento na cidade. Nestes locais são feitas ações preventivas para minimizar os danos à população, mas é preciso resolver definitivamente este problema”, prometeu Braide.

Segundo release disparado pela Prefeitura a obra vai implementar “a rede de drenagem das águas das chuvas, rede de esgotamento sanitário, rede de abastecimento d’água e urbanização integrada da região beneficiada com a implantação de equipamentos públicos, como praças, parques, hortas comunitárias e outros espaços verdes”.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>