PM é exonerado após ‘baculejo’ em veículo da deputada Daniella Tema

Deputada Daniella Tema sendo abordada pela PM

Por Gilberto Léda

O Tenente França já foi comunicado da sua exoneração do cargo de comandante da Companhia da PM responsável pela cidade de Tuntum, é o que informa boa fonte do Blog do Gilberto Léda na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

A mudança no comando ocorre, coincidentemente, após uma abordagem de rotina que envolveu a deputada estadual Daniella Tema (veja imagens abaixo).

Ao blog do Léda, fontes da cidade informaram que a parlamentar fez pressão pela exoneração. Ela nega qualquer ingerência nesse caso, mas foi às redes sociais reclamar da abordagem.

Para Tema, a ação foi truculenta.

As abordagens policiais são importantes e necessárias, quando seguem os protocolos legais adotados pela PM. Nosso repúdio se refere restritamente aos excessos (truculência e armas de grosso calibre como forma de ameaça)”, disse.

15 comentários em “PM é exonerado após ‘baculejo’ em veículo da deputada Daniella Tema”

  1. José de Ribamar Carvalho Júnior

    7 meses atrás  

    Ela queria ser revistada com galho de peão roxo por acaso, a lei é pra todos.

  2. José Mota

    7 meses atrás  

    Na verdade muitos policiais são truculentos em suas abordagens, não quero dar razão a deputada, mais a polícia excedeu, se comportam como superiores, esquecem que são pagos por nós.

    • Etienne

      7 meses atrás  

      Concordo contigo. Esses soldados se acham os tais,mas não valem um vitem.

  3. Leopoldo Gil Dulcio Vaz

    7 meses atrás  

    Ela queria o quê? Não é melhor que todo mundo. Queria revista com os policiais com rosas na não? É isso assaltos na região? Se houve “desrespeito” foi por parte dela, arrogante e mal educada deve ter tentado uma carteirada e não deu certo e revista é revista.
    Se interferiu na exoneração foi pior ainda… a PM deve vir a público para esclarecer

  4. Silva

    7 meses atrás  

    Acredito na falta de bom senso por parte da guarnição. Será que os policiais fariam a revista no veículo de um Coronel que se identificasse a eles, já que a lei é para todos? Se desconfiaram de alguma ação ilícita da deputada, a mesma teria o mesmo direito de desconfiar da atitude dos PMs.

  5. Audi Carlos Braga Barros

    7 meses atrás  

    O oficial pm agiu dentro da normalidade, dentro do regulamento militar,a abordagem foi correta é disciplinada, conheço a região e é perigosa, muitos meliantes em veículos atua na região,o oficial agiu certo essa deputada é que tem que respeitar os serviços dos pm na região é contribuir com os mesmos para a proteção da comunidade da região. (Daniella Tema vc como palarmentar é cidadã deveria era elogiar a ação dos pm).

  6. Wellington de Jesus Lindoso Costa

    7 meses atrás  

    A polícia fez o papel dela pois não é pq e deputada que está acima da lei ela que poderia pegar uma punição

  7. Vera Cruz

    7 meses atrás  

    Para aqueles que acham que o policial militar não vale nada, qdo precisar da PM, não ligue para o 190, contrate um ou dois jagunços.

    • Adinar leal de Barros

      7 meses atrás  

      Chamem a DEPUTADA.💪💪💪💪💪

    • Adinar leal de Barros

      7 meses atrás  

      Quando for assaltados ou espancados pela bandidagem, Chamem a DEPUTADA.💪💪💪💪💪

  8. Luis Carlos da Silva

    7 meses atrás  

    Essa Etienne diz que os soldados não valem nada deveria chamar os amiguinhos dela na hora que sofrer assalto para resolver, deve ser uma revoltada sem causa. A polícia fez o que tinha que fazer a revista é prevista em lei seja para mim ou essa deputadinha aí sem noção que quer mídia.

  9. Samuel

    7 meses atrás  

    Qual foi o erro da PM? A deputada não quer ser abordada ? Até onde sei a lei não exclui que deputados não podem ser parado pela PM. A abordagem tá certa, tá conforme o código penal. A lei é pra todos. Inclusive para os políticos. Ninguém está acima da lei. Se o PM tivesse errado seria aberto um procedimento investigativo, fato que não aconteceu. Apenas transferiram o PM para outra cidade, porque viram que era a única forma de puni-lo. Ridículo e abusivo tal transferência. Essas atitudes fazem muitos policiais cruzarem os braços, depois a sociedade não sabe porque a PM não faz um esforço pra manter a ordem nessas pequenas cidades do MA. A politicagem não deixa ninguém trabalhar de forma imparcial. A política do coronelismos ainda reina nesse fim de mundo chamado MA.

  10. Gerson Naycon Sousa

    7 meses atrás  

    Acho que a Deputada quer que a PM faça as abordagem com Buquê de flores, só pode… O PM está de parabéns, ninguém está acima da lei.

  11. 7 meses atrás  

    Esses caras são tudo saliente mesmo nunca fazer do jeito que se deve fazer em sempre com excesso.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>