Mesmo sem o aval da ANVISA Flávio insiste na SPUTINIK V


O governo do Maranhão espera que até sexta-feira, 30, a Rússia encaminha à Anvisa os documentos que comprovariam a eficácia e a qualidade da vacina Sputnik V.

Caso não haja um retorno da Rússia ou uma resposta da Anvisa nesta data, o governo admite protocolar nova petição no STF requerendo reanálise do pedido de importação do imunizante.

O prazo foi confirmado pelo governador do Maranhão, Flávio Dino, em entrevista à TV Mirante. Segundo ele, é preciso ter pressa para que os estados do Norte e do Nordeste, que já contrataram mais de 60 milhões de doses da vacina, não percam a prioridade no recebimento de lotes.

GILBERTO LEDA

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>