Juiz chama Edivaldo de ‘ignorante’ por mandar demolir monumento maçônico

Juiz Marco Antonio X Edivaldo Holanda Jr

O juiz Marco Antonio Netto Teixeira, da 5ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, fez um comentário a cerca da demolição de um monumento maçônico, realizada hoje por agentes da Blitz Urbana sob ordens da Prefeitura de São Luís. (Reveja)

Após o ocorrido, o juiz utilizou as redes sociais para chamar o prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior, de ‘ignorante’. Confira a seguir.

Foto reprodução: Instagram

9 comentários em “Juiz chama Edivaldo de ‘ignorante’ por mandar demolir monumento maçônico”

  1. machado

    2 anos atrás  

    concordo com vossa excelência doutor juiz marco antonio neto a pesar que eu nao faça parte da maçonaria o símbolo do esquadro do G do compasso sao lindos sem contar que a maçonaria e seus membros sao ricos em cultura e educação possuir membros com mentes brilhantes sem contar os prejetos socias que a maçonaria proporciona para nossa cidade estado e vosso Pais. porque nao removeram o simbolo do rotary club que pouco faz para nossa capital e por nosso Brasil vossa excelência está certo em chamar indiretamente o nosso atual prefeito de ignorante por sua atitude e por sua falta de conhecimento sobre os fundamentos da maçonaria. Espero que coloquem no mesmo lugar o monumento tao rico em Cultura e sabedoria

    • Roberto Costa

      2 anos atrás  

      Nobre Machado !!!! O termo ‘ingnorante’ no sentido de ignorar a história, veja bem a maçonaria não é uma religião, em seu quadro tem pessoas de poder aquisitivo baixo como: Policias civis e militares, barbeiros, pastores, técnicos agrícolas, dentistas, vendedores e etc. A maçonaria tem uma história em São Luiz no Brasil e no mundo, que vai da libertação dos escravos até os primeiros cultos evangélicos celebrado por Lutero. É em seu meio existe evangélicos, espíritas, religião de matriz africana, entre outras. O problema do prefeito com a maçonaria e pessoal pois ela não se cala e não se vende, assim fez o pai dele no passado.

  2. Falador

    2 anos atrás  

    Por quê Vossa Excelência não leva o monolito e coloca na porta de sua casa ou na porta do fórum ?? Com tanta coisa que esses desocupados marajás têm para fazer, me aparece um “preocupado” com o que faz um prefeito em fim de mandato. Excelência, pegue uma flanela e uma barra de gelo e enxugue… Cada uma…

  3. Falador

    2 anos atrás  

    Censurou o comentário ?? Rapaz, censura acabou… Será que esqueceu os tempos de O FUXICO na ETFMA ???

  4. Ricardo Maciel

    2 anos atrás  

    Lamentável a demolição de um monumento, seja MAÇÔNICO ou não.
    Um PREFEITO não tem religião, quando no exercício do cargo, até mesmo pq o “Estado é laico”, e Maçônaria não é religião.
    Realmente este Sr. Prefeito é um ignorante!

  5. 2 anos atrás  

    Falador,quem diz o que quer,escuta o que não quer.Será preciso mais estudos na escolas e não só ir comer a merenda escolar.Fuxico de desocupado e procurando relevância ,mas afinal tem evangélico que vendo suco ungido,entre outras …Esse aí quis aparecer no apagar das luzes…Têm tanstas coisas para ser retiradas e se preocupar com um momento autorizado a ser colocado em logradouro público,a Maçonaria pode processá-lo ,nominalmente ,e obrigá-lo a restaurar a obra.Isso sim,deveria ser feito para coibir esse tipo de idiossincrasia própria de internos psiquiátricos ,nos seus arroubos de grandeza.

  6. 2 anos atrás  

    A entrada de São Luís(MA), deveria ter coisa melhor do que monumento macônico. É feio. A entrada da cidade não é lá essas coisas, principalmente com um monumento feio.

  7. Paulo César Fraga

    2 anos atrás  

    Estãopreocupados com monumento maçônico. Eles têm que se preocuparem e com a segurança pública. O mundo caminha pro fim

  8. SANTOS SOBRINHO

    2 anos atrás  

    A atitude foi correta, porque esse símbolo não foi colocado num espaço privado da maçonaria, porque deve ocupar o espaço público. Não vi nada demais nessa retirada.

Deixar um comentário para Falador

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>