Edivaldo Holanda Júnior decidiu o 2º turno mesmo sem declarar apoio

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior

Por Udes Filho

No dia 19 deste mês, este colunista publicou uma postagem intitulada “Com apoio declarado ou em silêncio, Edivaldo decidirá o 2º turno em São Luís”. Muitos não captaram a mensagem, outros passaram a pressionar o prefeito de São Luís para que se posicionasse diante do cenário das eleições para escolha de seu substituto.

O fato é que, hoje, todos reconhecem que a eleição em São Luís foi decidida pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT). Há quem diga que o seu silêncio favoreceu Eduardo Braide (PODE), o levando à vitória no segundo turno.

Outros acreditam que se Edivaldo seguisse a imposição do governador Flávio Dino (PCdoB) e declarasse apoio ao candidato Duarte Júnior (Republicanos), o resultado das eleições seria Duarte eleito.

Sendo assim, bem como disse no post do dia 19, ficou comprovado que Edivaldo Holanda Júnior, depois dos candidatos e eleitores, foi a peça mais importante da eleição. Mesmo não abrindo a boca para declarar apoio, o prefeito de São Luís decidiu o segundo turno.

3 comentários em “Edivaldo Holanda Júnior decidiu o 2º turno mesmo sem declarar apoio”

  1. Horácio Anacleto

    7 meses atrás  

    Um político sem posicionamento não passa de um covarde…

  2. junior

    7 meses atrás  

    Já eu faço uma analise diferente, covarde seria se ele tivesse cedido a pressão do palácio, parabéns pela postura prefeito de não usar o poder politico nessa eleição.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>